OUAT 1×20 — The Stranger

“E agora você está dizendo que eu tenho que salvar todo mundo. Isso é mais que ridículo”. — Emma.

The Stranger começou com várias dicas de quem o August é desde o primeiro momento. Também, com as possibilidades esgotadas no episódio passado, não tinha mais nada para enrolar. Gostei de como eles trouxeram de volta cenas do primeiro episódio e encaixaram os acontecimentos novos, de Geppetto e Pinóquio. Fiquei um pouco triste do Geppetto ter separado, sem o menor problema, a Branca de Neve de sua filha recém-nascida mas, de repente, é isso que é ser pai, não é? Colocar o filho acima de todas as coisas? Pelo menos, um bom pai? Não sei. Só sei que adorei as cenas dos Contos de Fada. Acho que um menino de madeira e peixes gigantes foi, para mim, o que teve de mais fantástico até agora na série — por mais estranho que isso pareça.

Outra boa junção com episódios passados foi a revelação de que August/Pinóquio é o garoto que achou Emma bebê quando ela passou para o mundo real. A missão que ele recebeu de protegê-la e fazer com que ela se lembrasse é muito grande para um garotinho de 7 anos e nem posso imaginar como é que ele se safou de todas as dificuldades. A série tenta dar uma explicada, mas não sei se acredito que o Pinóquio, tão pronto para ser bom e honrado, de uma hora pra outra larga Emma e foge com uns garotos quaisquer. Mas fiquei feliz da cena “estou com vontade de consertar coisas” no final. E também, não sei dizer porque o título da matéria no jornal era “garoto de 7 anos encontra recém-nascida” e não “garoto de 7 anos e recém-nascida são encontrados”. Afinal, nenhum deles tinha qualquer documento ou registro no mundo real.

Não sei dizer como o Sr. Gold descobriu que o August é o Pinóquio — será que é só porque o garoto estava faltando em Storybrooke? Não sei… Só sei que a cada minuto eu ficava mais ansioso para saber o que ele queria mostrar para Emma.

Nem tenho palavras para descrever o diálogo entre August e Emma entre as árvores onde os dois chegaram ao mundo 28 anos antes. Aquilo foi muito bom! Once Upon a Time faz um ótimo trabalho quando resolve desenvolver a história. Mas admito que fiquei confuso com essa coisa da Emma meio que acreditar não acreditando, e acho que entendo ela não querer salvar ninguém, porque foi essa personagem que a gente conheceu no primeiro episódio. Só imaginava que ela teria mudado um pouquinho até aqui.

Do lado oposto (o lado da Rainha Má), o que a Mary Margaret fala pra Regina é sensacional. Melhor parte do episódio. É quase como assistir a superarmadura dela começar a se despedaçar. O problema é achar que isso vai ficar barato.

Apesar de aprovar a atitude de nossa Branca de Neve, mas não sei se concordo com Henry encarando de vez a mãe adotiva como Rainha Má. Ele ainda vive na casa dela né? E depois, quando eles estiverem em casa juntos, como vai seria? “Sai daqui, bruxa má”? E essa jogada da Regina pra cima do David foi assustadora. O que mais faltava ela fazer contra a Mary Margaret? Eu sei que eu não resistiria — Já disse e repito que Lana Parrilla é sexy demais! David só mostrou que ele ainda tem um pouco de Príncipe Encantado e rachou mais um pouco da armadura da linda rainha.

E tenho certeza que não foi só eu que achei estúpida a ideia de Emma de fugir de Storybrooke com Henry. Regina está passando por dificuldades mas ela não vai facilitar algo assim. Por isso também tenho certeza que não vai dar certo e que eles terão que voltar e encarar a madame prefeita cara a cara. Mal posso esperar!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER