Sessão de Terapia 1×14 — Ana e João

Roma!” — Clarice

Tempos nublados chegam à Sessão de Terapia. Tempos já chuvosos chegam aos dois casais deste episódio.

Ana tem lidado de forma assustadora com o aborto. Ela está obviamente feliz com o acontecimento, afinal, ela nunca quis ter esse filho. A verdade é que as sessões de Ana e João sempre foram sobre Ana e João, nunca sobre esse filho que nem chegaram a ter. Isso tudo foi só um plano de fundo para eles expressarem a forma como se sentem em relação um ao outro, a necessidade de tomarem ideias contrárias e a sua total falta de comunicação e compreensão sobre as tarefas ideológicas de cada um enquanto casal.

Algo que me assustou muito foi aquele flerte descarado e promíscuo de Ana para cima de Theo. Para que aquilo? Sinto que ela estava tentando fugir da realidade que lhe estava sendo imposta, tentando a qualquer custo fingir que estava ali por outro motivo, o que eu considero um regresso para a personagem. Em contra partida, temos o óbvio avanço: Ana foi sozinha para a sessão. Ela queria ter um momento livre de João. Um momento em que poderia dizer as coisas aleatórias que queria só por dizer, por estar lá. Ana sempre se mostra uma pessoa melhor quando não está sob a influência de seu marido.

A edição desse episódio finalmente acertou (ainda não completamente), e pela primeira vez casou com a direção de Selton Mello. Ambas foram espetaculares.

Tudo estava bem leve e tranquilo, até que João chegou. Que carinha implicante esse! A necessidade que ele tem em tomar o controle das decisões da esposa a partir de argumentos fúteis como culpa e aceitação acabam por fazer com que ele volte ao cargo de vilão. Se tornou natural assistir a série com vontade de dar um soco na cara desse idiota tanto quanto torcer para que ela se livre dos fantasmas dele de alguma forma. Mas ainda é um sentimento precipitado, afinal, ainda é a terceira sessão, e tudo o que menos precisamos em Sessão de Terapia é uma nova separação, não é?

É de incômodo extremo sentir que tudo isso se deve ao fato de João exigir que todos estejam constantemente cedendo em função dele, enquanto ele fica parado, deixando que o orgulho lhe domine, sem nunca ceder. Talvez ele nem precise ceder. Só precise parar. Escutar os outros com calma, olhar devagar, fazer algum esforço para entender o sofrimento de Ana. Não por como as coisas propriamente aconteceram, mas sim por como elas terminaram. Esse aborto é basicamente uma teoria de fim do mundo na vida deles. Não sabemos se vai mudar alguma coisa de fato, mas não deve ser completamente desperdiçado. É uma boa oportunidade para se refletir sobre os valores da vida e sobre o que realmente importa. Ana já está fazendo isso desde o primeiro episódio. Pelos dois.

Mariana Lima volta à sua boa forma depois de um decepcionante desempenho na semana passada. Ela esteve soberba! André talvez tenha se perdido um pouco no foco do roteiro e algumas trocas de olhares pareceram desesperadas e exaustivamente desnecessárias. Gosto do trabalho corporal que o ator vem apresentando e acho de extrema importância no personagem, mais do que os próprios diálogos. Nos diálogos ele demonstra muita irritação, mas com o corpo ele demonstra também preocupação. É difícil de enxergar, do jeito que deve ser, mas possível. A palavra de Zécarlos Machado para hoje: ofuscado.

Um momento para ser discutido na próxima semana com certeza é o fato de Ana já não ter mais forças e nem paciência para lidar com João. Ele vai precisar mudar algumas atitudes. Isso ficou bem claro no momento em que ela demonstrou estar enojada só de ouvi-lo e, por isso, abandonou a sala bruscamente. João demonstrou sensibilidade e adequação moral ao perguntar se “tudo isso era porque queria um outro filho”. Ele precisa de mais dessas doses: expor o que está sentindo, não expor sua vontade de dominar o que os outros estão sentindo. Encerramos uma terapia importante e que define bastante as prioridades de ambos.

Mas agora a carta é outra: Clarice. Cadê cadê cadê o corno? Tá em casa! Aliás, falando em casa, essa sim é uma palavra que a esposa de Theo desconhece. Ela não dormiu na sua falta de lar a semana toda. Algo que fica bem claro com isso é que Clarice definitivamente não está fazendo isso para atingir Theo e nem com terceiras intenções. Está fazendo isso por ela. Porque ela sente que merece, ela sente que deve e ela sente que apesar de errado, é o melhor acerto que poderia ter cometido no seu casamento. Se antes Theo a deixava largada, com a traição, Theo tenta conversar com Clarice, mas não entendê-la. Simplesmente não consegue.

A cena em que ela exclamou que iria para Roma doeu até em mim. Acabou com ele! Independente de ser uma coincidência, ela despojadamente vai viajar com o seu amante para o mesmo lugar onde passou sua lua de mel com Theo. O fato é que pouco está faltando para ele a expulsar de casa ou de sua vida, e talvez ela também mereça isso. Sempre há um preço a pagar por gritar em voz alta o que você é, o que você sente e o que você pensa. Clarice está fazendo tudo isso na cara do nosso terapeuta e, deliberadamente, não se sente culpada. Theo já teve sua lição, mas, é o suficiente. Por muitos momentos ela tentou trocar de lugar com ele, mas ele fazia uma barreira de concreto tão leve que sua esposa nem conseguiu perceber. Voltou antes mesmo de esbarrar na parede. Minhas duas teorias para ele não ter interesse em consertar esse problema, bloqueando Clarice: ou tem consciência de que seu casamento era ruim, e não somente estava em uma fase ruim. Ou… está começando a corresponder os desejos de Júlia e não quer se ver numa encruzilhada fatal.

Apostas? Bem, se não quiser apostar sem ter certeza, o jeito é tentar conectar as conversar de Théo com Clarice às sessões de Dora e Júlia. Lá sim está o mapa do tesouro!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER