Sessão de Terapia 1×22 — Breno

Ela acha que abrindo as pernas pro Doutor todos os problemas dela vão sumir!” — Breno

O episódio mais polêmico da série até agora. E com motivos.

Confesso que não gostei do ritmo dessa sessão. Foi muito rápido! Agressivo e às vezes até sem propósito, não vou dizer que foi o pior episódio em geral, mas dentre as sessões do Breno, sim.

O Breno explorou mais o que acha do pai dele. Muitas vezes ele se referia ao mesmo como alguém ruim, que traía a mãe entre outras acusações, mas dessa vez ele preferiu contar sobre as qualidades: forte, inteligente, letrado, calculista, etc. A verdade é que ele se espelha muito na figura do mestre para se tornar um aprendiz que ele considera adequado de acordo com sua antiga posição de atirador. O problema é que ele ainda não teve a oportunidade de desvincular da imagem e do caráter da sua antiga profissão para tentar mostrar seu lado humano. Vejo esse com um bom desafio para suas próximas sessões.

Mas se alguém conseguiu mostrar seu lado humano, esse alguém foi o Theo. Como assim ele atacou o paciente “en terapia”? Muita gente detestou e a resposta do público foi negativa, principalmente da comunidade terapeuta. Eu achei interessante, até porque aquilo foi o que Theo sempre quis fazer, porém, aquilo transforma em hipocrisia tudo o que Theo vem subconscientemente pregando desde o início da série. A ética profissional morreu. Ou será que nunca existiu?

Tomo como madura a atitude de Breno ao esculachar Júlia. Ele provou que é melhor do que isso de precisar provar para ela que é o cara durão que é. A clara necessidade de Breno surge da sua insegurança que ele tende esconder a qualquer custo. Se não foi bom marido, bom pai, nem bom filho ou bom profissional, pelo menos bom mulherengo ele deveria adicionar ao currículo.

Agora já tá mais que óbvio que Theo está louco por Júlia. Breno passou o tempo todo atacando o terapeuta de várias formas através de várias pessoas. Falou e falou de Clarice, e nem deu em nada. Talvez isso se justifique por causa da traição. Mas foi só tocar no nome de Júlia que o cara endoidou e atacou o paciente além de chamá-lo de moleque.

Achei bem precioso o momento no final da terapia quando Clarice trouxe o presente para Theo e coisa e tal, pedindo desculpa, reafirmando que era só uma crise de vida medíocre do matrimônio. A preocupação dela ao ver Theo desatento e cancelando as sessões seguintes foi especial porque mostrou um lado da má esposa que ainda não tínhamos visto. O lado bom. Ela o abraçando e clamando por sua volta foi interessante porque os papéis amorosos continuam se invertendo em Sessão de Terapia sem teor forçado.

Theo saiu da encruzilhada para entrar no asterisco.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER