Pânico (1996) | Crítica

Pânico — Não atenda o telefone, não abra a porta, não tente escapar.

Não, por favor. Não me mate, senhor Ghostface. Quero estar na sequência” RILEY, Tatum

Pânico é um clássico do gênero do suspense, lançado em 1996, dirigido por Wes Craven e estrelado por Drew Barrymore, Neve Campbell, David Arquette, Courteney Cox e Rose McGowan.

Com uma trama que surpreende a todos, e que mata um dos principais nomes escalados para o filme nos primeiros 10 minutos, percebemos que este não é um filme como os outros do gênero. Pânico é um daqueles filmes onde nenhum personagem está seguro.

O assassino se esconde atrás de uma máscara (Ghostface) e retalha suas vítimas usando um punhal. O plano de fundo de Pânico acontece na cidade de Woodsboro, tendo como sua protagonista Sidney Prescot (Neve Campbell), que tem, aparentemente, uma ligação com os assassinatos que estão ocorrendo, pois um ano antes, sua mãe, Mauren Prescott, foi assassinada da mesma maneira.

Scream-1

Como em qualquer crime, a polícia e a imprensa tem uma participação fundamental. Em Pânico eles são muito bem representados pelo oficial Dwight Riley (David Arquette), que também esta ótimo como um alívio cômico, e a repórter sensacionalista e oportunista Gale Weathers (Courteney Cox), atriz que estava em alta interpretando a Mônica em Friends, na época.

Outro alívio cômico que podemos ver em Pânico, é Randy Meeks (Jamie Kennedy), quando em diversos momentos menciona regras de filmes de terror, que em sincronia acontecem com os outros personagens do filme.

Após a primeira morte, Ghostface vai atrás de Sidney, então a garota se vê novamente nos holofotes da cidade, como no assassinato de sua mãe, que a levou ao tribunal, no qual foi a principal testemunha para condenar Cotton Weary (Liev Schreiber). Então, o novo assassino à solta, exatamente um ano depois da morte de sua mãe, as alegações de Gale sobre a inocência de Cotton e a acusação errônea de Sidney, fazem a garota começar a repensar sobre tudo.

Devido aos incidentes, a cidade entra em toque de recolher e as aulas são suspensas no colégio de Woodsboro. Então Stuart (Matthew Lillard) faz uma festa para comemorar (E reparem que a casa de Stu é imensa, e tem portas que saem em todos os cômodos!). A festa é o auge do filme, onde todos os personagens, inclusive o assassino, estão reunidos. Obviamente, o assassino só se revela quando tudo está prestes a acabar, com um final surpreendente e cheio de reviravoltas, mesmo em seus últimos momentos.

Um filme que só de rever, traz a vontade de voltar a assistir a todos os filmes do gênero. No próprio filme existem muitas referências a filmes antigos, inclusive citam muitos outros, e como o Ghostface costuma perguntar, “Qual seu filme de terror preferido”?

Ps.: Uma curiosidade é que os atores que interpretam Dewey e Gale, Courteney Cox e David Arquette, se conheceram nesse filme e acabaram se casando.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!