OITNB 3×09 — Where My Dreidel At

Episódio Where My Dreidel At traz a história de Leanne e novo triângulo amoroso para OITNB.

As vezes a maior gentileza é deixar as pessoas irem.” TAYLOR, Leanne

Em mais de trinta episódios assistidos de Orange is the New Black, eu jamais esperava um focado em Leanne. Ela e Angie sempre foram incógnitas para mim e não cheguei a considera-las dignas de um episódio próprio. Obviamente estava enganada.

A trama de Leanne é interessante, mas é um carro chefe fraco para um episódio que tem pelo menos três outros plots mais relevantes.

Where My Dreidel At nos apresenta uma Leanne jovem e confusa que, depois de conhecer a vida do lado de fora, resolve que nasceu para ser amish e se sente em casa com todas as regras que a conservadora religião impõe. Sua doutrinação explica muito de suas reações e tentativas de arrumar várias regrinhas para as seguidoras de Norma. Ela cresceu cercada de limites e é com esse tipo de vida que ela sabe lidar.

oitnb 3x9

O problema é que ela está cercada de pessoas diferentes e encontra na super livre e tagarela Soso sua nêmesis. Soso nem tem ideia do quanto incomoda Leanne e, mesmo quando percebe, não consegue mudar seu jeito desencanado. O que, claro, só serve para irritar ainda mais a loirinha, que simplesmente não sabe lidar com gente que não leva tudo a sério.

Ainda com foco religioso, vemos a brava tentativa de algumas das de tentas em manter seu padrão kosher de refeições. As respostas no teste judeu são hilárias, com especial destaque para Cindy e Lolly. Juro pra vocês que eu achava que Lolly era mesmo judia e soltei umas risadinhas ao ver que isso também era invenção.

Eu não consigo considerar Lolly perigosa, mas como em Orange is the new Black nada é o que parece, pode ser que ela seja realmente uma emissária de Kubra e apenas esteja se fazendo de maluca, para enganar Alex, ou algo do tipo. A cena do sumiço do pedaço de vidro foi bem suspeita, mas ainda assim penso que podem haver mais motivações por trás disso tudo.

Já Alex está tão neurótica em relação a Lolly que não consegue ver que Piper está se interessando por Stella bem debaixo do seu nariz. Engraçada essa reação da Piper porque ela fez todas as tramoias possíveis pra trazer a ex de volta pra prisão e agora que Alex voltou ela simplesmente arrumou outra menina, isso no momento em que Alex está mais frágil e precisando de apoio. Acredito que esse plot especificamente serve pra mostrar o quanto a prisão mudou Piper. Antes ela era inocente e toda preocupada em não se tornar uma daquelas mulheres e agora definitivamente ela se tornou uma daquelas mulheres.

E mesmo com a adição de Stella a linha narrativa de Piper é a mais fraca em três anos de série. Não vou me estender falando que a personagem perdeu a relevância pois isso já foi exaustivamente discutido aqui e vocês já sabem qual a minha opinião sobre isso.

Quanto a Sophia e Gloria, pela primeira vez em toda a série a atitude de Sophia me desapontou. Ela é uma das minhas personagens favoritas e é a representante máxima de gente que tem que passar a vida lidando com preconceito. Qual não é a surpresa ao notarmos que nem ela está livre do pensamento preconceituoso. É fácil julgar Benny e imaginar que ele é a causa da falta de educação de Michael, já que o filho de Gloria adora um palavrão e não tem uma mãe dedicada em casa vigiando cada passo seu. Difícil é notar que Michael é um pestinha insuportável e mal educado, independente da dedicação com Crystal o cria.

Temos ainda Pennsatucky se envolvendo em um rolo muito confuso com o guarda dos Donuts. A história dos dois estava engraçadinha, até a humilhante cena do lago. Não sei se alguém achou graça daquilo, mas eu achei doentio e considerei um aviso da produção, um aviso de que essa história não é tão fofa quanto pareceu de início.

Outra coisa que me chocou na cena foi a imobilidade da detenta enquanto Coates a beijava apaixonadamente. Não sei se aquilo demonstra frieza, medo ou satisfação. Teremos que esperar o desenvolvimento do plot para ver no que isso dá.

Por fim, temos os dois pontos engraçadinhos de Where My Dreidel At, com Red surtando com a possibilidade de as pessoas sequer cogitarem a ideia de ela ser responsável pela lavagem que todas tem que comer agora e Suzanne recebendo investidas discretas mas evidentes de uma de suas fãs mais ardorosas. Particularmente, fiquei meio confusa com a reação assustada de Crazy Eyes, tendo em vista sua fixação por Piper na primeira temporada. Com o sucesso de Uzo Aduba, os rumos da personagem devem ter mudado ao longo do tempo, pois o susto dela com a cantada da loirinha inominada não combina com o machão que chamou Piper de esposa sem nem pestanejar.

A série entrou em seu arco final e já deu pra perceber que a ideia agora é encerrar os plots já desenvolvidos. Espero momentos relevantes entre Sophia e Gloria, e em relação ao triângulo amoroso Piper/Alex/Stella. Além disso, devemos ter algum breaking point na questão da venda da prisão que, por mais morno que tenha sido, definitivamente foi o plot da temporada.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER