Se Minha Mãe escrevesse The Walking Dead

Para entrar em cena, atores devem ser devidamente preparados para imitar emoções dramaticamente autênticas e dar ao espectador a impressão de que ele está assistindo a um episódio verossímil de grande impacto.

No caso de The Walking Dead, significa que alguém chegou pra Sarah Wayne Callies e disse:

Você é a Lori — você era casada com o xerife da cidade, mas ele foi baleado e ficou no hospital enquanto você fugia com o parceiro dele. Você agora pega esse cara sempre que não tem ninguém olhando. Ah é, você também tem um filho — ele fugiu junto com vocês dois. E o motivo pelo qual vocês fugiram é uma grande epidemia que transformou quase TODO MUNDO em zumbis comedores de gente.

Sabe… ela meio que cumpre o papel.

Ela é a mulher mais maluca, manipuladora e insuportável que o mundo já viu. Mas cumpre o papel — talvez sejam só os hormônios enlouquecidos da gravidez, já que, a tara descontrolada que ela tem, deixou a mulher grávida no meio do apocalipse.

O que ela não cumpre… é o papel de mãe.

Ok, ela é responsável o suficiente pra, pelo menos, questionar se ela quer mesmo continuar grávida e colocar um filho num mundo onde ninguém sabe se vai sobreviver até o fim do dia, ou virar uma refeição. Mas e o outro filho dela?

Bom, ela meio que não liga.

Mas não é culpa só dela. Aparentemente, todo o frenesi sanguinolento dos zumbis fez com que as pessoas ficassem loucamente irresponsáveis e burras. Elas não ouvem um zumbi se arrastando e respirando engraçado perto delas e são comidas vivas. Elas estão sempre olhando para o horizonte à procura de qualquer coisa que se mova como o Michael Jackson em Thriller, mas deixam passar caravanas inteiras de gente podre andando junta.

Agora, mais do que tudo isso, elas simplesmente ESQUECERAM que adultos precisam ficar de olho nas crianças.

Sabe, quando eu era pequeno, eu não podia passar perto de qualquer coisa semi-perigosa. Minha mãe estava sempre gritando o meu nome por aí, cada vez que eu saía de vista. Sabe por que? Porque crianças fazem bobagem. E, se você não fica de olho nelas, elas vão fazer as piores bobagens de todos os tempos.

Minha mãe nunca foi babá. Ela nunca foi dona da creche. Então eu acredito que todas as mães meio que tem esse sexto sentido pra cuidar das crianças e (presta atenção nessa) MANTÊ-LAS LONGE DO PERIGO.

Guarda esse pensamento aí…

Toda a segunda temporada dessa maravilhosa série gira em torno do que acontece quando uma mina DESAPARECE na floresta, depois de fugir de dois zumbis. Eu podia enumerar vários motivos pelos quais essa temporada começa de um jeito idiota: porque o Rick não matou ele logo? Bom, ele não podia atirar, se não ia atrair os outros. E daí eu pergunto: POR QUE ELE NÃO MATOU ELE LOGO??? Como se não poder atirar tivesse impedido alguém nessa série.

Mas ao invés de focar nisso, melhor estudar logo a verdadeira origem do problema.

Eles estavam parados num engarrafamento de carros de gente que morreu e continuou parada no trânsito. Quando eles pararam, TODO MUNDO ficou em pânico porque estavam parados, porque era perigoso, ninguém mal queria descer porque podia aparecer um monte de gente morta pra comer todos eles.

ENTÃO POR QUE É QUE, QUANDO ELES DESCERAM, NINGUÉM MANDOU AS CRIANÇAR FICAREM DENTRO DO TRAILER????

Era MUITO simples: eles iam ficar dentro do trailer, os adultos lá fora iam se esconder dos zumbis, as crianças iam ficar quietinhas dentro do banheiro do trailer sem dar um pio e TODO MUNDO IA FICAR BEM.

Mas, não… a imbecil da Lori tinha que falar qualquer coisa tipo “fique onde eu possa ver”… PRA EU PODER ASSISTIR VOCÊ SER COMIDO VIVO QUANDO ALGUÉM APARECER! É tipo falar “hey filho, pode brincar, só tome um pouco de cuidado porque tem sempre alguém aí pronto pra comer o seu braço e ir embora, ok?”

Sério, se minha mãe escrevesse essa série, ela NUNCA ia fazer personagens TÃO BURROS cuidarem das crianças.

E quando eles vão pra fazenda, O MOLEQUE CONTINUA ANDANDO POR AÍ NA MORAL! ARMADO E TUDO! Faça-me o favor… E ainda sai de chapéu pra provocar zumbis afundando no lodo e mata o velho chato.

Na real, se eles só mandassem as crianças CALAREM A BOCA e ficarem quietas escondidas num canto, a menina não ia ter morrido, o moleque não ia ter tomado um tiro, o Shane ainda ia estar vivo, a fazenda daquele Tio ainda ia estar inteira, nenhum outro filho dele teria morrido e o velho não ia ter sido comido no meio do pasto. E o japonês não ia ter comido ninguém. Apesar de ele ser coreano.

Então eu gostaria de dedicar essa minha coluna à minha maravilhosa Mãe, que teria escrito uma série muito mais sem graça, mas que salvaria a vida de MUITOS personagens fictícios. Principalmente, as crianças. Porque ela é mãe. Sacou?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER