Prison Break não me escapa

A coluna O Melhor e o Pior de hoje é focada numa série mega conhecida e bombada no Brasil, Prison Break. Você pode não conhecer, mas a série foi uma das grandes sensações quando estreou, para alegria da Fox. Nela, o protagonista Michael Scofield passa a fazer justiça com as próprias mãos quando o irmão é sentenciado à morte por uma acusação que ele não acredita ser verdadeira.

Diferente de qualquer outra série, em que o protagonista correria contra o relógio do lado de fora da prisão, Michael arma o seu plano: ir preso na mesma cadeia, resgatar seu irmão, fugir com ele e então buscar por provas que limpem sua ficha. O que ele não esperava era uma tremenda conspiração envolvendo órgãos do governo, ação e personagens insanos!

Mas vamos ao que interessa…

Michael Scofield

É um personagem que chama atenção, pelo menos no início da série. E nem tô falando pelo tipão dele (contribuição de Wentworth Miller), mas sim do ar misterioso, somado a sua inteligência, atitude e coragem. Você fica, no mínimo, intrigado com Scofield.

Quem mais, em qualquer outra série, teria coragem de fazer uma tatuagem quilométrica daquela nas costas? Ter atitude o suficiente para cometer um crime e ir parar na prisão? E, inteligentemente, na mesma em que seu irmão estava preso. Sem contar que ele já tinha todo o plano para sair dali e libertar o cara.

Fodão, bad ass, Jack Bauer ao contrário!!!

Tensão/Conspiração/Ritmo

A série conseguia fazer você se mexer na poltrona, principalmente em seu primeiro ano, enquanto Michael avançava com a ações que iriam tirar ele, seu irmão e alguns de seus novos amigos da prisão de segurança máxima.

Não bastasse o fato de, teoricamente, não ter como escapar, Michael e seu irmão ainda corriam da tal Companhia. O que era ela? Por que Lincoln, o irmão de Michael, foi preso? Qual a ligação do pai deles com tudo o que estava acontecendo? Tudo isso deixava a série ainda mais intensa e você querendo ver tudo na mesma hora, já!

MacGayverismo

Tava com saudade de quando MacGyver fazia uma bomba com manteiga e palito de fósforo? Pois Michael Scofield fazia celular com barra de sabão! Ele cavou um túnel na parede de maior segurança dos EUA com uma colher. E, pior: ele fugiu dela!

O cara era criativo e sabia trabalhar no último segundo em situações ainda mais extremas que a do herói bom moço dos anos 80. MacGayver ficou mesmo para trás!

Lincoln

Enquanto Scofield era o arquiteto super inteligente e bonitão, seu irmão Lincoln era um cafuçuzão com ar de pedreiro toglodita que não contribuía muito com a trama. Além não ter carisma (péssima atuação do inglês Dominic Purcell), Burrows trazia uma carga dramática exagerada que não convencia.

Quem ligava para o drama dele com o filho? A gente não ligava nem para o próprio Lincoln, que dirá para o filho dele. Burrows merecia continuar preso apenas por ser chato… e burro. Realmente, só tendo muita sede de justiça para querer tirar um personagem tão fraco da cadeia.

Uma pena que o maior plot da série se sustentava numa base tão fraca.

Cadê a Prisão?

Prison Break, o nome da série, já diz o que devemos esperar dela, certo? Mas quem foi imaginar que, (SPOILERS) logo na primeira temporada, os caras conseguiriam escapar da prisão? Eu achava mesmo que a graça da série seria ver o cara sempre tentando escapar e isso manteria a tensão no ar dignamente.

Mas eles escapam e no final sofrem uma perseguição de avião que inexplicavelmente se torna a coisa mais fail e ‘não dá pra crer’ da face da Terra. Mas beleza, eles fugiram e a gente quer saber no que vai dar. E no que vai der? Em puro marasmo, tanto que o segundo ano da série é considerado por muitos como o pior deles.

Tudo se resolve quando eles voltam ao confinamento e a tensão se estabelece novamente.

Final

MEGA SPOILER — Quatro anos torcendo para tudo ser esclarecido, Michael conseguir escapar e acabar com a Companhia e , nos momentos finais… ele morre?!?!?! Não, me recuso! Nem comento!!! #HAPAPORRA

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!