RuPaul’s Drag Race 7×07 — Snatch Game

A falta de personalidade das queens continua prejudicando o programa.

E finalmente chegamos ao episódio do Snatch game, um dos que deveriam ser um dos pontos altos da temporada… mas não foi. Apesar de termos boas imitações no quadro, no geral, as queens não levaram seus personagens muito além. Obviamente, o maior exemplo disso é Max, que conseguiu canalizar perfeitamente o visual de Sharon Needles, mas trouxe zero personalidade para a sua caricatura. Além disso, a escolha não deixa de ser meio óbvia.

Katya, conta pra gente o que você está achando desta temporada?

Desde o lançamento do teaser da sétima temporada de RuPaul’s Drag Race, Max era a queen que remetia diretamente ao estilo de Sharon Needles e levantava suspeitas de que o elenco desta temporada seria constituído de Drag Queens que foram incentivadas pela popularidade que o reality show alcançou nos últimos anos. Enquanto isso reforça a importância do programa, a falta de preparo e experiência de várias competidoras têm segurado o nível do programa no mínimo possível, impedindo que ele deslanche, dando continuidade à crescente que a quinta e a sexta temporada trouxeram.

Nem tudo isso, porém, é culpa do elenco. Fica cada vez mais visível que RuPaul fez escolhas bem ruins ao planejar esta temporada, que tem sido bastante homogênea e pouco exigente das habilidades que as competidores têm ou precisam desenvolver. Esta temporada tem abdicado do tempo que as queens passam dentro do workroom construindo seus figurinos ou discutindo suas ideias para as apresentações. Isso dá mais tempo de episódio para as apresentações em si, mas a falta de bastidores torna essa experiência bastante vazia e incompleta.

A eliminação de Max é bastante justificada pelo desempenho terrível que ela teve durante o episódio. Além disso, não deixa de ser ultrajante que ela escolheu o pior momento para fazer uma cena. Esse tipo de habilidade deveria ter sido empregado nos desafios, já que é o momento em que ela está sendo avaliada pra valer. Uma atitude desesperada como essa não salvaria ninguém. No entanto, comparado com o potencial que Max apresenta com de Jaydin Diore Fierce (pela segunda vez consecutiva no bottom two), era de se esperar que a segunda fosse eliminada por ser menos promissora.

Katya: Melhores figurinos, ótimas atitudes.

Tentar encontrar alguma lógica nas escolhas de RuPaul anda cada vez mais difícil, mas a única explicação que encontro para a eliminação de Max no lugar de Jaydin Diore Fierce é para tornar menos evidente o retorno de Trixie Mattel na próxima semana. Embora isso corrija o erro de sua eliminação, não deixa de ser um truque bem raso para o programa. Melhor seria não ter eliminado ninguém naquele momento, afinal, perdemos a participação de Trixie neste Snatch Game, que precisou de toda força que as comedy queens podiam trazer.

Voltando a falar do desempenho delas no desafio da semana, ainda encontro dificuldades em entender os critérios que levaram Ginger Minj e Kennedy Davenport ao empate. Embora as duas tenham sido muito engraçadas, Kennedy não demonstrou diversidade em sua imitação de Little Richard, apelando para apenas um traço caricatural. Como uma imitação de uma piada só conseguiu se consagrar vencedora do desafio da semana, é algo que exige demais da minha compreensão.

Adivinha quem engrossou a nata quando ouviu Kennedy sendo elogiada por fazer boy drag?

Mesmo com essa turbulência toda, há alguns momentos em que o programa acerta, e esses são os momentos em que eles deixam Ginger Minj e Katya dominarem os comentários do programa. Enquanto Ginger parece ter uma língua afiada para tudo quando vai comentar sobre outras drag queens do programa, Katya é mais esperta e faz comentários capazes de melhorar ainda mais sua própria imagem. Já disse isso aqui antes, mas está é uma das competidoras da atual temporada do programa que mais tem aproveitado oportunidades para crescer e desenvolver suas habilidades.

Katya, ainda por cima, faz tudo isso como se estivesse se divertindo com a experiência de participar de RuPaul’s Drag Race. E isso traz algum frescor no meio de tanta decepção.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER