O realismo fantástico de Saramandaia

Uma movimentada trama política, a eterna briga entre famílias poderosas e um conjunto de personagens que mais parecem ter vindo da literatura fantástica. Saramandaia, produzida e exibida pela Rede Globo, é a releitura da cultuada obra homônima de Dias Gomes que narra a disputa política entre os tradicionalistas bolebolenses (afinal, a cidade se chama Bole-Bole) e os visionários saramandistas. Entre erros e acertos, a nova versão do clássico é puro entretenimento.

Produção caprichada

A nova versão do clássico de Dias Gomes ganhou uma produção caprichada, apostando em uma fotografia com cores vivas, efeitos especiais constantes e bem realizados, além de nomes fortes no elenco. O roteiro também não fica por menos e traz o realismo fantástico para discutir temas facilmente identificados na sociedade brasileira.

Personagens mágicos, dramas reais

Em que outro programa da TV aberta nacional encontramos personagens alados, lobisomens, gente que explode e até quem solte formiga pelo nariz? Fica ainda melhor quando percebemos que tais personagens vêm com uma camada de dramas e sentimentos completamente reais, e mais importante, atuais.

Tudo o que João Gibão (Sério Guizé) e o Professor Aristóbulo (Gabriel Braga Nunes) desejam é viver em uma sociedade tolerante. Os personagens enfrentam uma verdadeira jornada de auto-aceitação até se sentirem confortáveis para mostrar quem realmente são. Gibão tem vergonha de assumir que tem asas, tanto que o fez apenas para os mais próximos. Já o personagem de Braga Nunes não teve escolha e foi obrigado a sair do armário em público. A transformação do professor em lobisomem deixou os bolebolenses de queixo caído, e rendeu a bela cena em que sua mãe Dona Pupú (Aracy Balabanian) diz que o filho precisa se aceitar. “Você tem que se aceitar como você é! Você tem que se amar como você é!”

Tem vocabulário próprio

Com tantos personagens cheios de ‘diferencices’, não é de se estranhar que até o vocabulário deles seja tão próprio. O autor Ricardo Linhares aproveitou boa parte do vocabulário usado ‘pratrasmente’ na versão original (e que já havia surtido bom resultado em O Bem Amado, outra obra de Dias Gomes), e juntamente com sua equipe criativa bolou uma porção de novas palavras. Aliás, novas não. Como o autor mesmo já deixou claro, ele apenas muda a forma de dizer palavras que já existem, sem mudar o significado. O legal aqui é que tudo isso ajuda a estabelecer ‘deverasmente’ a identidade de Saramandaia, e ainda enfatizam que o fantástico pode sim se misturar com o realismo.

A eterna briga entre as famílias Vilar e Rosado

Será que todo folhetim precisa mesmo de romances intensos e vilões irredutíveis? E quando o grande vilão se relaciona com sua inimiga, como fica? A eterna briga entre as famílias Vilar e Rosado é uma trama esforçada, mas de tão tradicional faz com que a macrossérie perca parte de sua identidade quando precisa destacá-los. Ainda bem que o problema é corrigido mais para a reta final, quando o romance deixa de ser segredo e as tramas paralelas se cruzam.

Personagens que ficaram na promessa

É uma pena ver a talentosa Leandra Leal presa a uma personagem tão unidimensional. Com uma veia revolucionária, sua Zélia Vilar tinha tudo para ser um dos pontos mais altos da trama, mas acaba se mostrando apenas uma jovem revoltada que, de tão alienada, é irritante. Outro que poderia ter se desenvolvido melhor é Seu Encolheu, interpretado por Matheus Nachtergale — este dispensa apresentações. Encolheu nada mais é que o companheiro da icônica Dona Redonda, e só passa a ser valorizado pelo texto quando perde a amada.

Já em sua fase final, o último capítulo de Saramandaia vai ar na próxima sexta-feira (27).

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER