PLL 5×11 — No One Here Can Love or Understand Me

Ajam naturalmente, bitches!” — -A

Este episódio é mais que praticamente confirma a teoria que Alison assumiu a identidade de -A para dar prosseguimento a seu plano. E trazer Alison à luz dos acontecimentos, mesmo sem ela dar as caras nem por um segundo no episódio, é um recurso interessante, pois não cansa a imagem da blondie bitch e deixa bem claro quem é a protagonista desta série.

Seja -A quem ela for, sempre ficou claro que há um modo de vigiar 24 horas por dia os passos de Aria, Spencer, Hanna e Emily. Mas será que -A não estaria também atrás de outras pessoas, como Mona, que apesar de ter assumido a identidade da vilã nas primeiras temporadas, também é aterrorizada por um algoz. Em seu caso, Alison. Mona nutre um incomodo ímpar quando o assunto é Ali. E Mona não tinha interesse nenhum em saber onde Alison esteve, apenas que a loira má do high school não atrapalhe a nova vida que ela tem.

Nova vida esta que foi proporcionada exatamente pelo sumiço de Alison e sua aliança com Hanna. A transformação das duas em as garotas mais populares da escola deu-se na oportunidade que foi criada com o desaparecimento daquela que manipulava, dominava e aramava para todos. Como não senitr ódio desta com esta pessoa de volta. E o ódio pode mover Mona, Lucas (onde ele está mesmo?), Paige e até Noel para fazerem de tudo para inpedir a volta de Ali ao poder.

PLL 5x11

Mas não se enganem se somente quem frequenta a Rosewwod High School sente este medo todo pela presença da Gothic Lolita. Melissa também está em apuros. Ao confessar, em vídeo, que foi ela que enterrou Bethany pensando ser Alison, nós vimos uma semelhança imensa entre Ali e Bethany. Seria Bethany a irmã gêmea de Ali? Aquela que, em algum momento, foi mandada para Radley por apresentar comportamento agressivo? Ou mesmo que foi abandonada e depois voltou louca para destruir a vida dos DiLaurentis? E como os Hasting entram nessa?

O motivo por trás do desaparecimento de Alison durante estes dois anos reside na relação entre as famílias dela e de Spencer mas em fatos do passado, como o passado destas duas famílias se confundiu em algum momento da história? Quem é mesmo Bethany? Quem matou Sra. D? Do que Verônica foge? Este é e sempre foi o eixo central da série, o que vem acompanhando é mera trama paralela.

Mas como, então, considerar um episódio focado nas outras personagens? Me explica ABC Family? Já chega de 24 episódios por temporada, PLL não se sustenta mais. Ao final deste texto fica meu apelo mais uma vez: quero temporadas mais curtas, com, no máximo, 15 episódios. Uma história de vingança, mistério e dramas familiares merece ser assim: objetiva.

O próximo episódio, Taking This One To the Grave, deverá voltar nossas atenções à Bethany, e, por ser o #fAtalFinale desta summer season, quem sabe trás mais algumas respostas à todos os nossos questionamentos? Fiquem com a promo e até a próxima semana.

P.S: Não entendo a polícia desta cidade: quando fora Wilden o detetive eu entendia, ele estava envolvido na trama, mas agora que são outros… porque não avançam? QUanta competência Rosewood D.P!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER