OUAT 1×15: Red-Handed

“Eu deveria estar lá fora tendo aventuras com lêmures!” — Ruby

Once Upon a Time, com histórias independentes quase todo episódio, parece estar girando em torno de um ponto específico — o final da temporada — e só me resta acreditar a partir de agora que essa rota está se aproximando lentamente para o centro e no final tudo fará sentido. É claro que é legal acompanhar alguns personagens que nós aprendemos a gostar desde criança, mas as vezes é difícil perceber a utilidade dessas histórias no desenrolar dos mistérios e objetivos principais da série.

Essa semana acompanhamos ninguém menos que Ruby, que nos Contos de Fada é a querida Chapeuzinho Vermelho. Vou chama-la de Red, porque é assim que ela mesma se chama durante o episódio. Apesar da história dela parecer bastante independente, foi uma boa história. Além disso, Meghan Ory é simplesmente linda de morrer. Cada roupinha que ela usa no mundo real…

Mas, ok, vamos focar aqui. Por algum tempo não pude deixar de lembrar do filme recente A Garota da Capa Vermelha, que é muito ruim, mas que é (eu acho) a última adaptação da mesma história. Red é apaixonada pelo filho do ferreiro, por exemplo, e o Lobo Mau está mais para Lobisomem. Só que Once Upon a Time fez muito melhor que o filme, e trouxe cenas realmente macabras, com a água do poço vermelha de sangue e pessoas mortas na neve.

É claro que houve problemas nesse roteiro. Lobo virando humano já de botas? Ele pelo menos podia voltar sem a bota. E por que os caçadores não pensaram em procurar o lobo de manhã, igual a Red? Se eles são caçadores treinados, deveriam ter pensado nisso, não é? Meses e meses tentando caçar o lobo e não aprenderam nada…

Acho que a melhor parte ficou para o suspense sobre quem seria o lobo. Todo mundo já imaginava que o Dr. Whale fosse o Lobo Mau. Falavam isso desde os primeiros episódios, quando ele ficava de olho na Ruby, e eles brincaram com isso nesse episódio. Por um tempo pensei também que eles tentariam fingir que o David é o Lobo Mau, mas serviu bem para dar andamento ao sumiço de Kathryn. E então, a gente descobre tudo! Admito que achei muito legal a ideia da própria Chapeuzinho Vermelho como Lobo Mau. Por que não? Todo mundo já pensou em algo assim. O que me incomodou nisso foi várias pessoas terem morrido em uma noite em que a Vovó passou acordada vigiando o quarto da Red. Ninguém tentou explicar isso, não é? Mas foi muito legal ver a velhinha com uma besta na mão e a casa preparada para um ataque.

Enquanto isso, no mundo real, não sabemos ainda como esse fato pode afetar Sotrybrooke. Se Ruby for uma faca de dois gumes, ela pode acabar fazendo besteiras por aí sem querer. Eles tem que dar um jeito de aproveitar isso, mas nesse episódio se limitaram a usar os sentidos aguçados dela para achar o David na floresta.

Falando nisso, não entendi direito aquela cena da Mary Margaret com o David na floresta. Achei confuso. Vamos combinar que Emma já deveria ter feito buscas no mato e não seria a Mary Margaret, toda princesinha com o guarda-chuvinha florido, que iria descobrir o mistério. Só que aí a envolvemos no suspense todo, por causa das digitais dela ao redor de um coração humano. É claro que ninguém acredita que seja ela ou David. É só mais uma história que caminha em direção à exposição de Regina Mills como a malvada da história toda. Pelo menos nós continuamos com boas atuações e Josh Dallas (o David) esteve muito bem, no seu drama pessoal, e nós vimos um pouco mais de Henry, que anda desaparecido.

Por fim, não acreditei muito na bobeirinha do final, quando Ruby resolve voltar para o café da Vovó. Mas acho que vale, não é? Era esperado. Ela conheceu os lêmures dela e, claramente, quer (ou tem que) seguir os passos da avó. Eu realmente espero que eles aproveitem essa Ruby/Loba de alguma maneira no mundo real. Veremos!

E vocês, gostaram do suspense e da surpresa da semana? Deixem comentários abaixo!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER