O seu piloto foi recusado pela emissora? Bem feito!

Certas coisas são destinadas ao fracasso. O mundo está cheio de exemplos. O LG Cosmos, a Fanta de Morango, a Seleção Brasileira comandada pelo Dunga, o CD do Roberto Justus e certos pilotos da próxima fall season. Não tem como errar. Já nascem mortas. E vou te ser sincero: acostume-se, o mundo é assim mesmo.

Você, que é fã assíduo do Box, já deve ter dado uma olhadela nesse instrutivo guia dos pilotos aprovados pelas emissoras americanas para a próxima fall season. Se ainda não fez isso, corre lá que está bom à beça. Eu mesmo aproveitei o ensejo para fazer algumas observações referentes aos pilotos aprovados e, principalmente, àqueles rejeitados. Vamos a elas?

A ABC, ao que tudo indica, vem com tudo. O que não quer dizer muita coisa, não é verdade? Afinal, faz um tempinho que a emissora vem devendo uma boa fall season e ainda carrega nas costas a foice que dizimou boa parte de suas comédias (que nem eram tão engraçadas assim e não farão falta alguma). Em uma vasculhada bem rápida pelos pilotos, o que chama a atenção é o número de spin-off. Tenho certo nojinho de spin-off e de remake. Mas eu esqueço que o povo é preguiçoso e prefere se apegar ao que já conhece que se aventurar em mares bravios do desconhecimento narrativo.

E eu simplesmente bato palmas de pé para a CBS como a jurada loirinha bateu palmas para a Susan Boyle. Nem investir na produção da série que tinha Rupert Grint como protagonista foi uma das decisões mais acertadas. Eita moleque chato! E os “pottermaníacos” que me desculpem, mas se querem verem o ator nas telas, vá comprar os boxes comemorativos da cinessérie em algum site de compras onlines. Melhor que ficar enchendo a paciência de quem deseja ver boas séries na TV, sem ter que aturar uma legião insuportável de adolescentes desocupados (Glee e The Vampire Diaries já preencheram a cota).

Ah, a CBS recusou também um spin-off do filme Um tira da pesada com o Eddie Murphy. Quem é das antigas se lembra desse clássico da Sessão da Tarde. Resgata aí a música pros novinhos conhecerem do que eu estou falando.

E esse saxofone, não, meu povo? Ainda bem que a Lady Gaga fez o desfavor de ressuscitar o instrumento, mas como ninguém comprou o último álbum dela, a estratégia não deu muito certo. Mas porque eu achei bem feito a recusa do piloto? Muito simples: a presença de Eddie Murphy. O ator viveu a personificação da máxima “como-perder-um-Oscar-praticamente-ganho-por-Dreamgirls-fazendo-uma-comédia-escrota-chamada-Norbit”. Depois dessa tremenda defecada na carreira, a recusa da CBS foi extremamente sensata.

#EddieMurphyFeelings

Mas vamos falar sobre aquela emissora que “todos nós amamos” odiar e meter o pau?

Às vezes eu me pergunto o que se passa na cabeça de um Produtor Executivo para levar ao fim determinados roteiros. Por exemplo, veja o caso de The Tomorrow People. Um grupo de jovens de várias partes do mundo que representam o próximo estágio na evolução dos seres humanos por possuírem poderes como teletransporte e telepatia, trabalharão juntos para lutar contra as forças do mal.

SÉRIO QUE EU LI ISSO? O riso foi involuntário. Parece sinopse de filme B com baixo orçamento, roteiro ruim e roteiros sofríveis. Ei, mas esperem aí. É justamente nisso que a CW é especialista. Lembro-me de como os efeitos especiais porcarias me incomodavam em séries que pediam um bom uso do recurso. A presença de Julie Plec, que enterrou a quarta temporada de TVD, só reafirma a certeza de merda vindo por aí. E quanto mais porcaria, maior o público jovem prestigiando. Afinal de contas, fast food, apesar do baixo teor nutritivo, transforma cadeias de lanchonetes em grandes corporações. Eita juventude transviada!

E eu nem vou me atrever a falar sobre The Originals. Sabe o refrigerante Dolly? Eu acho ruim, mas sempre que vou ao mercado, tem garrafas e garrafas do mesmo. Significa que alguém está consumindo.

Mas a prova de que ainda existe vida inteligente dentro do CW é a não encomenda de The Selection. Graças a Deus, alguém lá dentro deve ter dito: “Chega! Para, tudo tem um limite”. Bem feito mesmo, pirralhada que movimenta redes sociais. Junto com ela, a Fox também mostrou certo juízo em recusar Delirium. Lá na Fox deve ter alguém que disse: “Pelo amor de Deus, galera, não vamos nos transformar em um novo CW”.

Era isso. Se o seu piloto, voltado para jovens adultos ou adolescentes ociosos, não foi aprovado, só posso dizer uma coisa: BEM FEITO!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER