Retrospectiva 2011 — parte 1

O ano de 2011 foi marcado por confusões, fiascos monumentais, uma fall season bem aquém das expectativas e muitas mudanças aqui no Box de Séries.

E para relembrar o que de melhor — e pior — aconteceu nos últimos 12 meses, nada como uma boa e velha retrospectiva, né? Então se prepara, porque nessa parte 1 vamos ver o que de mais marcante aconteceu no primeiro trimestre do ano — que já começou com muitas incertezas e um fracasso fenomenal. Preparados?

JANEIRO começa com uma péssima notícia para os fãs de 24 HORAS — já que o roteiro do filme foi rejeitado. Na verdade, um ano inteiro se passou e essa história ainda não foi resolvida. A última notícia que tivemos, dava conta de que as filmagens estão próximas de começarem, mas como nada foi confirmado, parece que essa novela ainda terá muitos capítulos.

Mais notícias ruins chegaram quando a ABC resolveu anunciar as renovações de suas séries, deixando para trás duas queridinhas dos fãs — BROTHERS & SISTERS e DESPERATE HOUSEWIVES. Depois de muita especulação e chororô, a família Walker foi dispensada sem direito a um series finale decente, enquanto as donas-de-casa desesperadas receberam um ultimato — a oitava temporada seria a última da série.

Outra que viveu muitas incertezas e por pouco não viu a luz do televisor foi THE KENNEDYS, série renegada por seu canal, o The History Channel, oferecida a vários outros, até que encontrou um lar no modesto Reelz, dando a volta por cima ao receber 4 indicações ao Emmy, incluindo melhor minissérie.

Para completar esse começo nada promissor, tivemos o fiasco chamado Skins US que, se por um lado, começou bem, marcando indíces acima do esperado, logo foi se atolando em polêmicas, perdendo patrocinadores e sendo ameaçada de investigações federais, o que, obviamente, não poderia dar em outra coisa, senão queda na audiência e fim melancólico. O que foi uma benção, porque o remake era ruim de doer.

FEVEREIRO muda o panôrama das coisas logo no 1º dia com o anúncio do retorno da queridíssima KRISTEN BELL a TV — House of Lies, seu novo veículo, estreará no próximo dia 8 de janeiro no canal americano Showtime.

As boas novas continuam com a divulgação da data de encerramento de SMALLVILLE. Brincadeiras a parte, depois de 10 anos de jornada, Clark Kent tinha dia marcado para sair voando da TV em grande estilo. Não que tudo foi flores nesta despedida, já que a novela sobre o retorno de MICHAEL ROSENBAUM só terminou dias depois e, graças a Deus, teve um final feliz.

O mês também foi marcado pela confirmação dos retornos de outros dois astros — na CW, RACHEL BILSON voltaria a trabalhar com o criador de The OC (na fofa Hart of Dixie, que estreou na fall season), enquanto KIEFER SUTHERLAND estava de volta a Fox — no drama Touch, que só estreia em 25 de janeiro de 2012.

Para fechar com chave de ouro, nada melhor do que a morte de JUSTIN BIEBER… em um episódio de CSI, que agitou o mundo das séries e rendeu ao pop star uma indicação ao Lisa Rinna Awards. Uma pena que ele não venceu… Uma das maiores injustiças da premiação até hoje.

Para equilibrar o trimestre, MARÇO acabou sendo um mês bem morno. Um dos destaques foi a confirmação do sucesso de TRUE BLOOD, cuja HQ virou best seller.

Outra que esteve em alta no mês foi HOW I MET YOUR MOTHER, renovada por mais duas temporadas. Enquanto isso, depois de uma renovação complicada, MAD MEN acabou tendo a estreia de sua nova temporada adiada para 2012, o que explica a ausência da queridinha da crítica na lista do Globo de Ouro.

Entre as surpresas, tivemos as confirmações de que CHRISTINA RICCI, a eterna Wandinha de A Família Addams, estrelaria uma nova série da ABC — Pan Am, que ganhou muitos fãs, mas ainda tem futuro incerto — e o retorno de FRAN DRESCHER, estrela de The Nanny, à telinha, com uma comédia baseada em sua própria experiência de ter se casado com um homem gay sem saber.

A guerra entre Charlie Sheen e Chuck Lorre

A saga de Charlie Sheen começou em 2010 — mais exatamente em outubro, quando ele foi encontrado drogado e nu depois de destruir um quarto de hotel — mas a guerra entre ele e o criador da sua então série Chuck Lorre aconteceu este ano e foi um dos assuntos mais noticiados e comentados da TV nos últimos tempos.

Depois de muitas trocas de acusações, baixarias, processos e atos de pura vergonha alheia, o resultado parece que foi positivo para todos: Two and a Half Men encontrou um novo protagonista — Ashton Kutcher — teve uma estreia estrondosa e, apesar de não marcar os números de outrora, continua firme e forte na audiência; enquanto Charlie Sheen, agora bem mais centrado, trabalha a todo vapor em seu novo projeto: a adaptação para TV do filme Tratamento de Choque, que foi comprada pelo canal FX.

#WINNING

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER