Scream 1×02 — Hello Emma

Scream investe em grande número de suspeitos para poder “esticar as coisas”.

Eu sei que todos em quem você confia estão mentindo para você, brincando com você. […] Seus amigos duas caras, sua fraude de família, a vadia da sua mãe. Tudo começou com ela Emma, mas vai terminar com você”. KILLER

Desde sua estréia, semana passada, a série baseada no clássico do terror dos anos 90 e 2000, deu o que falar, não só por seu grande poder de agradar ao público, mas também por sua genialidade no quesito adaptação.

Por mais que muitos digam o contrário a série parece ter sido sim genialmente adaptada para os tempos atuais, qualquer adolescente hoje em dia pode não entender e até renegar o grande sucesso dos filmes, mas vão adorar a nova versão para as telinhas.

Em seu melhor estilo Wasted Youth, Hello Emma, trouxe o que parece que vai ser um padrão para os episódios, começando com uma morte, dessa vez não tão sangrenta quanto a primeira/segunda e seguiu com o desenvolvimento dos personagens centrais adicionando mais e mais dúvidas sobre quem pode estar por trás da nova onda de assassinatos que só começou.

scream

Como ainda estamos no começo, temos tempo para apresentação de novos personagens equivalentes aos dos filmes, por isso conhecemos Piper Shay, a “repórter” atrevida e xereta, que aqui grava podcasts sobre crimes.

Convenhamos que Amelia Rose Blaire/Piper Shay é uma versão pálida e insossa da vigorosa Courteney Cox/Gale Weathers, mas que acaba casando com a nossa nova versão também modelete sem sal Emma, que como já foi dito aqui está longe de ser uma Sidney Prescott.

Ainda sim, dentro da proposta que a própria série cita em seus monólogos, sempre apresentados por Noah Foster, que diga-se de passagem é um dos personagens mais carismáticos dessa versão, a série está aqui para isso mesmo, mostrar o quanto a juventude de hoje é plástica e superficial, uma versão informatizada da juventude que os precedeu.

Em resumo, apesar de todo o review até agora parecer uma crítica ruim, Scream tem entregue episódios honestos e bem elaborados, com altos índices de possíveis erros futuros, como o número elevado de suspeitos se tornar uma bola de neve e acabarmos com a nova versão de Pretty Little Liars ao invés da nova versão dos filmes.

Por enquanto idas e voltas de casais com hormônios em polvorosa, novas alianças sendo formadas e muito mistério envolvendo passado e futuro ditam o tom da narrativa, que mesmo com representações meia boca exalam carisma e curiosidade por mais e mais carne e sangue.

Façam suas apostas lembrando que se a série for seguir a premissa dos filmes poderemos ter mais de um assassino, o que eu espero sinceramente que não seja o Will, porque repetir a façanha do namorado psicopata de 1996 seria uma catástrofe para algo que tem potencial para acabar muito bem.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER