OUAT 1×12 — Skin Deep

“Meu poder significa mais para mim do que você.” — Rumplestiltskin

Nossa, esse episódio me fez pensar várias coisas mas, o mais importante é que, no final, eu quase dei um salto! É muito claro que Once Upon a Time está na fase do “erro e acerto”, tentando encontrar a melhor maneira de fazer seus episódios. Apesar dos desse ano terem sido os mais fracos até agora, ouso dizer que Skin Deep foi o melhor de 2012 até agora. Mas vamos lá!

O personagem da semana foi Belle (de A Bela e a Fera), interpretada pela Emilie de Ravin, uma das mulheres mais bonitas da TV — com ajuda do sotaque australiano. É claro que Rumplestiltskin se envolveria na história dela, mas eu realmente não esperava que ela seguisse esse caminho romântico.

Mesmo assim, tudo andou como esperado até sermos apresentados a um final trágico para a princesa. O mesmo acontece no mundo real. Por falar no Rumple, o Sr. Gold finalmente começou a ser explorado, e de uma boa maneira. Novas relações com novos personagens e, principalmente, uma nova faceta para aquele cara misterioso. Quando ele sequestra o pai da Belle no mundo real e tortura o cara, a gente percebe que ele realmente tinha sentimentos por ela. E acompanhando a história nos Contos de Fada, ficamos sabendo que ele ainda guarda dentro dele aquela tristeza pela perda do filho, um assunto que discutimos alguns episódios atrás.

Agora, tão frustrante quanto descobrir que Rumplestiltskin mora em um castelinho chique e bonitinho e fica o dia todo brincando de tecer fios de ouro foi o fato da história de Mary Margareth e David voltar ao ponto morto. Pelo amor de Deus, ou faz a história andar, ou deixa os dois de lado por um tempo, não é? A gente precisa lembrar que, apesar deles serem muito importantes, eles não estão realmente envolvidos na trama toda e a personagem principal é a Emma, que muitas vezes, fica de lado. E aquela cena do David entregando para Mary Margareth o cartão de dia dos namorados que ele ia mandar para a Catherine? Eles mereciam melhor que isso. Até porque ele não tinha motivos para estar com o cartão da Carethine com ele. Ficou muito forçado para criar uma situação que já era óbvia.

O que acabou salvando o episódio foi a participação da Rainha Má. Percebemos que a luta de forças entre ela e Rumple é o ponto forte das maldições que temos na série. Nesse episódio, ela (e, principalmente, nós também) descobre de vez que o Sr. Gold realmente se lembra do mundo dos Contos de Fada. Ele mesmo fala para Regina que o nome dele é Rumplestiltskin. E apesar do Sr. Gold ainda parecer estar um passo à frente, mesmo tendo sido preso por Emma, Regina tem umas boas cartas na manga, tendo manipulado Belle para destruir o relacionamento da bela moça com a “fera” (Rumple! Quem diria…) e fingir a morte dela.

Nas cenas finais, quando descobrimos que Belle está viva no mundo real e se encontra presa no subsolo do hospital a pedido de Regina, é que a gente percebe, mais uma vez, até onde ela está disposta a ir para controlar todos. Aquele final me lembrou demais os finais de episódio marcantes de Lost, quando uma revelação fazia você saltar da cadeira e xingar o fato de faltar uma semana para o próximo episódio. O que eu gostei disso é que a série começou a tomar um rumo diferente. A presença de Belle ali, presa, é um novo caminho a ser tomado nos próximos episódios e, graças a Deus, a garantia de que Emilie de Ravin voltará à série. Sua personagem se tornou a chave para o cabo de força que existe entre Regina/Rainha e Sr. Gold/Rumple.

Espero que eles saibam aproveitar essa nova rota de fuga para dar um novo ar para a série e fugir dos roteiros cíclicos que já estão cansando. O problema é que, enquanto eles se focam nessa nova fonte de histórias, eles deixam outras completamente de lado. O que aconteceu com o Sr. Estranho? E com Sidney? E com Henry? E não vemos Archie, o psicólogo, desde o episódio cinco! É uma pena que eles não saibam organizar e aproveitar tantos personagens interessantes. Tomara que isso se acerta até o fim da temporada.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER