RuPaul’s Drag Race S07E05 — The DESPY Awards

Seguindo a tradição dos episódios anteriores, RuPaul reuniu novamente as queens para trabalharem em grupos. Ou para ser mais específico, em duplas. Embora o formato tenha dado mais certo que o das últimas vezes para vermos a relação de trabalho entre elas, a formação de duplas foi completamente aleatória. RuPaul poderia ter sido mais cautelosa e estrategista e escolher duplas incomuns e que causassem um pouco de desconforto ou exigissem algum tipo de esforço. Até o momento, a temporada tem sido bastante branda quanto aos desafios, que raramente fizeram jus ao nome.

Vestida de Ferrero Rocher, RuPaul anda com dificuldades pra tomar boas decisões.

Enquanto isso, a atual temporada parece querer apostar bastante no drama, e a situação da vez atende pelo nome de Pearl. RuPaul propositalmente está a pressionando para que ela assuma posições mais ativas. No entanto, o que ela entrega toda a vez que se vê confrontada é drama e já está chegando a um ponto em que isso se torna forçado e até encenado demais. Este é o jeito errado de manipular as emoções do programa.

O mini desafio dessa semana foi até que divertido. Com exceção de Violet e a desastrosa J-lo, todas as queens foram razoavelmente bem. E mesmo que Pearl e Max tenham ganho, Kasha Davis conseguiu se destacar um pouquinho a mais porque soube usar um traço seu em favor da apresentação. Por isso, é totalmente justificável a sua ida ao bottom two no episódio, já que ela mostrou uma capacidade para a comédia que não foi usada quando realmente foi necessária.

Quando você descobre que a eliminada da semana não foi Kandy Ho

No entanto, fica difícil entender porque Kandy Ho foi a escolhida de Ru para permanecer no programa. Ela mal demonstrou algum tipo de talento e continua sumindo quando tem que trabalhar com suas colegas de competição. É menos polêmica que a decisão tomada na semana anterior, mas igualmente incompreensível.

Falando do desafio principal, que mais parece uma versão atualizada do RuPaul Roast feito na quinta temporada, há um consenso de que o nível das queens neste desafio foi nivelado por baixo. As boas piadas foram raras e o despreparo estava sobrando. Isso facilitou bastante o trabalho de RuPaul que, basicamente, usou este episódio para administrar o seu elenco ao eliminar as queens que não têm salvação.

A melhor parte da premiação.

Esse foi o maior problema do episódio: tudo foi absolutamente fácil e mediano. E a pseudo recuperação de Pearl só ocorreu porque a competição foi pior do que ela, e mesmo assim é realmente difícil ver que alguém merecendo o título de vencedora do desafio da semana.

A mesmice do programa nesta temporada se estende ao Untucked, onde todas comentavam sobre o comportamento de Violet. Enquanto ela tem tido um problema para lidar com qualquer tipo de criticismo, o programa perde a oportunidade de colocá-la para trabalhar com pessoas que não querem lidar com ela. Talvez seria muito interessante vê-la trabalhando com Kennedy Davenport, que verbalizou seu desejo em não ter que lidar com Violet a menos que seja obrigada.

RuPaul’s Drag Race precisa urgentemente de heróis e vilões, não um grupo de coitadas. As pessoas que tentaram ser falharam miseravelmente porque não era um traço característico de sua personalidade. E esse é um problema que temos visto com frequência nesta temporada, grandes personalidades estão escondidas ou inexistentes. O que só prova que essas queens não tem sido desafiadas o suficiente. E isso é um problema que somente RuPaul pode resolver a partir do momento que decidir levar os desafios para outro nível.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER