O que pode estar por vir em Freak Show?

Esse ano, a franquia American Horror Story traz mais uma história de arrepiar. Depois de uma casa mal-assombrada, um manicômio diabólico e bruxas com síndrome de bad ass, a quarta temporada da série de horror de Ryan Murphy falará sobre os shows de aberrações.

Como grandes exibições da natureza humana extraordinária, os freak shows nasceram na década de 1920. Os avanços dos estudos antropológicos fizeram o homem ter um olhar espetacular para as anomalias humanas, tornando essas mostras parte de grandes circos, na companhia elefantes treinados ou aborígenes africanos. A inicio, eram expostos animais com deformidades como vacas de duas cabeças, ou cabras com chifres a mais, mas com o tempo, o fator humano se fez presente.

O mais conhecido investidor no circo de horrores foi P. T. Barnum, um americano que fez fama no ramo do entretenimento e da política. Ele criou museus e observatórios, mas dentro deles praticava fraudes — conhecidas como hoaxes — além de explorar a curiosidade humana. Ele apresentou ao mundo a Sereia de Fiji, o que dizia ser a verdadeira sereia, uma cauda de peixe, com crânio de macaco. Outra descoberta sua foi o anão General Tom Dedão. Esses e outros elementos rodaram o mundo no Barnum & Bailey, chegando a se apresentar até para a Rainha Vitória.

No final do século XIX, os freak shows eram grandes espetáculos, que foram populares até a década de 70. Com os avanços da medicina, começaram a perder credibilidade, quando os estudos das anomalias humanas foram ganhando destaque, e a verdade sobre o que antes era fantástico veio a tona.

Bom, sobre a história de American Horror Story, ainda não foi divulgado a fundo o que terá, apenas que Sarah Paulson interpretará gêmeas siamesas. Por isso, baseado nas principais atrações dos freaks shows de Barnum, o que podemos esperar no show de aberrações de Ryan Murphy:

Pessoas com pernas a mais

Dois integrantes ficaram famosos por terem mais de duas pernas: Josephene Myrtle Corbin, com quatro membros, e Frank Lentini com três. Esse último, se apresentava chutando uma bola, o que lhe rendeu a alcunha de Jogador de Futebol de Três Pernas. Frank era italiano e foi rejeitado pela família, sendo criado num lar para crianças deficientes. Seu caso é conhecido cientificamente como gêmeo parasita, quando o feto se desenvolve aclopado ao corpo do irmão, crescendo órgãos extras no mesmo. Já Myrtle Corbin, das suas quatro pernas, apenas uma funcionava de verdade. Diferente de Frank, ela não tinha uma gêmea parasita, mas uma deformidade rara chamada dipygus, onde tinha tudo duplicado abaixo da cintura.

freak show

A Mulher Barbada e o Homem Cachorro

A mais conhecida aberração humana, a mulher barbada mais famosa foi Annie Jones Elliot. Com nove meses, ela já tinha barba, o que levou à fama rapidamente. Era uma dos membros do freak show mais bem pago. Já o homem cachorro se chamava Fiodor Jeftichev e tinha uma doença chamada hipertricose, que enchia seu rosto de pelos. Para impressionar o publico, ele latia nas suas apresentações.

Freak Show 2A

Homem de Duas Cabeças

O mexicano Pasqual Pinon foi mais uma das fraudes de Barnum. Ele tinha um tumor acima da cabeça, que, quando descoberto, foi levado a trabalhar no circo de aberrações. No lugar do tumor, usava uma mascara para parecer que era um rosto de verdade.

Freak Show 4

Gêmeas Siamesas

Um caso comum até os dias atuais, os gêmeos siameses, ou xifópagos, são formados por pelo mesmo zigoto, mas não consegue formar dois embriões separados. Diversos artistas foram apresentados em freak shows como gêmeos siameses, mas as mais famosas foram as irmãs Daisy e Violet Hilton. Inglesas de nascimento, foram compradas da mãe por Mary Hilton, que investiu na carreira das crianças, e as levou em turnê pela Europa e Estados Unidos. Em 1997, tiveram um musical da Broadway inspirado em sua carreira, Side Show.

Freak Show 3

O Homem Coruja e o Garoto Lagosta

Martin Laurello, ao contrário da regra geral dos freak shows, não tinha nenhuma doença rara. Ele tinha a habilidade de girar a cabeça em 180º, ficando conhecido como o Homem Coruja. Ele treinou por três anos para conseguir o feito. No caso do Garoto Lagosta, a tradição familiar o levou ao show de aberrações. Grady Franklin Slite Jr, vem de uma família portadora de ectrodactilia, doença que faz a pessoa nascer com dedos a menos, fazendo as mãos e os pés terem aparência de presas de lagosta. O pai de Grady já era artista de circo, e o levou para trabalhar com ele. Quando ele morreu, seus filhos e netos também se apresentaram, e alguns até apareceram em filmes como em Big Fish, de Tim Burton.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER