OUAT 4×04 — The Apprentice

O amor é uma arma, queridinha. Sempre foi. Mas apenas, pouquíssimas pessoas sabem como manejá-lo.” Rumplestiltskin

E eu pensando que o episódio seria completamente Captain Swan e que eu terminaria de assisti-lo com um sorriso no rosto, nas nuvens, extremamente feliz com o que eu tinha visto. Eu terminei sim o episódio com um sorriso no rosto e feliz, mas o motivo definitivamente não foi Captain Swan.

The Apprentice me lembrou a época de quando eu era criança e acordava cedo para assistir Bom dia & Cia. Me lembrou de quando eu ficava lendo e escutando aquelas fitas cassetes que ajudava a acompanhar a história. Também me lembrou quando eu chegava da escola, comia alguma coisa e ia para frente do meu Super Nintendo jogar e ficava lá até a hora de ir dormir. E por último, me lembrou de todas as tardes com chuva que eu me enrolava no cobertor e deitava no sofá para assistir um VHS. E esse episódio só me fez lembrar de tudo isso por que era o Michey que eu assistia no Bom Dia & Cia, era o Mickey que eu lia, era o jogo do Mickey que eu não cansava de jogar até zerá-lo e era o Mickey, em Fantasia, como o Aprendiz de Feiticeiro que eu assistia. De tudo que Once Upon a Time já me mostrou até hoje, essa foi a melhor volta no tempo que eu tive.

Episódio completamente genial! Não somente por terem resgatado todas as memórias da minha infância em 40 minutos, mas também por colocar outros personagens de outros contos de fadas nessa história sem perder um pingo da essência, pelo contrário, deixando o episódio cada vez mais gostoso de acompanhar.

OUAT 4x04

Como muitos já suspeitavam, Rumple não só conhece a Anna, mas também a usou para virar o Mago dono do chapéu, só que Anna pegou o chapéu dele para proteger Elsa e ainda voltou para Arendel. Ta… Mas onde a Anna foi parar depois que voltou sendo que Elsa ta procurando ela até agora? Continuo suspeitando do Rumple, pois como vimos, ele continua o mesmo Dark One de sempre, o que me deixa muito feliz como disse na review passada, já que só restou ele com suas maldades tendo em vista que Regina agora passou a ser mais avulsa do que os anões e só sabe ficar tentando arranjar feitiço pra descongelar os outros sendo que nem obrigação dela é. Dói esse momento Maria do Bairro que a Regina se encontra e dói muito.

Captain Swan foi só dor de cabeça! Hook estava maravilhoso vestindo roupas da atualidade, assim como Emma estava a princesa das princesas. Minha cara foi a cara do David e da Snow quando ela apareceu com aquele vestido sim! E Snow melhor mãe tirando foto dela como se a filha estivesse indo para o baile de primavera. Mas diferente da primavera, nem tudo são flores, nunca foi e ás vezes tenho duvidas se algum dia será na vida de Emma e Hook. O que custava ele dizer tudo que fez pra poder tirar a mão que tava deixando ele possuído pelo ritmo Ragatanga? Mesmo que fosse psicológico e não por magia. Emma já cansou de dizer pro Hook que toda vez que algo desse tipo acontecer é pra ele contar, mas parece que ele não aprende nunca e vai acontecer da Emma descobrir por terceiros e adeus Captain Swan mais uma vez. Será que Hook, por mais que ele tente, sempre vai ser um vilão que nem o Rumple? Por que como o Dark One disse, Belle é sua luz, talvez Emma seja a do Hook, mas diferente de Belle que é lesada o suficiente e não vê que o marido não mudou, Emma não vai ficar com o Hook se ele voltar a ser aquele pirate que ela viu quando eles foram ao passado. De verdade… Não da, não quero, não consigo mais!

Mas, independente de Regina avulsa e Captain Swan na berlinda mais uma vez, o episódio não perdeu o brilho e muito menos sua genialidade, por que se tem uma coisa que eu gosto mais do que contos de fadas são esses mesmos contos de fadas fazendo eu lembrar da minha infância. Ô começo de temporada abençoado, senhor!

PS: Parece que minha resposta sobre o Will na review passada veio nesse episódio. Aconteceu alguma coisa em Wonderland com a Anastácia e ele voltou pra Storybrooke procurando algo. Já quero a beiçudinha em Once Upon a Time também, porque agarrei um amor tão grande nela. Anastácia e Will muito casal do pop.

PS 2: Havia boatos de que Rumple nunca ia conseguir magia suficiente para o chapéu. Tadico do Mago iludido que não sabe o tanto de gente com magia que brotou em Storybrooke.

PS 3: Snow Queen sofre de vários problemas, não é possível não.

PS 4: Agora se vocês me dão licença eu vou terminar essa review por aqui por que esse episódio me deu uma vontade de relembrar a infância, sentar no chão e jogar Mickey até o dedo cair.

Fiquem com a promo que tem mais citações de Frozen

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER