Revenge 1×10 — Loyalty

A série mais maliciosa da fall-season trouxe um midseason finale um tanto fraco, tendo em vista as inúmeras reviravoltas de tirar o fôlego em seus episódios anteriores. Emily foi o destaque e Tyler se firmou na história, enquanto os outros personagens tomaram decisões cujas consequências poderão vir a longo prazo.

Não sei se o problema fui eu com minha decepção natalina — não, eu não ganhei presente! — mas achei desnecessária uma nova abertura a essa altura do campeonato. Parece que só agora a ABC abriu o olho e viu o potencial de Revenge, tentando compensar da pior forma possível.

Como o nome já diz, em Loyalty, as lealdades foram postas a prova e Emily resolveu reavaliar suas amizades. Achei esperto ela dar todas as informações sobre seu passado à Amanda e assistir de camarote sua derrocada perante o Grayson, sem sujar as mãos. Já com Nolan, achei um vacilo. Quem acompanha minhas reviews sabe que eu não vou com a cara dele, mas eu queria algo mais grandioso para findar essa parceria e não uma sessão de desentendimentos, afinal sem Nolan, Emily não teria chegado onde chegou.

A ambiguidade está dominando nossa revenge girl. Ao mesmo tempo em que transparece conhecer bem e não subestimar alguns inimigos, ela abre a guarda e se envolve cada vez mais com Daniel, que apesar de ser um banana, é muito influenciável e um inimigo em potencial. Mas roubando um pouco da ambiguidade da nossa vingadora, eu torço por esse perigoso amor (*-*). Falando no banana, eu ri muito com o jantar de negócios entre ele e o Sr Takeda, tendo Emily como tradutora. É nisso que dá não ser poliglota (oi?).

O divórcio de Victoria e Conrad trouxe algumas novidades. Além da decisão de Charlotte de ir morar com o pai — sim, fiquei com dó da Vic! — senti um clima entre a Rainha e o seu advogado, Huntley, e ele tem tudo para ser a nova vítima de Emily.

A parceria de Victoria e Ashley é um tanto incerta e perigosa. A Rainha está cada vez mais frágil e Ashley, cansada de ser Isaura, está querendo dar o bote. Esse dilema já é antigo e eu cansei. Quero mais veneno e aquela Victoria víbora com potencial de grande vilã da série, mas esse cargo já tem um dono.

Tyler. Quem diria que um cara que entrou do nada, pegou o Nolan e a Ashley e chantageou quase todos, viria a ser o grande vilão de Revenge, um cargo honrável em uma série em que a maldade domina. E agora que a parceria entre Emily e Nolan acabou, a pegação e uma dupla (ou trio, se Ashley aceitar) invejosa pode vir destilar mais veneno nos Hamptons.

Uma dica: veja a promo do próximo episodio. Está TUDO!!!

Até ano que vem, vingadores!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER