Penny Dreadful: o submundo invade a TV

Você crê na existência de um semi-mundo? Um meio mundo entre o que sabemos e o que tememos.” — IVES, Vanessa

Esta é a temática de Penny Dreadful, uma série que traz o terror para a TV, com direito a muitos sustos, sangue e mistério. Um bom apreciador de filmes de terror e de histórias fantásticas, que unem ficção, personagens reais e a literatura, têm um prato cheio para a nova série do Showtime.

Ambientada em Londres, numa época não muito distante do que a NBC já trouxe à TV com Dracula, a série já impressiona de cara com os nomes por trás da produção: John Logan e Sam Mendes, os responsáveis pelo sucesso de Skyfal, são os criadores da série. E esta série confirma o que já vem acontecendo há alguns anos: cada vez mais os canais de TV a cabo investem em qualidade de produção, com elenco, direção e roteiristas de sucesso do cinema, uma grande tendência para a próxima temporada. A série possui uma ambientação de época primorosa e uma fotografia linda.

Penny Dreadful são publicações de histórias macabras do final do século 19 na Inglaterra, que geralmente são impressas em papel barato e custam um centavo. O nome se popularizou e abrangeu diversas publicações sensacionalistas baratas. E assim a série se guia: histórias que não são novidades absolutas, mas que são bem contadas e bem produzidas e macabras, que envolvem monstros, vampiros e seres infernais.

Penny Dreadful

Jack, o Estripador, Dr. Frankenstein, os vampiros dos becos londrinos são personagens que brilham no pano de fundo da série, e os arcos narrativos dos personagens criados para Penny Dreadful serão misturados a histórias já centenárias. A relação de um americano falido, que foi à Europa ganhar a vida no circo (e aqui eu ainda vejo um personagem muito complexo que Josh Hartnett pode — e tem condições — de desenvolver bastante) é o fio condutor para estas histórias. Eva Green é Vanessa, uma vidente/bruxa/sensitiva que auxilia um ricaço, Mr. Murray (interpretado pelo legendário 007 — aquele que tinha Permissão para Matar — Timothy Dalton), a buscar a filha, que foi sequestrada pelos seres que vivem neste meio mundo.

E é deste meio mundo que irão sair os seres fantásticos, os medos, os pesadelos e os monstros que irão permear Penny Dreadful. Um sem fim de possibilidades, um terreno rico para se criar, viajar e explorar. Uma história que tem tudo para ser rica, mas deve tomar muito cuidado para não cair na pieguice e no lugar comum, como aconteceu com a já citada Dracula. Um elenco estrelar não é garantia de uma trama boa e consistente.

Para os amantes do gênero de terror e, principalmente, do suspense, é uma série que vale a pena assistir. Resta saber como as tramas serão construídas a partir deste piloto, já que a história é rica e cheia de ganchos interessantes, que eu acredito, visto a estirpe de John Logan (que escreveu todos os 8 episódios desta temporada). E eu torço para o Showtime. O fim de Dexter foi duro para o canal, nada mais emplaca por lá.

Acompanhem aqui, a partir da semana que vem, as reviews da série. E você, gostou? Tem estômago para ver? Tem pesadelos com as assombrações? Fica o convite para esta summer season. A série estreia dia 11 de maio nos EUA e vai ser transmitida pela HBO Brasil dia 13 de junho. Boa opção para quem odeia a Copa, tipo eu! Até lá!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER