RuPaul’s Drag Race 6×09 — Drag Queens of Talk

Hello, hellooo, helllooooooooooo!!!!!

Sabe aquela hora do reality show que você sente que se perder alguém vai fazer muita falta? Seja um vilão ou um querido? Pois é, esta temporada do Drag Race chegou a este momento. Qualquer uma das 7 queens que fosse eliminada neste episódio faria falta. E isso fica mais difícil ainda nos episódios seguintes, pois ainda vamos perder mais 3 antes da grande final.

Está sendo uma temporada em que o talento delas está sendo testado. Uma temporada muito além da beleza, carisma e simpatia. Os desafios, a cada semana, testa-se a capacidade de ir além das garotas. E as mais despreparadas sofrem. E também sofrem as mais preparadas. Confiança demais nunca é bom em realitys.

Momento vergonha mor: Chad Bono não, Ms. K!

O desafio desta semana é simplesmente o sonho prateado de todo fã de Cher: conhecer Chaz e Georgia, filho e mãe da legendária diva pop foram alvo de entrevistas, ao estilo Ellen DeGeneris ou Oprah. Grande oportunidade de saber como as garotas lidam com a pressão do tempo, como elas são articuladas ou mesmo se sabem construir um roteiro de entrevista baseada na pesquisa, no improviso e na segurança.

No afã de se destacarem mais que os convidados, várias queens pisaram na bola feio, com perguntas mal colocadas sobre temas polêmicos da vida dos convidados (Georgia chegou a ir a uma clínica de aborto para tirar Cher…) ou mesmo falando o nome do convidado ERRADO! A maior gafe de um entrevistador é nao saber o nome correto do entrevistado. E não estamos falando de alguém desconhecido, mas sim Chaz Bono, que nasceu mulher e hoje é provavelmente o transgênero masculino mais famoso que o mundo já viu, por sua história de transformação e pelo envolvimento de Cher neste processo (em princípio, ela era contra a mudança que então filha quisera fazer).

Katylene nos Thundercats? Saiba como.

Pesou então a falta de preparo, tanto para Trinity (que chamou Chaz de Chad o tempo todo) e de Bianca (que não gerenciou bem o tempo da entrevista). E eu chamo atenção aqui para Bianca pois ela está um passo à frente das demais drags, e sendo assim, não pode deixar um dos convidados sem perguntas. Santino levantou um ponto muito importante no caso de Bianca: ela tem grande experiência em entrevistas divertidas em boates, onde o que o convidado está falando não tem a menor importância, e sim o que de engraçado ela diz. Assim, Bianca não prestou atenção em NADA que os convidados estavam falando e seguiu a entrevista como uma personagem de Tempos Modernos de Chaplin: no automático.

Já Adore e Trinity cometeram erros que deixaram o episódio como um dos mais constrangedores da história do programa. Adore só ria das perguntas sem nenhuma graça, atropelou as respostas e e não teve a capacidade de fazer a entrevista fluir, além de ter pecado na falta de preparo para a entrevista. Trinit até estava indo bem, mas trocar o nome de Chaz é imperdoável.

VRÁ!!!! na cara das inimigues. Xô recalque!

Enquanto isso, com leveza e inteligência, Courtney conseguiu tirar o melhor dos convidados com perguntas que faziam sentido, simpatia. Ela usou o que tem de melhor: a beleza e a polidez. Sim, Courtney é uma drag chic, bonita ao extremo e educado como uma lady. Encantou Chaz!!!!! Que chegou a ficar desconcertado com a beleza da garota. Claro que Courtney venceu este desafio, mas foi muito fácil: as demais doram, em geral, um desastre, uma vergonha. Darienne de desfazendo na frente dos convidados… outra gafe. Para mim, foi o episódios das gafes.

Mas que nos presenteou com um dos lip sync mais fortes da temporada: Trinity versus Adore. Adore focou, mas foi por pouco. Enquanto Trinity faz a linha do Stilleto e do carão, Adore é mais expansiva e contagia com a sua alegria e perfeição nos movimentos. Sashay away Trinity, mas tenho certeza que você sai com a autoestima nas nuvens e cheia de possibilidades novas. Parabéns girl, você merece.

Não posso deixar de falar do júri. Ver Paula Abdul na TV novamente é muito amor, muita alegria e muita emoção! A cantora mais dublada da história do drag race ganha mais um lip sync a sua altura. Paula, você faz muita falta atrás de uma bancada, viu? E a família de Cher foi, falta ela. Do you believe em life after love, mama? Uma família interira de talento e simpatia. GOD BLESS CHER!

wolf wolf wolf wolf wolf!!!!

P.S: qual é a probabilidade de todas as palavras do desafio terem a junção das letras A S S? Hahahahaha LOVE U Mama!

P.S.1: O lip sync para nosso deleite!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER