Revenge 2×17 — Victory

Na arte da guerra, se conhece seu inimigo não precisa temer quando a batalha aproximar-se. Mas, se conhece só a si e não a seu inimigo, para cada vitória também haverá uma derrota.” — Emily Thorne.

Emily ainda está longe de conhecer completamente os Grayson.

Revenge retorna essa semana com um episódio pautado em uma característica marcante da série: a dubiedade. Ao mesmo tempo em que ele trouxe novos elementos para a trama e fechou ou caminhou para o fim de alguns plots, ele também deu uma enrolada, que não é bem-vinda a essa altura do campeonato. Enfim, de maneira geral, os acertos se sobressaíram aos erros, mais segredos foram revelados e mais um rosto foi marcado com um X.

Eli já foi embora, mas continua sendo uma incógnita. Parece que aos poucos, Revenge tenta criar uma base de personagens recorrentes, para que seus arcos narrativos ajudem a série a suprir, compor e preencher uma temporada completa. Na primeira temporada isso funcionou bem, naquela estrutura quase procedural com Emily derrubando um inimigo por episódio, mas os arcos eram iniciados e concluídos em um episódio, tudo tinha uma causa explícita ao telespectador, o que acabava nos fazendo criar um interesse, ligar o botão ‘’eu me importo’’. Porém, conforme a trama evolua, essas muletas devem ser esquecidas, pois podem passar a ser vistas como uma enrolação. Foi isso o que aconteceu com Eli.

Revenge 2x17

O arco de Eli pecou na falta de clareza, o que gerou falta de interesse, que quando foi despertar, já tinha acabado. Tentaram usá-lo pra uma sambada, mas sambadas só funcionam quando o telespectador se sente em pleno domínio do assunto, para que o efeito surpresa seja completo. Trocando em miúdos, eu caguei pro Eli quando ele chegou, mas quando tudo começou a clarear, quando o meu interesse foi despertado, já era tarde demais. Sua história de vingança era ótima e estava diretamente ligada a protagonista, mas foi introduzida no momento errado. Espero que ele volte, em um momento mais oportuno.

Já o plot de Padma não surpreendeu em nada. Já dava pra saber que aquilo ia ser furada. Agora é a Iniciativa quem dá as cartas, eles já tem Padma, o seu pai, o programa Carrion e estão ligados com o Falcon. Com todas essas informações, já podemos supor o que acontecerá no season finale: Nolan, que será o foco dos dois episódios, tentará resgatar Padma, mas, como a indiana, acabará nas garras da Iniciativa com Emily tentando resgatá-lo em um embate direto com a organização. Semelhanças com o primeiro season finale serão meras coincidências.

Uma vez marionete, sempre marionete, é isso Daniel? Por mais que ele tente se desvencilhar, essa imagem parece estar impregnada em Dany Boy. Adorei ele todo de segredinho com Ems, mesmo não namorando mais a nossa vingadora, ele continua desempenhando bem seu papel e inteirando-a sobre tudo o que se passa na família. E naquele clima conspiratório, essa relação proibida não poderia ser descoberta por ninguém, mas a Rainha tudo sabe e tudo vê. Tem jeito mais deliciosamente canastro de ameaçar quem te esconde algo do que enviando uma prova de que você sabe com duas balas douradas? Aulas de como ser diva com Victoria Grayson já!

Posso declarar meu amor por Jack? Que reviravolta apaixonante essa do primogênito Porter! Como eu previ, ele se encontrou com Kenny e já tem em mãos provas suficientes para incriminar Conrad, mas como Emily, Jack não quer justiça, ele quer fazer a sua própria justiça, ele quer vingança. Infelizmente acho que Declan vai acabar estragando os planos e Conrad descobrirá a armação, aí será guerra declarada, algo que a trama vem pedindo.

E se tem um personagem recorrente que sempre acrescenta algo interessante à trama, é Mason Treadwell. A bomba dessa vez reafirma a veia novelão mexicano de Revenge: Victoria teve um filho aos 16 anos e o colocou para a adoção. Já podemos presumir que essa criança é resultado do abuso sexual que Victoria sofreu enquanto morava com sua mãe. Mas quem é ele hoje? É alguém que já conhecemos? As apostas já pendem para Nolan, Jack, Eli ou o Falcon. Eu adoraria se fosse Nolan ou até mesmo Jack, mas isso me faz criar uma preocupação sobre a explicação dos fatos. E você, qual a sua aposta? Deixe nos comentários e até mais vingadores!

– Victoria. Ela tem outro filho. — Emily Thorne
– Imagino que vá explorar essa informação com sua habilidade especial. — Mason Treadwell
– Você nem pode imaginar.” — Emily Thorne.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER