OUAT 1×18 — The Stable Boy

“Uau, você é, com certeza, a mais bonita de todas!” — Branca de Neve para a Rainha Má

A primeira coisa que me fez feliz nesse episódio foi entender como foi que o Sr. Gold saiu da prisão, com o acordo que fez com Regina. Estava realmente incomodado com o fato deles terem simplesmente assumido que ele resolveu as coisas. É digno que eles expliquem a situação. Só não achei que ele precisaria da ajuda da Regina pra isso. Outra coisa que me fez feliz foi o retorno de Alan Dale que, dessa vez, ao invés de Rei George na Floresta Encantada, foi o Sr. Spencer, promotor, a entrevistar Mary Margaret. Só não gostei da entrevista em si, que não foi bem montada e o resultado final muito forçado.

Agora, Emma está cada vez mais desesperada e pediu ajuda até para August. Por sinal, aquele jornal que ele tinha na mão é um jornal que Mary Margaret segurava episódio passado — ou seja, ele é velho. Mas é sempre bom ve-lo. Ele, assim como o Chapeleiro no episódio anterior, traz um bom ar para a série. Enquanto os dois tentavam incriminar a prefeita, adorei a Emma dizendo para o Henry que esqueceu o livro de códigos secretos em casa, e não conseguia entender o “a águia está no ninho e o pacote está seguro”. Até dei risadas aqui. Só que era tão óbvio que Regina ia escapar de mais essa, que eu nem sei porque eles gastaram tanto tempo contando a história.

E por falar nela, Lana Parrilla mais uma vez domina o episódio. Essa semana ela fez de tudo, foi de um extremo ao outro, com belas interpretações. Ela esteve ótima como a Regina da fantasia, triste por causa da vida complicada com com Cora, sua mãe bruxa cruel (muito bem interpretada por Barbara Hershey). E a paixão com o cavalariço (foi a melhor expressão que achei para Stable Boy), bem digna de contos de fadas. Ela ficou bem como uma pessoa boa e cheia de amor no coraçãozinho, mas diria que ela combina mais com sua versão cruel.

A Branca de Neve novinha era meio gordinha e não me lembrou muito a querida Ginnifer Goodwin. Também não fiquei convencido com a atuação dela. E quando Regina salva a criança de um acidente com um cavalo, senti que forçaram a barra fazendo o pai da garota pedi-la em casamento. Afinal, o fato dela salvar a Branca de Neve não significa que ela realmente se importa com a garota — é apenas bom senso.

Agora, tão óbvio quanto Regina do mundo real sumindo com a pá que inocentaria Mary Margaret, foi a bruxa Cora matando o Daniel, senhor cavalariço (Noah Bean). Precisava enrolar tanto? Todo mundo sabia o que ia acontecer. E não fiquei convencido com a mudança repentina de Regina com a Branca de Neve. Achei que para alguém carinhosa e amorosa, ela mudou rápido demais — mesmo ela tendo perdido seu verdadeiro amor. E se ela já estava maquinando a morte da menininha, pelo amor de Deus, não precisava gastar tantos anos pra isso.

Diria que os melhores momentos do episódio foram as duas cenas de Regina com Mary Margaret, presa na cela — elas foram fantásticas! Acho que a prefeita nunca foi tão cruel, e Ginnifer Goodwin está ótima no auge da tristeza. Quando Regina passa a mão no rosto dela, e diz que ela merece aquilo, uau! A cara de Mary Margaret muda na hora. É lindo e muito bem feito. Só acho que se Emma deveria ter uma câmera na delegacia. Convenhamos: Mary Margaret já tinha fugido uma vez da prisão e, também, é sempre bom manter vigilância por ali. Uma câmera gravando tudo resolveria metade dos problemas de Storybrooke até agora, salvaria nossa princesa inocente e deixaria Regina e até o Sr. Gold nas piores situações.

Por fim, estava começando a achar esse episódio bem batido, apesar de tudo, quando de repente, BUM! Kathryn viva na última cena foi demais! Isso é que é “um pouco de magia”, heim, Sr. Gold? Tenho certeza que seu dedo está nessa. E agora, mesmo que não seja do jeito que eu gostaria, as coisas tenderão a mudar de rumo. Mal posso esperar! E vocês?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER