O workaholic Aaron Sorkin

Ficha Corrida

Nome completo: Aaron Benjamin Sorkin

Idade: 51 anos

Signo: Gêmeos

Estado civil: Divorciado

Queria ser… ator

Marca registrada: Aparece como figurante em cenas de bar de suas obras

Altos e baixos de um grande contador de histórias

Aaron Sorkin nasceu em Manhattan no dia 6 de junho de 1961, filho de uma professora e um advogado que lutou na II Guerra Mundial. Sua irmã e irmão mais velhos seguiram os passos do pai na hora de escolher suas carreiras, mas Aaron, desde cedo, demonstrou um interesse pelos palcos, começando pelo clube de teatro da escola.

Em 1979, ele entrou na Universidade de Syracuse para estudar Artes Dramáticas, mas logo em seu primeiro ano, teve um revés ao não passar em uma das matérias obrigatórias para quem quisesse participar dos espetáculos. Apesar da decepção, Aaron não desistiu e, em 1983, ele saiu de lá com seu diploma de Teatro Musical debaixo do braço.

Decidido a fazer sucesso nos palcos da Broadway, Sorkin se mudou para Nova Iorque e aceitava qualquer trabalho para se sustentar. E quando eu digo qualquer um, quero dizer que ele fazia de tudo mesmo. Ele foi entregador de telegramas musicais, motorista de limousine, guia de viagem pelo Alabama para uma companhia de teatro infantil, entregador de panfletos, etc. Entre tantos trabalhos inusitados, foi em um dia de folga que ele encontrou sua verdadeira vocação ao se sentar diante de uma máquina de escrever.

Sua primeira peça, Removing All Doubt, foi montada por alunos de sua antiga faculdade depois que seu professor ficou impressionado com o material . A segunda, Hidden in this Picture, estreou nos palcos off-off-Broadway, em 1988. Esses seus dois trabalhos renderam-lhe um agente. E sua reputação na cena teatral de Nova Iorque crescia a cada dia…

A ideia para seu primeiro roteiro de sucesso veio de uma conversa com sua irmã, que acabara de ser contratada por uma comissão de advogados da Marinha e defenderia um grupo de Marines que quase matou outro sob as ordens de um superior. Pela descrição, talvez você já tenha sacado que estamos falando de A Few Good Men, que depois de estrear nos palcos em 1989, virou o filme Questão de Honra, estrelado por Jack Nicholson e Tom Cruise, em 1992.

Isso marcou o início do contrato entre o autor e a Castle Rock Entertainment, que também rendeu os roteiros de Malícia e Meu Querido Presidente. Os três filmes juntos renderam aproximadamente US$ 400 milhões no mundo todo. Ah, sim, foi nesta época também que Aaron conheceu sua futura esposa, Julia Bingham, uma advogada da Castle Rock com quem ele se casou em 1996.

Quando ele estava trabalhando no roteiro de Meu Querido Presidente, ele teve a ideia de contar a história dos bastidores de um programa esportivo. E quando não conseguiu estruturar a história para um filme, resolveu transformá-la em uma série de TV. Nascia assim Sports Night, série da ABC que estreou na fall season de 1998. Ela foi um sucesso de crítica, mas acabou sendo cancelada após duas temporadas por conta da baixa audiência.

Eu amo escrever, mas odeio começar.”

A série mais bem sucedida de Sorkin, porém, nasceu de seu desespero. Em 1997, ele foi para uma reunião com o produtor John Wells totalmente despreparado e, em pânico, lançou a ideia de uma série centrada em uma equipe da Casa Branca, usando ideias que sobraram do roteiro de Meu Querido Presidente. A ideia colou e, apesar da relutância inicial da NBC por conta do escândalo Monica Lewinsky, The West Wing estreou em 1999 e, logo em sua primeira temporada, recebeu 9 Emmys, marcando um recorde de prêmios para uma única temporada.

Quando tudo parecia bem para Sorkin, sua vida virou de ponta-cabeças. Ele, que desde 1987 lutava contra as drogas, teve uma recaída e foi preso no aeroporto de Burbank, na California, com cogumelos alucinógenos, maconha e cocaína, sendo, posteriormente, condenado a frenquentar um programa anti-drogas. A história foi altamente comentada na época, rendendo até piada no Saturday Night Live, mas o roteirista se recuperou e está limpo até hoje. Infelizmente, seu casamento não suportou essa fase e ele se divorciou em 2005. Ele e Julia tiveram uma filha, Roxy, em 2000.

Com visões políticas bastante fortes, em 2002, Aaron ganhou as manchetes mais uma vez ao criticar o colega de emissora e apresentador de telejornal Tom Brokaw por apresentar um segmento chamado The Bush White House: Inside de Real West Wing. A pedido do presidente da NBC, ele se desculpou, mas depois disse que deveria haver uma diferença entre o jornal e sua série.

Polêmicas a parte, um ano depois, Sorkin já trabalhava em seu próximo projeto para TV. Sob o nome de Studio 7 on the Sunset Strip, a série foi comprada por um valor recorde pela NBC, depois de uma disputa acirrada com a CBS. Segundo o autor, a trama tinha elementos auto biográficos e era baseada em pessoas reais, mas apenas usava isso como ponto de partida para mostrar os bastidores de um programa de comédia.

Studio 60 on the Sunset Strip estreou em setembro de 2006, atraindo mais de 12 milhões de espectadores. Infelizmente, a série não segurou essa audiência e ainda sofreu com críticas negativas na imprensa e na internet. Depois de dois meses de intervalo, a emissora transmitiu o seu series finale em 28 de junho de 2007.

Aaron caiu na “boca do povo” de vez em 2010 ao escrever o roteiro do sucesso A Rede Social. O filme que conta a história da criação do Facebook rendeu mais de US$ 22 milhões em seu fim de semana de estreia só nos Estados Unidos e ganhou três Oscars, incluindo o de Melhor Roteiro Adaptado para Aaron, que também levou o BAFTA e o Globo de Ouro por este trabalho.

Atualmente, seus fãs estão na expectativa pela estreia de The Newsroom, a nova série na HBO que mostrará os bastidores de um jornal. Alguém duvida que ela terá uma ótimo roteiro?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER