OITNB 3×07 — Tongue-Tied

EPISÓDIO TONGUE-TIED MOSTRA O PROBLEMA DE GUARDAS DESTREINADOS E O RETORNO DE RED PARA ONDE ELA SEMPRE SONHOU.

S-s-s-eu f-f-f-f-filho d-d-d-a p-p-p-puta!” — ROMANO, Norma

Então, Norma não é realmente muda. Na temporada passada (ou na primeira, não lembro exatamente) houve um episódio em que ela cantou lindamente em uma festa de Natal. Com Tongue-tied (O Gato Comeu) vemos Norma falar mais uma vez e sua única frase no episódio é memorável.

A trama de Norma foi uma das que mais gostei até agora, apesar de ela provavelmente estar presa pelo assassinato do Guru Mack. Norma é aquele tipo de personagem que é abusado e acuado durante toda uma vida até perceber que, mesmo não falando, pode ter vida própria. Ela já havia abandonado Red uma vez na temporada passada e decidiu voltar. No entanto a russa, que é realmente uma amiga muito mandona, conseguiu afastar Norma de novo.

Red perde uma grande companheira, e não por causa da suposta magia que Norma é capaz de fazer, mas sim pelo carinho que uma nutre pela outra em um ambiente tão hostil.

Tongue-tied

A parte mais interessante do plot de Norma é o círculo completo que ele cria. Vemos a menina inocente, com os olhos tristes, que decide ter fé em um guru charlatão. Vemos ela se tornar uma de suas preferidas. Vemos ambos envelhecerem e ficarem sozinhos e ela lá, fiel, mesmo com a poligamia do marido. Vemos ela finalmente se enchendo dele. Vemos ela se tornar um guru para um bando de moças que precisam de algo para acreditar e, finalmente, vemos Norma novamente feliz.

Gostei realmente de como a vida de Norma foi contada e da pessoa que ela é. E gostei ainda mais da atuação extremamente expressiva de Annie Golden, a Norma atual, e Kristen Parker, a Norma jovem. Incrível como ambas se expressaram bem, mesmo sem terem mais que uma linha de texto para falar.

Por outro lado temos Crazy Eyes começando a fazer sucesso com seu bizarro conto erótico. A frase de justificativa que ela solta para Berdie é hilária e, estranhamente, me fez pensar na poligamia do Guru Mack:

São duas pessoas se conectando. Com outras quatro pessoas e aliens.” — WARREN, Suzanne “Crazy Eyes”

Sem a história dos aliens, claro.

Piper, mantendo o hábito de aparecer com certo destaque em todos os episódios (assim com Suzanne), é usada como alívio cômico em Tongue-Tied. Sua ideia de vender calcinhas usadas na internet é engraçada, nojenta e esquisita. Gargalhei quando Cal começou a dar uma verdadeira aula para a irmã sobre a indústria de cheiradores de calcinhas, mas acho, sinceramente, que esse contrabando estranho vai dar problema

O mais interessante foi ver Alex se movimentando novamente para ser o cérebro do esquema, como provavelmente ela fazia quando traficava, e tentando seduzir o guardinha novo para coloca-lo no negócio.

A trama dos guardas ficou mais interessante agora que os novos estão chegando. O guarda Bailey já foi garantia de ótimos momentos, porque o moleque é muito perdido. A cena do gás de pimenta e da consequente bronca de Caputo foi genial, praticamente um pai dando bronca nos dois filhos pequenos.

Esse plot dos guardas nunca ganhou muito do meu interesse, mas é inegável que interfere no dia-a-dia das detentas, então é algo a ser observado. Com a adição de novos personagens espero que melhore, pois é um grupo sem carisma, especialmente depois da saída de Pornstache e do desaparecimento de Bennet.

Por fim, vemos Red finalmente voltando para o lugar em que mais deseja estar: a cozinha de Litchfield e de volta ao comando. Claro que as coisas não seriam do jeito que ela sonhou, tendo em vista que agora toda a comida de Litchfield é industrializada e ela não vai precisar cozinhar mais nada, só requentar e pronto. Um duro golpe pra ruiva, que manipulou Healy e contou com uma bela ajuda do filho de Gloria para voltar ao seu posto de comando.

Ainda acho que está faltando uma trama principal à temporada, para dar liga. Talvez o lance da Stella se desenvolva melhor e não dá pra negar que a venda da penitenciária é uma trama “grande” mas, sinto dizer, a Vee faz falta. Desde a saída de Nicky, não sinto mais aquela preocupação com o destino das presas que restaram, como se nada de ruim fosse acontecer a elas. Sinto falta de tensão em Orange is the New Black.

Tongue-tied foi melhor que Ching Chong Chang, mas ainda espero essa temporada mostrar a que veio.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER