PLL 4×01 -A is for A-L-I-V-E

PLL 4×01 -A is for A-L-I-V-E

Somos bonecas de –A” — Spencer

Se a terceira temporada andou cambaleando no “enche linguiça”, o que vimos no primeiro episódio desta temporada de Pretty Little Liars é a aparente resolução de várias pontas soltas deixadas ao longo da história, mais uma vez, proeza protagonizada por Mona.

Mona voltou outra para esta temporada. Será? Ainda tenho as minhas dúvidas, viu… Assim como Hanna as tem. Depois de tanto tempo vivendo sob a pressão de Mona, vai demorar ainda para as liars acreditarem nas boas intenções de Mona. E eu também. Janel Parrish interpreta Mona num tom borderline, que em bom e velho português quer dizer limítrofe, no limite da verdade e da mentira. Se continuar assim, e eu já disse isso aqui nas reviews anteriores, Mona toma o protagonismo da trama fácil.

PLL 4x01

Depois de colocado alguns pingos nos is, nos resta a questão que assolou a terceira temporada e teve esclarecimento agora: realmente, Mona e Toby não passavam de marionetes nas mãos de alguém bem mais mal intencionado. Pode ser Alison? Sim, pode ser também alguém do qual Alison corre, teve que simular a sua morte para se esconder, alguém poderoso demais, não com as limitações de um adolescente rebelde, que realmente tem algo sujo a esconder e que viu em Alison, e vê nas garotas, a possibilidade de ser desmascarado.

Este é o vilão que eu espero encontrar na quarta temporada da série, para que volte a ser bom assistir, acompanhar e comentar sobre a série.

Vários arcos narrativos foram construídos neste episódio: O fato das 5 garotas estarem “nas mãos” de –A, o recrutamento de Toby para o time dos piores ainda (se Mona era má, estas pessoas são piores ainda), o sumiço de Ashley, confiar ou não em Mona, Alison está mesmo viva?, Porque Miss D. resolveu voltar à Rosewood?, e principalmente: QUEM É A DARK ANA DO VÉU?

Muita coisa para ser trabalhada durante esta temporada e eu espero mesmo que desta vez muito bem distribuídos entre os intermináveis 24 episódios. A série volta com fôlego novo, com personagens novos e cheia de mistérios para nossa alegria.

E a série também vem repaginada, forte no figurino dos anos 80. As garotas, em especial Hanna, parecem saídas das festas de Larissa em The Carrie Diaries (assistam!). A calça legging vermelha metalizada, a faixa na cabeça e o corte de cabeço de Hanna são a cara dos anos 80. Spencer com uma t-shirt geométrica, em tons de cinza, azul e laranja é igual uma que eu tinha quando criança (não façam as contas da idade, ok?). E Emily… com camisa de futebol americano e mini short. Linda. E o figurino do velório? Pretinho básico passou longe.

A ideia das bonecas simbolizando cada uma das garotas é fantástica. Não acredito em momento algum que seja Alison que deu as bonecas àquelas garotas, mas é uma forma de manter a memória da blond bitch viva e mandar o recado para ela: estou na sua cola.

O próximo episódio, Turn of The Shoe Emily é o alvo principal para –A! Medo? Ansiedade? Vamos lá! E para manter o costume: GOD SAVE THE –A! Até semana que vem.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER