OUAT 1×22 — A Land Without Magic [Season Finale]

“Eu sou um fã do amor verdadeiro, querido, e mais importante: do que ele cria”. — Rumplestiltskin.

Gente, nem vou perder tempo: nossa, eu dei um grito quando vi o Caçador (o falecido Xerife Graham) salvar o Príncipe Encantado. Aquilo foi genial! Trazer o querido Jamie Dornan de volta para o último episódio… E logo antes eu estava murmurando reclamações sobre eles usarem tanto cromaqui. De repente, nada daquilo importava mais. O Graham é o máximo!

E o Rumplestiltskin agora luta com espadas! Senti falta dele daquele jeitinho engraçado — fazia tempo que ele não aparecia divertido assim, não é? E eu nem ia pensar que a solução para os problemas do mundo real seria a poção de amor que ele fez, nem que ela estaria em algum lugar do mundo real, então achei que foi uma boa escolha trazer o dragão para o mundo real, algo como “o último chefe” para a Emma lutar. Quando o Sr. Gold entrega a espada do Príncipe para Emma, eu parei pra pensar… se Regina precisa de coisas do outro mundo para conseguir usar magia no nosso mundo, era só ela assaltar a loja do Sr. Gold! A maior furada da série até agora foi dizer que a magia acabou no nosso mundo ao mesmo tempo em que disse que objetos vindos da floresta encantada guardam um pouco de magia… Como é que Regina pode dizer que a magia acabou quando ela tem um dragão escondido no subsolo da cidade? Ai ai…

Mas ainda bem que esse episódio foi sensacional e eu pude esquecer esses buracos. Só para começar: a Emma finalmente acreditou! Claro que eu queria que ela acreditasse logo, mas eu achei que foi rápido demais. Só porque o menino desabou? Não sei, ela nem refletiu sobre o assunto, mas foi bom, porque acho que não dava para ela passar mais um episódio inteiro até acreditar. A pena foi ver o August virando madeira completamente. Mas falarei mais sobre isso mais para frente!

Agora para salvar Henry, Regina e Emma formaram uma aliança improvável e tem que recorrer à única outra pessoa que sabe sobre magias no mundo real. Como a Emma sabia que era o Sr. Gold, eu não sei… Com as informações que ela tem, acho que ela deveria chutar o Jefferson, o Chapeleiro Louco, que também deu as caras mais uma vez! Eba! Agora quando Emma chegou lá no subsolo e achou o caixão da Branca de Neve, lembrei de That Still Small Voice e pensei que não era bem ali que esse caixão estava, mas tudo bem. Uma pela que Malificent não chegou a ver a luz do dia no mundo real. Ela seria uma ótima oposição à Rainha Má. E o que vocês acharam daquele dragão? Efeitos especiais em séries sempre poderiam ser melhores, mas, sinceramente, achei bom o suficiente.

Quando Henry morreu, eu achei que seria uma boa ideia deixar apenas o “legado” dele para a segunda temporada, o que garantiria a oposição entre Emma e Regina. Mas era claro que o Amor Verdadeiro traria o menino de volta, assim como a Branca de Neve voltou com o beijo do Príncipe, exibindo novamente as cenas do primeiro episódio da série.

Nem foi surpresa. A surpresa foi a maldição ser quebrada! Isso foi fantástico (sentiu o trocadilho?)! Eu estava conversando outro dia sobre ninguém saber como quebrar realmente a maldição, mas eu não poderia ter ficado mais feliz! Chorei demais com David e Mary Margaret se encontrando e se beijando! Cara, que demais! Eles só não mostraram o August deixando de ser madeira! Ele tinha que voltar à vida!

E achei demais que a Emilie de Ravin voltou (quantas belas participações nesse finale, heim!) e foi salva pelo improvável Jefferson, que queria causar uma guerra entre o Sr. Gold e Regina. De começo, não entendi o que o Sr. Gold pretendia fazer com a poção de amor, já que ele não sabia da Belle, mas não poderia ter ficado mais animado do que fiquei quanto ele trouxe a magia para o mundo real! Por um momento, quando ele disse que aquele poço traria aquilo que alguém perdeu, eu achei que ele buscaria o filho dele, que ele tanto sente falta, mas, para que, não é? Quem precisa de filho quando tempo poder? (BWAHAHA!) Medo da nuvem rosa e do relógio chegando às 8:15, como no primeiro episódio!

Agora, a principal pergunta para a temporada seguinte é: será que todos voltarão a ficar presos na maldição (digo isso por causa do relógio) e esquecerão tudo novamente? E será que Emma, que dessa vez estava lá no meio, também ficará presa? Mas, se essa nova nuvem só trouxer a magia para o mundo real, então eu consigo ver o Sr. Gold como o verdadeiro vilão da segunda temporada, e também consigo ver novamente a improvável aliança entre Regina e Emma para derrotar um inimigo comum.

A outra grande pergunta é: quem é que o Dr. Whale é nos contos de fada?! Haha! Depois que a maldição foi quebrada, ele se sentou e ficou com cara de “e agora?”. Queria que eles tivessem dito quem ele é… droga. Acho que preciso esperar a temporada seguinte.

Até lá, amigos! Obrigado por nos acompanhar durante toda a temporada! E não deixem de comentar esse final maravilhoso aí em baixo!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER