Smash 1×10 — Understudy

A vida já não está fácil pra ninguém, imagina para quem tem que montar uma superprodução da Broadway e nem verba tem ainda? Show must go on, baby! Esse episódio foi, na verdade, um exercício de paciência. Todo mundo careca de saber que Uma Thurman iria iniciar a sua participação em Smash e ela aparece literalmente aos 45 minutos?

A grande temática da vez foram os relacionamentos, quase todos desfeitos e em desarmonia. Em alguns casos, torci para que fossem desfeitos mesmo. Já pode dar um beijo na fofa que trabalha com o Dev e quer levá-lo pra Washington D.C.? Vai com Deus, amigo, você não fará falta para a série.

E mesmo sem muito perceber, Tom vem mostrado grande afinidade com o outro BFF da Ivy. Resta saber se essa afinidade é namoro ou amizade, plagiando descaradamente seu Silvio. Eu torço para que eles engatem um relacionamento sério, afinal eles têm química, até mesmo no palco. Foi ótimo ver o Tom encarnando um personagem em Bombshell, o cara mostrou que tem presença no palco e talento. E, convenhamos, ele não tem nada a ver com o namorado republicano.

Já Julia, minha querida, quantos anos você tem mesmo? Estou começando a acreditar que você deveria ter sumido da TV para sempre, Grace foi muito marcante na minha vida, não a estrague. Um conselho: você traiu o seu marido, ele não tem a obrigação de entender nada. Relaxa, escreve um espetáculo de sucesso aí e quando ele tiver vontade, ele vai te procurar, mesmo que seja com os papéis do divórcio. Outro beijo!

A única que se deu bem foi Eileen (TODOS COMEMORA). Depois dessa, ela será eternamente grata à cobrinha chamada Ellis. Foi ele que levou a produtora ao bar do Nick. Quem precisa de Jerry quando você tem o bartender rústico na sua vida? E não é que o cara guarda seu capital de giro embaixo do balcão? Corajoso ele… Eu adoro o jeitinho americano de lidar com dinheiro. E fica provado também que quem tem amigos ricos tem tudo na vida! Aqui o beijo fica por conta de Eileen e Nick.

E o qual é o objetivo principal de Smash mesmo? Ah, Bombshell. O espetáculo ficou em segundo plano essa semana, e acho que por um lado foi bom, não desgasta as canções que não conhecemos ainda. Tem uma, acho que é a que abre o espetáculo, que eu já me peguei cantarolando no banho. Está a um passo curto de se tornar a nova “Ai, se eu te pego” da TV americana.

Por outro lado, vimos também que Karen está se impondo mais como Marilyn. Desta vez, Derek viu mesmo a morena encarnado a diva do cinema em cena, já que a estrela Rebecca Duvall estava presa em Cuba por conta do visto de sua assistente. Excentricidades hollywoodianas. E eu espero que esta seja apenas a primeira.

Ai, gente, eu fiquei com dó da Ivy! Eu não torcia para ela ser a Marilyn, mas ficar longe do coro, ela não merece. Ela tem muito talento, ela merece um papel secundário no espetáculo. E para aqueles que consideram Karen mais uma cantora pop, Megan Hilty brilha numa versão perfeita de Breakaway da Kelly Clarkson. Ela merece um lugar no coro, sim. Quem nunca deu vexame na vida que atire a primeira pedra.

Fica aqui (como sempre) o meu desejo de que Uma Thurman traga a série um novo fôlego. E que ela apronte muito, porque são dessas que a gente gosta. Que “quebrem as pernas” e “merda para todos”. Até!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER