Os Instrumentos Mortais: Cidades dos Ossos (2013) é fraco mas vale a pena conferir

Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos prometia ser um grande sucesso, mas falhou ao apresentar um elenco fraco.

Infelizmente meu único e verdadeiro amor, continua sendo eu mesmo.” — WAYLAND, Jace

Em meio a diversas adaptações cinematográficas que tem como base livros juvenis, Os Instrumentos Mortais: Cidades dos Ossos consegue se diferenciar dos demais ao optar por focar mais na mitologia no que na relação amorosa entre os protagonistas.

Na trama conhecemos Clary Fray (Lily Collins), uma garota que vê sua vida virar do avesso quando presencia um assassinato em uma boate. Após o ocorrido a jovem se vê em meio a uma guerra entre mundos que ela desconhecia, e Clary acaba descobrindo que na verdad é uma Caçadora de Sombras como sua mãe, que agora precisa desvendar os mistérios de seu passado para ajudar a encontrar sua mãe que está desaparecida.

O filme é uma adaptação do livro homônimo escrito pela autora Cassandra Clare, e assim como outros sucessos juvenis, a história é dividida em uma série de livros. Ao todo temos um total de 6 livros que acompanham a saga de Clary e dos Caçadores de Sombras.

O universo criado na história é muito bacana e funciona muito bem para o público alvo. Temos todos os elementos presentes em tramas juvenis como: a mocinha sem graça que descobre ser uma heroína, o nerd e melhor amigo que é apaixonado pela mocinha e o herói bonitão que carrega um certo ar de melancolia e é o par perfeito para a mocinha.

os instrumentos mortais: cidades dos ossos- adaptação de uma famosa série de livros juvenis.

Apesar de ter todos os elementos que garantem o sucesso, o filme acaba sendo fraco por ter atuações muito rasas. Grande parte do elenco é composta por novos atores, e suas atuações não transmitem as emoções necessárias para nos apegarmos aos personagens. O mocinho interpretado pelo ator Jamie Campbell Bower (Jace Wayland) falha muito em seu papel de ser o herói. Suas caras e bocas não convencem, e ao contrário de mocinhos de outras histórias, Jace acaba sendo um personagem esquecível.

Quem acaba levando o filme nas costas é realmente a protagonista, interpretada pela atriz Lily Collins, que ao contrário de seus colegas, conseguiu captar a essência da personagem e fez muito bem o papel de Clary Fray. Também podemos destacar a atuação do ator Robert Sheehan que interpreta Simon Lewis, o melhor amigo de Clary. Fica fácil torcer para Clary escolher ele ao invés de Jace, pois a química dos dois funcionou muito mais — digamos que eles formaram um casal mais “shippável” na tela.

Os pontos altos do filme sem dúvida são as caracterizações dos personagens e a profundidade que deram ao universo criado pela autora. Como já foi dito anteriormente, o foco do filme acaba sendo toda a história dos Caçadores de Sombras e a evolução da personagem principal, e isso foi ótimo pois ficou mais fácil para entendermos a história e para sermos inseridos nesse universo.

Recheado de cenas de lutas e com uma pegada mais gótica e sombria, Os Instrumentos Mortais: Cidades dos Ossos, consegue ser uma boa diversão, mas não chega a ser uma ótima adaptação. O filme, que tinha tudo para ser um sucesso, acabou falhando por não ter entregado boas atuações, mas não é de todo ruim e merece uma chance.

Para os fãs da história que não gostaram muito do filme, fiquem ligados pois o livro está sendo adaptado para uma série de TV e tem sua estreia marcada para o início do próximo ano.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER