Revenge 4×19 — Exposure

Revenge se prepara para o adeus final

Amanda Clarke fez a minha cova esta noite.” — GRAYSON, Victoria

Gostinho de despedida, é assim que descrevo toda a trama de Exposure. O que aconteceu com os produtores ao idealizar esse episódio? Me senti como se estivesse assistindo a series finale, e não um episódio qualquer, sem um plot inacabável como sempre estamos costumados a ver.

Primeiramente, mal sei como descrever as cenas tratadas em Exposure. Quer dizer, não houve um enredo árduo e grandes acontecimentos. Pelo contrário, parecia que tudo o que estava acontecendo na atual realidade, era um reflexo causado pelo passado, o que fez uma coisa interligar a outra de uma forma surpreendente. Só consegui enxergar uma única mensagem transmitida através daqueles flashbacks: esses são todos os motivos que fizeram vocês (telespectadores) continuarem conosco até agora.

E caraca, mensagem captada com sucesso! Depois de um longo tempo, só me fez refletir o quanto eu amo Revenge e o quanto essa série já foi um dia extremamente maravilhosa. Quem não se arrepiou ao rever a cena em que Emily deixa cair o drink na roupa do Daniel? Foi o primeiro contato dos dois, além do início de uma longa jornada de vingança (e querendo ou não, também o início de um pseudo romance).

Revenge - 4x19 - Exposure - Emily Thorne - David Clarke

Tivemos o prazer de reviver cada temporada e a mesma sensação prazerosa que cada uma propôs. Nunca pensei que ficaria tão feliz em rever Lydia Davis! Todo o lance do seu caso com Conrad Grayson, até o momento em que Emily “inocentemente” a entrega pra Victoria. Resumo do episódio piloto, certo? Sem contar que podemos rever o famoso “X” riscado na cara de cada inimigo, sempre que uma vingança era concluída. Se essa mesma premissa tivesse continuado na segunda temporada, os produtores provavelmente teriam mais tempo de bolar outras histórias e não desgastar toda a série. Se alguém aí percebeu, a Iniciativa continua sendo esquecida, como se nunca tivesse existido. E convenhamos, melhor assim, né?

Como já citado antes, o presente se interligou com o passado. Nolan dessa vez pisou feio na bola e darei total razão para Emily ter odiado tamanho deslize. Claro, entendo que ele salvou todos aqueles arquivos como forma de lembrar a melhor época da sua vida, quando teve a companhia de uma amiga de verdade, mas para um cara tão experto como ele, que estupidez foi essa de guardar provas sólidas como lembrancinha de casamento? Tudo tem seu lado da moeda, e a razão disso, foi para que lembrássemos a sua primeira vingança ao lado de Emily e mais uma vez, nos emocionarmos com o fortalecimento da união dos dois. Não existe Nolan Ross sem Emily Thorne, e assim vice e versa.

Não podemos esquecer de citar Aiden Mathis. Se Daniel Grayson por um breve momento foi o amor de Emily Thorne, Aiden passou a ser sua vida. E claramente podemos enxergar a sua dor ao revelar que Victoria Grayson havia cometido um assassinato. É impossível falar dos dois, sem citar a química perfeita que transmitiam quando estavam juntos. Foi um casal que realmente deu certo e que aos poucos torci para que ficassem de vez, mas como nada é perfeito, o ator precisou sair da série e a forma que escolheram para o adeus final do seu personagem, foi a sua morte. O que restou então?

Não vou citar o Ben, porque realmente a Emily pouco se importou com o coitado, o que me faz pensar que não foi legal esse lance de deixarem os dois juntos. Bom, pelo menos Jack voltou a florar o seu amor de longa data por nossa vingadora. Mesmo com as cenas dois crianças na praia, do beijo da primeira temporada e das infinitas declarações de Jack, infelizmente não me convence mais forçar Jack Porter como o verdadeiro amor de Amanda Clarke. Durante três temporadas deixaram de lado essa eterna paixão infantil, prova disso tivemos as recaídas amorosas com Daniel e o forte vinculo com Aiden. Então engolir em poucos episódios que os dois possam a ter um relacionamento firme, é um pouco difícil (e falta de tempo não foi).

Pontos a serem destacados (mesmo que tenham sido irrelevantes): por favor, alguém ajuda a Margaux decidir se ela vai ser boazinha ou não? Ta difícil uma semana ela bancar a cobra maldita, na outra se arrepende e chora, depois volta acreditar em coisas absurdas e ressurgi uma nova vilã. E aí, como fica? Não podemos esquecer de Louise, mas ao contrário de Margaux, essa tem motivos sólidos para se alinhar a Victoria, afinal, não podemos esquecer que ela começou como uma psicopata (que ganhou meu coração), mas não acredito que ela vá acabar com Nolan Ross, no fundo Louise se redimirá novamente.

Quem ficou surpreso ao rever Charlotte? Eu realmente tinha esquecido que essa personagem existia, mas valeu a pena rever alguma de suas cenas chatinhas. E ai fica uma pulga atrás da orelha, bem estilo a abertura de Gossip Girl: Where has she been Serena? (neste caso, substituímos por: onde estava Charlotte Grayson?). Seria ela a pessoa que riscou a foto de Amanda Clarke naquele jornal? Ou seria alguém ressuscitando dos mortos? Aceito spoilers, por favor.

E nem preciso falar que a batalha final ficou a encargo das duas grandes rainhas que sempre levaram Revenge inteira nas costas. Victoria por pouco se deu como derrotada. Isso mesmo, por pouco. Não é porque sua arma descarregou todas as balas, que você não ira encontrar outros meios de vencer a guerra. Vic sempre encontra um jeito.

E eu só dizer que essa batalha será épica.

Ps: a cena final desse episódio poderia ter sido escolhida para o final da série, onde filha e pai poderiam finalmente viver em paz, assim como era nos velhos tempos.

Ps²: partilhando da mesma cena, deveriam ter colocado For You do Angus and Julia Stones que foi trilha oficial da relação dos dois.

Ps³: sinto que estamos perto do fim

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER