Que a TV salve a Rainha: o diferencial das produções britânicas

Incontestavelmente, as séries britânicas vêm crescendo no meio e tomando cada vez mais as grades de muitos seriadores. Além de um adorável sotaque, qual é o encantamento que estas séries usam para conseguir, cada vez mais, legião de fãs incomparáveis?

Não é de hoje que séries produzidas na Inglaterra se destacam. Dr. Who é um exemplo vivo de como se fazer uma boa série, com uma fórmula simples, mas que ao mesmo tempo se torne um diferencial para sobreviver a um longo tempo — já que é produzida pela BBC desde 1963, e até hoje encontramos uma legião de fãs fervorosos. Entretanto, é inegável que, com a facilidade do acesso à internet nos últimos anos, estas produções — e principalmente as mais recentes — começam a apresentar uma crescente e notável preferência entre muitos fãs de séries de TV.

Conversando com um grupo de pessoas viciadas em séries de TV, alguns fãs destas produções destacaram o porquê de as terem como uma de suas queridinhas entre as séries.

Cenários encantadores, roupas de épocas e excelentes textos compõem o charme da aclamada Downton Abbey.

Uma das séries mais comentadas e premiadas da atualidade é uma produção britânica. Downton Abbey vem mostrando desde 2010 o cotidiano de uma família aristocrata inglesa no começo do século XX, no luxuoso castelo localizado em Yorkshire. Rubens Rodrigues, estudante de Jornalismo e colaborador do Box de Séries, destaca que o sucesso de Downton Abbey se atribui ao imenso empenho de ambientar um contexto histórico do início do século XX de forma impecável. E, realmente, a série pode ser definida como encantadora se formos falar deste aspecto. Desde as locações, a começar pelo próprio castelo que abriga Downton Abbey, às passagens de guerras, além dos trajes e carros: a série é um espetáculo. Isso contribui e muito para elevar o nível da atração, que apresenta um roteiro fantástico. Não é a toa que o show é figurinha garantida em várias premiações.

Já o universitário Fábio Anderson comenta que, além da excelente produção, outro fator que ajuda e muito o sucesso destas séries são as temporadas menores, com poucos episódios. Fã de Sherlock, outra comentada série britânica, Fábio diz que essas temporadas menores favorecem o roteiro a focar-se somente na trama principal, não fugindo disso, e assim sem aqueles famosos episódios “enche linguiças”, que encontramos em muitas produções norte americanas, que só aumentam o número de episódios e pouco contribuem para o desenvolvimento da trama.

Sherlock, do canal BBC, é uma das séries britânicas mais comentadas da atualidadade.

Por falar em Sherlock, ela é um importante exemplo da originalidade de séries. Ela está presente em constantes debates sobre ela ter sido produzida primeiro que Elementary, série americana da CBS. Muitos defendem que uma não tem nada a ver com a outra, outros defendem que a americana é uma cópia barata da britânica… Outra que caiu neste mesmo debate foi a recente In The Flesh, série britânica que veio na onda de zumbis impulsionada por The Walking Dead. Mas muitos garantem que a série que mostra um holocausto Zumbi no futuro, mesmo tendo apenas três episódios, é bem mais empolgante que os Zumbis parados de The Walking Dead.

E aí, entramos numa característica importante sobre o diferencial das séries britânicas.

Diógenes Ternero aponta que a originalidade está sempre presente nas produções britânicas, e que categorias técnicas como a fotografia são um dos diferenciais mais importantes nestas atrações. Dentre as que exemplificam estes quesitos, Diógenes destaca Friday Night Dinner e a muito comentada Black Mirror que, em sua opinião, é uma das séries mais geniais produzidas para a TV.

A banda One Direction chegou ao Top 3 do The X Factor UK em 2010, mas acabou perdendo o prêmio para Matt Cardle

E não é somente com séries de TV que vemos constantes elogios se comparados com produções americanas, não. Os reality shows, principalmente os musicais, são constantes alvos de críticas positivas. Os The Voice e The X Factor feitos na Inglaterra lançam cantores e hits todos os anos. O grupo One Direction, por exemplo, lançado no programa The X Factor criado por Simon Cowell, mesmo tendo perdido o programa para o excelente cantor Matt Cardle, criou uma legião de fãs e vários hits de sucesso, provando a força dos reality britânicos.

É, portanto, unânime que as séries britânicas parecem ser melhor produzidas. Tanto em seus aspectos técnicos, desde um simples figurino até a condução de sua temporada — que se dá quase sempre em poucos episódios. Todo este capricho é fundamental e uma das receitas importantes do sucesso destas produções. Não é a toa que elas estão sempre figurando momentos magistrais na TV, e “roubando” várias premiações de produções consagradas americanas.

Dentre outras indicações de séries britânicas que possuem uma produção semelhante a estas já citadas estão: Absolutely Fabulous, Skins, Death In Paradise, Lost In Austen, Ripper Street, Pride and Prejudice, Torchwood, Vicious, Utopia, Misfits, Hunted, Hit & Miss, DCI Banks…

Assim, através desta análise, podemos perceber que uma boa produção é essencial para garantir muitos fãs. E estas séries britânicas possuem este fator de sobra. Além de contarem com poucos episódios por ano (o que encaixa sempre bem em maratonas), a técnica usada por estas produções, um ótimo elenco e, claro, uma excelente história completam a receita de sucesso destes programas de TV. Vida longa às séries britânicas, e que venham muitos shows de qualidade para nós.

Ah, não deixe de conferir uma seleção que o Box separou no início deste ano, com as melhores séries britânicas da atualidade.

E um agradecimento especial aos leitores: Daniele Duarte, Mateus Ribeiro, Michele Araújo, Denise Horts, Mariane Santos, Debora Moreira, Alexandre Júnior, Tharciso Azanki, Thaynná Atheniense, Renan Camargo, Grazi Azevedo, Raquel Vieira, Carol Mauler, Rafael Moreira e Pedro Luiz que indicaram uma excelente lista de séries britânicas.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER