Scream 1×05 — Exposed

Scream chega na metade da temporada colocando a chantagem como foco

A vida é como Charlie Brown e sua bola de futebol, a vadia da Lucy vive tirando dele, mas você tem que continuar chutando”. SHAY, Piper

Com um roteiro que já começa a demonstrar sinais de cansaço e falta de linearidade, Exposed começa como um episódio sobre luto, mas passa direto para um mundo adolescente surreal que deixaria qualquer pai desavisado de cabelo em pé.

Adolescentes que tem professores stalkers, os próprios delinquentes são ainda mais stalkers e praticam atividades extracurriculares de cunho no mínimo duvidoso, fariam qualquer um colocar o próprio filho em uma bolha.

Defendendo um ponto de vista válido, a proposta da série é essa mesmo, de qualquer série do gênero, afinal qualquer cidadezinha com uma febre de assassinatos hoje em dia reagiria bem melhor do que Lakewood.

Enfim, se você não é muito fã da chorosa Emma, deve ser menos fã ainda das cenas compartilhadas com a ainda mais insossa Piper, quem conheceu Gale Weathers sabe a falta que a repórter vadia e abelhuda faz.

A prova disso é que a personagem de Courteney Cox sobreviveu ao original, mais três sequências e se tivesse morrido os fãs teriam depredado Wes Craven em praça pública.

O papel da vadia ficou para Broke, mas mesmo dando créditos extras para o elenco jovem e inexperiente da série, a atuação da garota é uma versão afetada e sem graça de Blair Waldorf, ou uma cópia ruim versão século vinte um da Regina George.

Enfim, por se tratar do episódio que marca o fim da primeira metade do enredo da série, Exposed pareceu tentar trabalhar melhor as tramas paralelas para distrair a audiência, com o artifício fraco de incluir uma investigação estadual aos acontecimentos.

Quem estava atento percebeu que a presença da nova detetive/ex amante do delegado na cidade, quase passa despercebida no episódio, que estava mais preocupado em mostrar as armações entre Jake e Will, ou de Jake contra Will.

Voltando a lista de suspeitos, que por sinal não para de crescer, uma vez que esse é o segundo episódio consecutivo sem mortes, Audrey e Noah resolveram que o professor Branson é um suspeito tão bom quanto qualquer outro.

Analisando as inevitáveis comparações com os filmes que deram origem a série, sim o hot teatcher, que tem um caso com uma de suas alunas pode ser o assassino que estava lá o tempo todo disfarçado, então quem aposta?

Pontos de vantagem ou não, para trocadilhos com conotação sexual para adolescentes, provavelmente 90% da audiência da série se derreteu com o comentário do professor, que na realidade foi simplesmente inapropriado, lembrando que isso é apenas um apontamento, todos gostaram desse momento.

Por fim, Emma segue uma linha bastante comum para alguém sendo não só ameaçado, mas que de fato já perdeu uma boa cota de amigos, violentamente, a vida segue, vou descontar o fato de que meu namorado é um idiota, sair com o cara novo da escola, que por sinal é o mais gostoso, tudo normal até aqui, mas não.

Entre altos e baixos, Scream, que inclusive já foi renovada para sua segunda temporada, é divertida e interessante, suas tramas paralelas são complexas o bastante para não passarem apenas como distração para o público, até agora é seguro dizer que vale ir até o fim da temporada.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!