Penny Dreadful vai retornar!

Showtime encomendou um novo capítulo para a série de terror; City of Angel se passará nos Estados Unidos, no ano de 1938.

Dois anos após seu cancelamento, a série Penny Dreadful vai voltar com uma nova história. Segundo informado pelo site THR, a emissora Showtime está produzindo o capítulo City of Angels, que mostrará uma nova versão da série de terror.

Será ambientada em Los Angeles de 1938, em “uma época e um lugar profundamente infundidos com folclore mexicano e tensão social”. Mostrará o conflito entre personagens conectados com o culto à Santa Muerte e outros ligados ao ocultismo. Penny Dreadful: City of Angel pretende misturar o sobrenatural e a realidade, apresentando novos mitos com dilemas sociais como pano de fundo.

“Ficamos tão empolgados quando John Logan propôs esta louca versão original da terrível mitologia que explora tanto o espírito humano quanto o mundo espiritual na Califórnia”, disse o Gary Levine, presidente de programação da emissora, que oficializou a encomenda da série. “Penny Dreadful: City of Angels é uma maravilhosa saga de amor contra os terríveis monstros que estão ao nosso redor e dentro de nós.”

John Logan retorna como criador, roteirista e produtor executivo, ao lado de Michael Aguilar (Kidding). Mas para quem espera o retorno de Vanessa Ives, uma má notícia: City of Angels não deve contar com personagens da série original – embora seja definida como uma “descendente espiritual” da edição de Londres. A estreia e número de episódios não foram divulgados, mas as filmagens vão começar em 2019.

Penny Dreadful: City of Angels terá uma consciência social e histórica que não exploramos nas histórias de Penny Dreadful“, disse Logan. “Agora estaremos lutando com questões históricas, políticas, religiosas, sociais e raciais específicas do mundo real. Em 1938, Los Angeles estava enfrentando algumas questões difíceis sobre seu futuro e sua alma. Nossos personagens estarão enfrentando as mesmas coisas. Não há respostas fáceis. Existem apenas questões e desafios morais. Como sempre no mundo de Penny Dreadful, não há heróis ou vilões neste mundo, apenas protagonistas e antagonistas; personagens complexos e conflituosos que vivem como base na escolha moral.”

Sobre o Autor

Leo Sousa

Séries de TV, filmes, realities shows, livros, música e mais. Editor no boxpop.com.br.

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!