OUAT 1×17 — Hat Trick

“Você está louca?!” — Chapeleiro Louco

Como a gente já tinha sido avisado, essa semana foi o episódio do Chapeleiro Louco. E apesar de uma bobeirinha ou outra, foram até bons 40 minutos de série.

O Chapeleiro é interpretado pelo ator convidado Sebastian Stan (Gossip Girl, Capitão América), que proporcionou bons diálogos e ótima interpretação. Gostei muito das conversas do Jefferson (o nome real do chapeleiro) com Emma. É interessante saber que tem mais gente que sabe o que está acontecendo e disposta a fazer as coisas voltarem ao que era antes da maldição. E o personagem é interessante também. Seria legal se ele ganhasse destaque a partir daqui, dar um ar de magia e loucura para Storybrooke, mas parece que isso não vai acontecer.

Agora, Emma deveria ser esperta, mas ela só dá mancada a cada episódio. Tipo ser pega pelo maluco perdido na floresta. E também, por que não quebrar o vidro da casa dele e fugir? Quando ela encontra Mary Margaret também amarrada na casa dele, quase gritei QUEBRA O VIDRO! Que plot nada a ver. Isso é que é manipular uma história para ela seguir o caminho que se quer. Por fim, se o cara é tão espertinho, como ele deixa a xícara dando bobeira do lado de Emma? Tudo muito suspeito.

Pelo menos, vimos que o Chapeleiro odeia o País das Maravilhas e só foi lá por causa da Rainha Má. Falando nela, preciso destacar duas coisas: a) os decotes dela são o máximo!; e b) Jefferson a chama de Regina! E a Rainha de Copas diz que a Rainha Má “não é rainha, o nome dela é Regina”… mas o nome Regina vem do latim e significa exatamente rainha, então… ahm… “off with his head!”. É importante notar, porém, que ela trouxe o nome original dos Contos de Fada para o mundo real, assim como Jefferson faz questão de ser chamado de Jefferson, e chama sua filha de Grace, apesar de, no mundo real, ela se chamar Page.

Entre um chapéu e outro, gostei do clima sinistro da trilha. Achei que eles capricharam mesmo, aproveitando a loucura do homem. E gostei das belas notas “mágicas” que soam nas cenas em que ele encosta no chapéu. Visualmente, eu até gostei do País das Maravilhas, apesar de ser um cromaqui sem disfarce.

E falando no País das Maravilhas, adorei a ideia da Rainha de Copas guardar vários corações, assim como a Rainha Má (vale lembrar que, em inglês, o nome é Queen of Hearts, ou seja, Rainha de Corações).

Achei bem legal nós termos a chance de ver que Regina realmente gosta do pai dela, Henry. Ela chega a fazer uma cara muito triste, e quando ela diz que o Chapeleiro nunca deveria ter deixado a filha para trás, comecei a achar que o ódio pela Branca de Neve vai envolver alguma criança. Gostei também da historinha do Chapeleiro, sobre como ele tem que fazer um chapéu que funcione, para ele voltar para a Floresta Encantada. Agora, parece que o chapéu que Emma fez para Jefferson funcionou, só que ele acabou atravessando sozinho, né? Pelo menos, já é uma maneira de retornar ao mundo de fantasia.

Não caí pela história da Emma acreditando na história toda de Jefferson sobre os Contos de Fada, o livro de Henry. Ela é tão cética desde o começo — no final do episódio fez sentido, com ela olhando o livro, mas ali no meio, não tinha como achar que ela, por causa de um papo suspeito com um cara meio maluco, passasse a acreditar em tudo. Então fiquei feliz de ela tê-lo acertado na cabeça, mas não tão feliz com Mary Margaret chutando-o janela a baixo — foi um exagero. Tudo bem que ele desapareceu, mas agora ela será acusada de duas mortes? Ou eles vão ignorar o fato?

Por fim, o que acharam dessa história do Sr. Gold estar ajudando Regina a incriminar Mary Margaret e colocando a chave da cadeia na cela dela? Esse cara atira para todos os lados. Achava que estávamos esclarecidos quanto à disputa entre os dois, mas parece que tem mais coisas por vir!

Gostaram do episódio? Deixem suas opiniões abaixo!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER