Parenthood 4×04 — The Talk

Eu não sei se eu estou sendo muito imparcial nessas reviews, mas mais uma vez Parenthood nos entrega um ótimo episódio. Eu gosto tanto desta série que acabo sendo mais crítico com ela do que com as demais. Mas eu confesso que está sendo difícil achar erros nesse começo de temporada. Mas vamos então tentar ser coesos e analisar mais uma vez essa família Braverman.

Uma hora ou outra isso seria levantado pela série. A falta de rotina é uma realidade para muitos idosos que já trabalharam muito por seu país e por sua família. Dessa vez, foi o veterano de guerra Zeek que estava levando a sério o problema no sistema de irrigação. Achei que era uma piada para dar um banho em Camille (porque aqueles esguichos realmente aparecem do nada e te molham mesmo), mas pelo contrário, foi para ela pensar que seu marido estava ficando lelé.

Joel fez a vez do pai “forçando amigavelmente” (tem jeito melhor que esse de classificar esse casal?) seu novo filho a largar o videogame e fazer alguma coisa diferente. Concordo com ele, e vou fazer o mesmo com meus filhos. E lá vamos nós com Victor para seu primeiro jogo de beisebol.

Achei que veríamos uma nova faceta do garoto pensei que ele era revoltado. Mas ele se mostrou um garoto normal, que jogou o taco simplesmente porque estava chateado. A partir de agora, não vou ficar mais pensando que o garoto latino tem segredos guardados. Começo a pensar que o “problema” (isso se realmente houver um) então será com a adoção em si, talvez com seus verdadeiros pais querendo o garoto de volta. Acredito que a moça que o trouxe no último episódio da temporada passada disse que isso poderia acontecer, certo?

Jasmine e Crosby participaram de mais um capítulo do livro “O que é ser pai?” com Jabbar aprendendo novas palavras. E “a conversa” que está no título do episódio foi justamente com eles. A questão do racismo nos EUA ainda é forte em alguns estados, principalmente, no centro do país, e nada mais normal eles tocarem nesse assunto. A história foi bem costurada, começando na Luncheonette, depois passando pela palavra “nigga”, e chegando ao casal Braverman.

Como eu disse que enquanto alguns (infelizmente) são bem ligados nessa questão, os Braverman nem ligam para isso. E foi só nesse episódio que eu percebi que Jasmine poderia sofrer preconceito por entrar numa família branca. Mas que bom que, assim como eu, eles não ligam para esse quesito. O casal mandou muito bem nas caretas e nos trejeitos ao lidar com o filho.

Já Adam e Kristina estiveram menos presentes do que de costume. Tudo bem, até porque eles já levaram os últimos episódios, e com certeza estarão sob os holofotes no próximo. Mas nem por isso deixou de acontecer mais coisas para o casal. Para quem não gostava do médico, e o achava muito distante, o doutor Bedslow foi bem preciso em suas palavras. Que bom que Kristina resolveu voltar atrás e acelerar a cirurgia. Que acabem logo com isso!

Max e seu dilema com a máquina de doces seguiu continuando, e acho que os próximos episódios devem nos entregar boas cenas desse garoto. Enquanto Adam estava todo preocupado, Kristina enxergava ali no filho uma motivação maior, quem sabe até um futuro na política, com tanta determinação pelo correto que ele tem.

Já o plot de Sarah me agradou em muito porque pela primeira vez eu não enxerguei o fim de Mark e Sarah. Eu sei que pode ser uma impressão errada minha, e que a gente estava esperando uma aproximação entre ela e Hank, mas depois dessa vinda de sua filha Ruby, eu começo a acreditar no seguinte: ele vai se apaixonar por ela, mas ela nunca vai deixar de gostar de Mark. Eu espero que isso aconteça, mas teremos que acompanhar os próximos episódios para saber.

E voltamos então ao começo do episódio, com Zeek e o mistério do irrigador. Já havia lido que um novo soldado entraria para série. E foi muito boa as cenas entre Ryan (Matt Lauria) e o veterano. Ainda não sei para que lado essa relação irá, mas confesso que estou na expectativa. Quem sabe o cara se apaixona por uma das Bravermans. Mas a pergunta então seria por qual delas?

Parenthood continua numa ótima safra, e espero que fique assim até o fim do ano. Acho que no próximo episódio teremos a reação da família com as novidades de Kristina. Fortes emoções estão por vir.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER