Showrunner fala sobre final de The Walking Dead

Toda a série tem seus segredos para guardar, afinal, parte da graça vem das surpresas que os produtores e roteiristas preparam para nós.

Glen Mazzara, showrunner de The Walking Dead, cedeu uma entrevista para o site The Wrap, para continuar mantendo os segredos da terceira temporada da série de zumbis a sete chaves e para contar como a série NÃO acaba.

Durante a entrevista, em meio ao set da série, Mazzara foi enfático em dizer que não há lugar seguro no mundo de The Walking Dead. Se você é um daqueles que espera que tudo dê certo no final, risque essa opção da sua lista agora.

“Não há um lugar seguro nesse mundo. Quero deixar isso bem claro. Ao fim da segunda temporada, a fazenda é tomada pelos zumbis e esse era o último lugar seguro que existia. Quero deixar isso bem claro, ninguém está seguro. Não há como se esconder.”

Abaixo você confere a entrevista na íntegra. Ou seja, pare por aqui se não quiser spoilers.

Você disse que essa temporada iria ter o que há de melhor na série: Michonne, O Governador e a Prisão. Quão fiel será dos quadrinhos?
Nós pegamos os personagens e as histórias e estamos adaptando ao universo da série. Será surpreendente tanto para os fãs dos quadrinhos, quanto para os que não seguem a HQ.

Quais são as vantagens e desvantagens de filmar grande parte da temporada dentro da prisão?
A prisão sozinha será um personagem ameaçador e malévolo. É um desafio morara lá, e acho que já conseguimos extrair várias histórias dela. Não será fácil manter os personagens longe da ação central, vai parecer que eles estão na jaula do leão.

Quando conheceremos o Governador?
Ele fará uma aparição surpresa. Não quero falar muito, mas a audiência estará preparada para ele. E eles não terão que esperar muito.

O livro A ascensão do Governador mostra o personagem de forma mais carismática. Você o vê como alguém que não é necessariamente perdoável, mas compreensível?
Claro! Não li o livro porque não quis que ele influenciasse o conceito do personagem para a TV. Mas estamos interessados em ter um personagem complexo e cheio de camadas. Ele não será só um vilão que fará uma cena brutal toda a vez que aparecer. Queremos um personagem real e o mais desenvolvido possível.

Se você for fiel ao que acontece entre ele e Michonne, essa será a coisa mais brutal em uma série que não reprime violência. Você tem que equilibrar o que acontece no quadrinho? Ou você ampliará isso? A TV permite ser mais ou menos explicito?
Certamente há um material desafiador na HQ, mas eu diria que existe o mesmo na série. Acho que no fim da segunda temporada mostramos que nós não nos contemos… e nós não iremos pegar leve agora. No entanto, nós faremos as coisas no nosso tempo, ou quando fará sentido para a série. E nós estamos realmente querendo que a história Michonne-Governador-Prisão seja extensa.

Há series como Lost que o que você acha da série vai depender de como ela termina. Para você, The Walking Dead é uma série da qual precisa de uma grande resposta no final?
Isso é algo que penso obsessivamente. Há uma certa parte da audiência que anseia por saber o que acontece a seguir. Mas essa não é uma série de revelações. Ela é sobre os personagens. Enquanto mantivermos fieis aos personagens, enquanto estivermos no espirito deles e do trabalho original de Robert Kirkman, acho que é dessa forma que a série deveria ser julgada. Não é sobre uma resposta que finalize tudo de uma vez. É sobre como esses personagens sobrevivem a um apocalipse.

Você disse que não sabe como os zumbis da série foram criados. Parece que é algo do qual você não se importa muito.
Robert não estava interessado em propor uma teoria sobre o que tivesse causado esse apocalipse, e isso é algo que acho importante para nós. Temos sorte de podermos recorrer a uma série de grandes filmes de zumbi. E uma das coisas da qual nos orgulhamos é poder adicioná-las ao nosso trabalho, inserindo peças que não foram vistas antes. Quando penso em possíveis finais, me interesso em encontrar algo novo, um final surpreendente que ninguém tenha visto ou imaginado.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER