Smash 1×06 — Chemistry

Olha, eu tenho que fazer o cronograma amanhã, se não conseguir, será preciso que a Cartwright a substitua. Não posso desperdiçar o dia.” — Derek

Eu gosto muito quando séries musicais conseguem ter coerência entre as canções e o que está acontecendo, e Smash , até agora, está segurando esta onda. O estilo The Sound of Music, apesar de ser clássico, e eu amar, não cabe mais nos dias de hoje. O que estou gostando mesmo na série é a capacidade de transitar entre o musical e a trama com certa facilidade. Meu grande medo é: ATÉ QUANDO?

Preciso falar que amo Debra Messing, e acho que ela rouba a cena só com o olhar. A sua Julia (que eu só consigo chamar de Grace) vive uma dualidade entre o casamento e o amante que quase beira a canastrice, mas a gente ama. Acredito também que ela e Michael tem algo não resolvido, um caso que não teve fim, e que pelo andar da série logo será passado na vida deles.

E o embate entre as Marilyns está pegando fogo. Sinceramente, gostaria do fundo do meu coração que a “morena” fosse a protagonista do espetáculo que está sendo montado. Por conta do estresse, das paranoias e da insegurança, Ivy passa a tomar prednisona, um fortíssimo corticoide, que melhora a voz, mas induz a alucinações e alterações de humor, dentre outros efeitos colaterais. Agora sim Ivy, você está cada vez mais semelhante à Miss Monroe.

E desses efeitos colaterais surgem as melhores cenas do episódio, aquelas que quando acontece você sabe que está vendo uma série boa e quer continuar. Como o escândalo que ela deu com Derek e, como vocês podem conferir na foto que ilustra a review, quando ela vê a Karen caracterizada de Marilyn no espelho.

Será que de tanto mergulhar no mundo de Marilyn, lendo livros, biografias, assistindo aos filmes, reparando no gestual da diva, Ivy começa a absorver também o temperamento notoriamente complicado da personagem? Vamos lembrar aqui que Marilyn, nossa Norma Jean, morreu vítima de medicamentos.

Em uma série dedicada à maior estrela do cinema não podiam faltar outras divas. Anjelica Huston está aos poucos ganhando o meu coração de uma forma avassaladora! No desespero para montar o musical, ela começa vende obras de arte, reduz suas despesas e vai parar em um bar bem pé de chinelo com Ellis, para mim, uma bee fofoqueira. QUEM NOONCA? A luta dela para erguer verba para a montagem é tema do próximo episódio, então aguardem!!!!

E por falar nesse Ellis, olha… Se eu pudesse dava uma boa surra de vara de marmelo na fofoqueira, viu?! Ele é perigoso, já mostrou isso antes, e ele sabe de tudo que acontece nos bastidores da montagem, além de não engolir o fato de a Julia o humilhar e ainda ter roubado a ideia de levar a vida de Marilyn para os palcos. Vamos aguardar, meu instinto diz que vem chumbo grosso por parte dessa cobrinha.

E enquanto a loira tenta manter-se no papel a todo custo, Karen começa, pelas “beradas”, a entender mais de musicais da Broadway. Ela já aprendeu conter-se no coro, a passar despercebida, e agora parte para os trabalhos extras, como cantar em bar mitzvah, emprego original de Ivy. Nesta festa judaica, Karen conhece um grande nome da música, um produtor que a convida para gravar uma fita demo. Será que a Karen seguirá outro caminho, que não seja o dos musicais?

O próximo episódio, Workshop, será focado na primeira apresentação do musical para os possíveis investidores. Que “quebrem as pernas” e “merda para todos”. Até breve!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER