PLL 5×24 — I’m a Good Girl, I Am

Um pouco tarde para dizer a verdade, né?” DILAURENTIS, Alison.

Quem acompanha Pretty Little Liars até aqui sabe que a equipe de roteiristas tem a pequena mania de fazer com que alguns episódios chave da série façam valer a pena todo o requentado da temporada, dando verdades firmes e entregando a motriz para a próxima leva de episódios em que as quatro Liars vão ficar batendo cabeça, sendo burras e mais perdidas que baratas tontas.

Esse foi um desses episódios. Além de uma direção de fotografia e montagem incríveis (principalmente nos minutos finais), a série elevou minhas expectativas de formas que há tempos não conseguia. Eu ainda não sei como vai ser conduzida a história da season finale, mas preciso dizer que o impacto de ver as cinco garotas juntas na prisão já vai me fazer vale a pena. Até porque o time agora vai estar completo em Pretty Little Liars is The New Black.

Toda a construção pífia da defesa de Alison, com aquela advogada mais perdida que bussola quebrada, já me fez ter certeza de que ela seria considerada culpada. A loira Dilaurentis tem todos os defeitos do mundo, mas Sasha Pieterse defende a personagem com uma garra tão grande que fica fácil eu simpatizar com a personagem. Ela sempre foi uma Bitch, mas nem por isso deixa de ser humana.

pll524

É sempre bom ver a forma como as garotas são menos burras quando trabalham juntas. Mas elas não conseguem deixar de lado a burrice, at all. Não vou nem comentar Aria mandando o irmão mais novo perseguido por A- pra um lugar cheio de mato, sem sinal de telefone e somente com Ezra para defender e Caleb pra atentar.

Por falar em Caleb, tudo que ele falou sobre os policiais de Rosewood à Tanner é a mais pura verdade. Por mais que ela tivesse evidência de que as garotas pudessem estar ajudando Alison e Hanna a manter as coisas de Mona escondidas, ela não poderia ignorar o fato de que Mike foi, sim, atacado e que ele tem ligação com o caso já que é ex-namorado da morta em questão. Além do quê, Caleb tinha provas de que aquilo não foi inventado. Mas Tanner estava tão decidida a incriminar as garotas que não escutou.

Falando em incriminar as Pretty Little Liars e Burras, A- conseguiu com louvor. Depois daquela invasão à casa de Mona, e aquela chave de fenda com a logo da fábrica de doces sendo atirada na janela, todas as digitais que as lerdas deixaram tanto pela casa de Mona quanto pela fábrica, com toda certeza elas acabariam presas. Acho que foi uma das poucas coisas coerentes que essa série fez nos últimos tempos.

Gostei de ver a participação de Oliver Queen na série, sendo A-rrow. Piadinha tosca, eu sei. Mas gente. Mais tosco ainda é alguém atacar o outro com flechas!!!! Pra mim isso só funciona no Universo DC e em nenhum outro lugar.

Se bem que pode nem ter sido A- que aprontou pra Mike. E sim Andrew. Porque a cada dia que passa eu acho que ele está se tornando stalker de Aria. Só quero saber como ele vai persegui-la enquanto ela estiver passando um tempo na prisão.

Em suma, Pretty Little Liars nos entregou um episódio acima da média. Cheio de errinhos, como a gente já aprendeu a relevar na série, mas ainda assim muito bom. É por episódios como esse que eu ainda mantenho minha fé de que a série não tá me trollando e a sensação de estar perdido dentro da história é intencional.

Meu maior desejo agora é que essa finale não me deixe totalmente frustrado após um episódio como esse.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER