PLL 3×12 — The Lady Killer [Summer Finale]

Eu estou exatamente onde eu deveria estar, Spencer” — Toby

Que summer finale foi esta???? Resgatando o suspense, marca da série, e principalmente, resgatando –A das sombras, PLL tem um dos melhores episódios que a série já produziu. Bizarra, sombria e até meio macabra. Tudo que nós amamos.

Começando pela nova diva da ABC Family, Mona. A vilã (sim, neste episódio ela assume o papel de vilã da série) arma um plano que inclui fugir do manicômio e usar mais algumas pessoas como seus ajudantes. Essas Paquitas de –A estão se multiplicando em Rosewood. Ao maior estilo de Daryl Hanna em Kill Bill, Mona, a nossa lady killer, consegue sair do internato pela porta da frente e ainda usado um crachá de funcionário. Só faltou Whistle Song ao fundo para completar a cena. Fica claro que ela não armou tudo sozinha, e que muito provavelmente têm ajuda de dentro da própria instituição. Neste episódio conhecemos também o novo QG do -ATEAM, mais bizarro que nunca.

As Paquitas de –A, inseridas em diversos grupos com os quais as garotas tem relação, tem em comum uma relação com Alison conturbada. Mona nós já sabemos, ela vendeu sua alma para Alison em troca de se tornar popular. Com isso, sem estar claro ainda o porquê, -A começa a usar da influência de Mona para atingir as garotas.

É uma pena não termos feito aquela ligação. Ei Emily, o que Paige está fazendo com o celular de Maya?” — Mona

E não é que Mona gostou? Esse tempo todo dentro no hospício fingindo de maluca, mas sabendo exatamente o que estava acontecendo do lado de fora, e arrisco dizer ainda que arquitetando algumas ações! Mona, de santa e doida não tem mais nada.

As liars correram riscos interessantes neste episódio. Hanna, que ao envolver Caleb em seus segredos não contava com o espírito heroico do rapaz, aquele que leva os príncipes encantados à salvar as princesas dos dragões, e acabou levando a pior. Um tiro, do qual ainda não sabemos ainda quais serão as consequências. Uma certeza eu tenho: de agora em diante ela vai esconder cada vez mais as coisas de Caleb e, como foi dito pela própria Hanna neste episódio: “Ali dizia que são os segredos que nos unem, mas ela estava errada: eles nos afastam cada vez mais”.

Vejo você em breve.” — Mona

Pobre Spencer! Não obstante ter uma família maluca, com direito a uma irmã neurótica, um meio-irmão misterioso e pais suspeitos, no dia que resolveu ser feliz com Toby nós descobriram que ele é o traidor. Eu esperava Paige, Ezra ou até mesmo o Caleb ser o traidor, não Toby. Mas este também, voltando à blond bitch, teve uma relação tempestuosa com Alison. Ela o chantageou para que assumisse a autoria do “acidente” que deixou Jenna, sua meia irmã e ex-amante cega.

Emily, a mocinha indefesa da vez, preferiu confiar em Nate, suposto primo de Maya, do que confiar nas amigas. E descobrimos que o cara é surtado, muito provavelmente perseguia Maya e não aceitava que a garota gostava de garotas. Da mesma forma, com a mesma psicopatia, ele se aproximou de Emily e não aceitou que ela o rejeitasse por Paige, tanto que tinha intenções de matar Paige e deixar Emily sofrendo. Fica claro também que ele faria qualquer coisa para ter uma das duas. Depois de matar Maya (e eu acredito que foi exatamente esse o motivo de Garret ter sido inocentado), ele se interessa por Ems e tenta tê-la da forma que queria ter tido Maya. Ems acaba o matando. Já vai tarde, o personagem chato. Ah, ele não era primo de Maya, era um perseguidor chamado Lyndon.

Bom, até os melhores planos podem dar errado.” — Mona

Paige ainda me intriga. O comportamento dela, o modo que se comportou quando Spencer a acusa, dizendo saber quem ele é, ela mostrou que há algo de sombrio ainda para esconder. Juntando ao fato que ela também afirma que não deixaria nenhuma das garotas entre ela e Emily.

Aria, em seu spin-off particular, enfrenta problemas domésticos com Ezra, Maggie e Cia, não me interessando em nada a sua história, não influenciando em nada no andar da trama.

Agora, ficam perguntas no ar (como sempre): Mona sabia que Nate/Lyndon tinha obsessão por Maya? Será que as Paquitas de –A estão por trás do assassinato dela também (pois o sorriso de Garret no final denuncia)? Na volta de Mona para o hospício, ela diz que Nate falhou na sua missão. Esta missão era matar Emily ou Paige? Porque que Mona (ou mesmo -A) iria querer Emily morta? E mais importante: Quem é a Xuxa dessas Paquitas? Quem e a –A suprema? E qual o motivo que –A tem para aterrorizar a vida das garotas?

Com certeza é alguém que comprou 2 ingressos para a festa de Halloween, que sabe-se lá porque vai ao ar nos EUA dia 23 de outubro, 8 dias antes da festa de dia das bruxas. Fiquem com o promo abaixo, do episódio 13, This Is a Dark Ride. Lembrando que na próxima semana começa Pretty Dirty Secrets, web série de PLL, com a participação dos personagens Noel, Garret, CeCe, Lucas e Jason! Ao final da série, vamos fazer aqui no Box de Séries um especial contando para vocês as novidades e as revelações. GOD SAVE THE –A!

PS1: Por um momento eu acreditei que a mãe de Emily poderia estar envolvida na morte de Maya, mas passou!

PS2: Foi fácil sair do manicômio, né Mona? Esperou o turno dos novatos?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER