Seis motivos para assistir a estreia de House of Cards

Promoção House Of Cards, do Box de Séries e da Netflix

O Netflix estreia amanhã (1º) a sua segunda produção original, House of Cards é uma releitura do drama político homônimo exibido pela BBC na década de 90 e conta com elenco de peso. Estrelada por Kevin Spacey a primeira temporada da série terá seus 13 episódios — todos em HD — disponibilizados para os assinantes. Porém, se você ainda está na dúvida se deve ou não se entregar ao vício, nós do Box de Séries temos seis motivos para você deixar de ser mimimizento e assistir logo a série.

1º Nós aprovamos!

O Box de Séries esteve na pré-estreia e pôde conferir dois episódios do drama. Quando a exibição acabou, a vontade era de continuar assistindo aos onze episódios restantes. Para ler na íntegra o que achamos de House of Cards, basta clicar aqui.

2º Bitch Please, é o Kevin Spacey

Fã ou não, há de se admitir: há papéis que o Kevin Spacey assume com brilhantismo. Com o melhor de seu sarcasmo, o ator dá vida ao inescrupuloso e traído Francis Underwood. E, apesar de ser o vilão, será difícil não torcer por ele em cada um de seus planos de vingança, enquanto sussurra suas estratégias diabólicas diretamente para você.

3º Por trás de todo homem de sucesso, há sempre uma… (olha a mente suja!) Claire

Sabe o velho ditado que enaltece as esposas das grandes personalidades? Então, você tem que conhecer a Claire, esposa de Francis, interpretada pela elegante Robin Wright. Em toda a trama, ela é a única que consegue manipular o personagem de Spacey com um dedo mindinho — seja para fazer exercício físico ou destruir todo um Congresso.

4º Jornalistas confiáveis, só que não!

A jovem jornalista Zoe Barns, interpretada por Kate Mara, não se importa em sujar suas mãos para garantir seu lugar ao sol. A pequena e ardilosa Zoe, com o apoio duvidoso de Francis, consegue seus muitos minutos de fama já nos primeiros capítulos, e mostra que está disposta a quase tudo para se transformar em uma repórter conhecida e admirada.

5º Não é uma série sobre a TV Senado

Sim. Os diálogos são recheados de conceitos, processos e contextualizações políticas. Mas o roteiro de Beau Willimon também deixa espaço para um humor ácido e envolvente. Aliás, muitas vezes, as palavras são dispensáveis. Basta uma careta irônica de Francis para a câmera para cair na gargalhada. Crédito para a direção de David Fincher, responsável por sucessos como Millenium — Os Homens que Não Amavam as Mulheres, A Rede SocialSeven.

6º O futuro da TV é móvel

Assuma o controle e faça sua própria programação. Todos os 13 episódios da primeira temporada de House of Cards serão adicionados de uma só vez ao catálogo do serviço. Isso quer dizer que você escolhe quando e como vai conferir a série, no seu próprio ritmo. É como ler um livro — você define como quer avançar em cada capítulo. É só clicar e assistir.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER