PLL 4×08 — The Guilty Girl’s Handbook

Mas porque eu, se todas as suas amigas são acostumadas a contar mentiras?” — Mona
“Nós contamos mentiras, Mona, mas você foi a única que viveu uma mentira” — Hanna

Diz a sabedoria popular que quando uma mentira é contada diversas vezes, e reforçada por outras pessoas, e quando não aparece a verdade, esta mentira acaba virando verdade. Verdades são então coisas bem pessoais, estabelecidas. Exemplo: o homem pisou na Lua em 1969. Será? O governo americano afirma que sim, e dizem as más línguas que tudo não passou de armação. Hoje os livros de história dizem que foi verdade, as teorias da conspiração dizem que não.

Sobe essa premissa se ancorou o melhor episódio desta fraca temporada. Na tentativa de treinar Hanna em mentiras, Mona volta depois de um sumiço inexplicável, disposta a ser promovida a elenco fixo de The Good Wife. Os advogados da Lockhart/Gardner estão perdendo um talento e tanto! Da mesma forma que eles treinam os seus clientes para depoimentos, Mona fez de tudo para treinar Hanna em sua nova mentira. O que eu ainda não entendi, mas que faz sentido se pegarmos a trajetória dela durante esta temporada, é o porquê de Mona assumir a autoria do crime no lugar de Hanna e Ashley. Isso ainda me cheira aquela velha necessidade de Mona em ganhar de vez a confiança das liars.

PLL-4x08

Isso tudo para evitar que Ashley vá para um presídio estadual. É um ato altruísta de Hanna, mas o fato de Mona ter ido no lugar dela ainda vai render algum dividendo.

Tirando isso, o episódio continuou a desenrolar muito aos poucos o emaranhado de pistas que foi nos dada ao depois da revelação da primeira –A (Mona, aliás). Spencer começou a aproximar as historias da morte da mãe de Toby com o detetive Wilden, e talvez esta foi a sua maior contribuição à trama central depois de ter saído de Radley. E este foi a primeira revelação que talvez desencadeie em uma resposta certeira aos nossos questionamentos.

Tá, eles vão atrás de Cece Drake em Nova Iorque, mas é claro que a moça vai negar, ou se ela for –A mesmo, esperta como só, já tem um álibi prontinho. Pretty Little Liars entrou numa fase Onde está o Wally? sem rosto. E talvez por estar escondendo tanto a identidade de –A que foi introduzido o personagem que faz máscaras, que rouba as faces de seus modelos para Todo mundo sumiu, mas não sumiu. Eu, depois de anos acompanhando a série, acho que o roteiro está dando muita volta para coisas simples, fáceis de resolver e superficiais.

Em que o atentado contra a casa de Emily vai dar pistas de quem é –A? Alias, antes eu achava essa –A mais sombria, mais do mal, hoje acho ela mais sem foco, um Gargamel que quer fazer maldade aos Smurffs só porque eles existem.

Espero que o próximo episódio, Into the Deep vá realmente fundo na trama principal e seja ainda melhor que este. Fiquem com o promo e GOD SAVE THE –A!

P.S: Aria, quem está te vestindo? Lady Gaga? Com esse figurino de little monster nem Ezra nem Jake vão te querer, gata!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER