Smash 1×07 — Workshop

Let me be a star!” — trecho de canção original do espetáculo

E chega a primeira data importante para o espetáculo. É o dia do Workshop aberto aos investidores e às famílias (e ao barman que a Anjelica Huston tem paquerado). Lembremos aqui que Eileen, que sempre bancou seus sonhos na Broadway, está com os bens bloqueados por conta do divórcio.

Nessa fase da produção são apresentadas principalmente algumas músicas, e são observadas as qualidades individuais dos atores, para que os empresários que investem em cultura possam apoiar o projeto ou não. Sabe que foi nesse ponto da série que eu me dei conta que o espetáculo pode não acontecer?

E para total desespero de Eileen, as coisas não saíram como o esperado. O ar condicionado do prédio não estava funcionando, deixando os convidados em situação de desconforto. E não é foi o barman que ajudou a resolver o problema? É a velha história da Dama e o Vagabundo se repetindo na TV. Acho muito interessante, espero que essa trama possa ser mais explorada e que deixem brilhar a estrela de La Huston!

Que climão que o Michael está criando entre a Julia e a marido dela! Se para ele está sendo fácil enganar a esposa e se entregar aos prazeres fora do casamento, acredito que para Julia não está sendo. O cara é mesmo um excelente cantor, tem uma química incrível com Ivy, mas fico pensando se não seria melhor ele ser despedido, para nossa eterna Grace possa dedicar-se ao roteiro. Sim, estou torcendo para que o espetáculo estreie. Corre o risco a aqui de a personagem se apagar um pouco, o que eu não gostaria que acontecesse.

A voz de Ivy está maravilhosa, ela realmente brilha imitando a Marilyn, mas a sua coordenação motora… Foram alguns pequenos deslizes durante a apresentação, que com certeza deixaram Derek louco de ódio e a ponto de estrangular a loira! E não é que Karen também errou? Tomou um tombo feio. Em princípio um fato bobo, quem não erra num ensaio? Mas os produtores já vêm, há algum tempo, cogitando a possibilidade de ter uma estrela de cinema, consagrada, no papel de Marilyn. Pode ser que estes deslizes façam com que o plano de contratar um grande nome ganhe mais importância na produção.

Agora eu começo a entender Ivy. Ficou bem claro no episódio que ela vive nas sombras da mãe, uma lenda dos musicais. Freud explica!

Um fato importante do episódio foi a escolha que Karen fez. Entre o mega empresário da música, que me pareceu bem empolgado com a voz da morena, e Marilyn, ela escolheu o continuar do coro do espetáculo da blonde girl. Ainda espero que essa trama se desenvolva mais. Acredito que o tal empresário viu em Karen, o mesmo que Derek: ela nasceu pra brilhar.

E Ellis, sempre ele, fazendo mais uma vez o papel de leva e trás na trama. Já tem alguns episódios (desde que ele levou Eileen a um bar) que ele vem se mostrando mais amigo da produtora. Eu continuo batendo na tecla do interesse, puro interesse. Desta forma, Ellis se arma cada vez mais para uma cartada que o beneficie nos próximos episódios. Só o tempo dirá.

Gostaram? The Coup já foi exibido e muito em breve vocês acompanharão o nosso texto aqui. Que “quebrem as pernas” e “merda para todos”. Até!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER