Revenge 4×13 — Abduction

Serei eu quem a destruirá”. — LEMARCHAL, Margaux

Revenge poderia focar sua história apenas em Emily Thorne e Victoria Grayson, já que a série sempre chega ao auge quando destaca a dinâmica vivida entre as duas. Abduction foi a melhor vingança da temporada até agora, e é por motivos assim, que amamos tanto esse novelão americano!

Agora vamos ao que interessa: analisando a trama até o presente momento, podemos supor que ao escolher proteger Daniel durante todos esses anos e trair cruelmente o grande o amor da sua vida, Victoria ganhou o titulo de maior vilã dessa história. Uma vez que nada disso tivesse acontecido no passado, David nunca teria sido sequestrado por Malcolm Black e Emily, em primeiro lugar, nunca teria começado em sua jornada de vingança. E como resultado, talvez Daniel ainda estivesse vivo. No mínimo, Emily e Victoria não teriam sido sequestradas por Malcolm, e sendo mais direto, essa série não existiria. Então de certa forma devemos agradecê-la, não é mesmo?

Admito que estava desanimado com o rumo que Revenge havia tomado. Desde que percebi que a vingança principal (e até mesmo a própria protagonista) haviam ficado de lado na trama, dando ênfase totalmente em David Clarke e no seu passado misterioso, uma coisa sempre estive certo e não paro de repetir desde então: Emily e Victoria sempre foi a salvação de tudo e para tudo. Acredite ou não, o desprezo entre as duas foi a única narrativa que funcionou desde o princípio de Revenge. E quem escreveu Abduction voltou as origens e fez um episódio digno de aplaudir em pé!

Revenge-David-Clarke-Jack-Porter-04x13

Começando por três majestosos homens: David, Ben e Jack. Agora que todos eles sabem o segredo de Emily, acaba por ser um pouco eficaz envolvê-los no resgate de uma mulher (que por sinal não tem nada de donzela indefesa). Vamos aos postos de cada cavaleiro e suas devidas armas: David tenta usar suas habilidades tecnológicas para enganar Malcolm, fazendo com que o mesmo pense que sua filha ainda está viva, enquanto Jack foi capaz de detonar um dos capangas de Malcolm e ao mesmo tempo trabalhar ao lado de Bem, em um raciocino lógico para descobrir o paradeiro de Emily e Victoria. Em suma, eles são uma ótima equipe, e esse tipo de eficácia deve ser muito bem apreciada, uma vez que David e Jack, e até mesmo Ben, nem sempre foram retratados como homens mais competentes no que fazem. O único que ainda ganhava esse mérito era Nolan Ross, mas infelizmente ele não participou de tal proeza.

Usando um aparelho que mede a temperatura corporal, Malcolm rapidamente deduz que Kate nunca estivera viva durante seu desaparecimento. O que ocasiona o tiro na perna de David e a razão de leva-lo aprisionado, agora com a intenção de fazê-lo sofrer por assistir Emily e Victoria morrerem. E isso acaba tornando um clímax emocionante! Por um momento pensei que mais uma morte iria acontecer, mas como nenhum spoiler foi divulgado, não poderia confundir Revenge com Game of Thrones, que mata um personagem a cada semana. E mesmo com nenhum assassinato em cena, outra coisa chamou a atenção com mais esplendor do que um homicídio. Malcolm prestes a esfaquear Emily e jogá-la em um incinerador, é interrompido por uma Victoria aflita e desesperada, confessando (ou mentindo se assim preferir) ter matado Kate.

É um momento raro de autoconsciência para Victoria, já que, como expliquei anteriormente, criou toda essa reação em cadeia. Sim, Emily Thorne fez um inferno na vida da sua ex-sogra, mas Vic parece reconhecer que tudo foi feito por uma razão lógica. E o fato de ainda estar sã e salva, é porque Emily teve piedade da sua vida. Coisa que David não foi capaz de ter feito. Seria isso uma maneira de fazer as pazes consigo mesma? Victoria teve tamanha atitude, mesmo sabendo que David tinha planejado encenar seu suicídio, fato que Emily revela durante seu cativeiro no início do episódio.

E através dessa revelação, Victoria consegue manter Emily viva, o que ocasiona tempo suficiente para Jack e Ben entrar em cena e começar uma guerra com os capangas de Malcom Black. E é a partir daí que damos inicio há uma sequência de cenas muito bem interpretadas por todos os atores envolvidos. E antes que Malcom finalize finalmente sua vingança, David se apodera de uma arma e consegue matá-lo á tempo, deixando-o cair dentro próprio incinerador. Fim. Aqui terminamos o ciclo que até então jurava ser o final de toda a série.

E o que restou para continuarmos?

Só posso supor que Margaux será a nova vilã da temporada. E se esse plot for realmente levado a sério e também bem trabalhado, poderemos voltar as origens da série, época em que nora e sogra vivam em pé de guerra, só que agora na versão de ex-mulher versus a atual (e viúva). Não é exatamente errado terem feito essa escolha. Uma vez que Margaux tem todos os motivos para sua vingança. Só nos resta saber se a sua atuação como “menina má” será convincente. E se isso não funcionar, temos um outro núcleo que também tá agitando um novelão!

A mãe de Louise já provou em suas alucinações que é uma verdadeira megera, só que dessa vez ela provou ser pior do que isso em tempo real. Sendo ameaçada de perder toda a herança que seu falecido pai deixou para trás, Louise encontra-se em estado de desespero. E a sua solução? Casar-se com Nolan Ross! Sim, Louise é agora a senhora Ross! E a partir do momento que são casados, Nolan se torna seu novo conservador, dando-lhe o controle sobre o dinheiro, e deserdando sua a mãe. No entanto, a megera patriarca tem um último truque na manga, ameaçando que se caso não obter de volta o direito de herança, ela vai revelar a verdade, de que as pílulas foram feitas para ajudar a esquecer do fato de Louise ter matado o próprio pai.

É uma característica interessante, embora seja é outro cuidado que os produtores devem ter com a personagem de Elena Satine. A atriz ganhou o seu espaço e conquistou o público (me conquistou) através do carisma refletido na sua amizade com Nolan. E olha que sua presença desde o inicio da temporada foi perdida com aquela obsessão por Victoria, esquecendo desse fiasco, fomos comprados que esse novo arco de família problemática, o que funcionou completamente.

Abduction foi o melhor episódio da temporada atual, por um momento imaginei assistindo um serie’s finale, particularmente quando Victoria diz a David que eles devem seguir caminhos separados, para que ele e Amanda pudessem começar uma vida, e ela finalmente poder lamentar a morte seu filho em paz. De certa forma, há um certo fechamento aqui, mas enquanto Revenge conseguir produzir episódios tensos como este, terei o prazer de continuar sendo o seu fã numero um.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER