Smash 2×03 — The Dramaturg

Há alguma coisa que você tenha gostado no espetáculo?” — Julia
“Eu acho Marylin um tema fascinante para Broadway” — Peter

Definitivamente Bombshell está desmontando. Voltamos ao nível inicial do espetáculo: sem roteiro pronto, com várias falhas e com um elenco se desestruturando. Por enquanto, ainda é certeza que Karen é Marylin, já que Ivy está desistindo de lutar pelo papel e pelo espetáculo e aceitou um papel de destaque em outra produção da Broadway.

Com o árduo trabalho de colocar a vida de Marylin nos palcos, Eileen começa a tomar medidas que desagradam à produção do espetáculo: inserir um dramaturgo, uma pessoa de fora que orientará Tom e Julia na direção certa para um espetáculo à altura das mais famosas casas de NY. Ao inserir Peter, o dramaturgo, na história, foi criada uma tensão entre Julia e a produção. Ela tem um ataque de estrelismo e não aceita de cara as ideias do novato, apesar de ter se impressionado com o currículo dele, e ter, lá no fundo, a certeza que ele trará mais benefícios à Bombshell do que coisas ruins. E eu ouso dizer que foi criada também uma tensão sexual entre os dois. Veja aqui qual será o papel de Daniel Sunjata na série [contém spoilers].

Ao mesmo tempo em que Ivy começa a se afastar de Marylin, ela começa a enxergar em outras personagens traços da loira fatal que são interessantes. Aqui Smash trás a tona toda a influência que miss Monroe tem na cultura pop norte-americana. Além de Marylin ser um mito, seu legado vai muito além da loira burra, ela vive no imaginário dos homens a gerações e é lembrada como símbolo sexual ao redor do mundo, talvez seja o maior símbolo de sexualidade mundial até hoje.

smash-2x03

E é essa essência que Peter acredita que seja necessária ao espetáculo para ele se transformar de simplório à histórico. Ele viu Bombshell em Boston e até gostou, mas deixa claro para Tom e Julia que o musical ainda não tem força para encarrar a mais famosa rua de NY em igualdade com Wicked, Cats e The Phantom of the Opera. Mas ao mesmo tempo consegue vislumbrar as mudanças que devem ser feitas para a estreia. Agora, se Julia terá abertura para mudar tanto seu espetáculo, isso veremos. Eileen tem muito mais a perder que Julia e Tom com o fracasso de Bombshell. Para eles, seria mais um que não deu certo. Para ela, seria provar que Jerry estava correto e que ela não consegue produzir sem o ex.

Portanto, Eileen pode tomar decisões que mudem inclusive os rumos da série: se Julia se mantiver muito resistente ao dramaturgo, ela já deixou claro que a tira da produção, assim como pode acontecer a qualquer outro personagem. Anjelica Huston assume assim uma merecida posição de comando dentro da série, ganhando espaço maior em Smash.

Por outro lado, Derek também já não acredita piamente na sobrevivência de Bombshell, e está preocupado em manter um emprego. A associação com Veronica pode ser uma saída para Derek. A promissora atriz de musicais quer provar que não é só uma menina ingênua e que pode dar uma virada na carreira e interpretar papeis mais adultos. Isso é comum a atrizes que desde muito cedo experimentam o estrelato, como as brasileiras Isabelle Drummond e Bruna Marquezine. Eu ainda estou esperando um crescimento maior da personagem na série, acredito que Jennifer Hudson tem muito mais a colaborar que foi explorado. E adoraria ver uma Dorothy negra também.

A grande novidade de Smash fica por conta do nascimento de um novo espetáculo, pelas mãos dos amigos Kyle e Jimmy, que são sonhadores e talentosos, mas que não tiveram uma oportunidade de mostrar suas canções e suas ideias para um musical para ninguém de dentro da indústria. Até agora. Convencido por Karen, Derek vai ao encontro dos rapazes e se impressiona com o que vê. Minha torcida é total para que esse novo espetáculo nasça em breve. Pela primeira canção que Karen interpretou, as musicas são mais no estilo pop, ao qual a voz de Katharine McPhee se encaixa muito bem, bem melhor que quando ela canta músicas feitas para musical. O espetáculo novo tem pegado jovem, tema jovem e musicas que tem de tudo para cair no gosto do publico. Essa é a carta na manga que os produtores de Smash têm: levar as músicas populares da série para as paradas de sucesso.

A série ainda tem que crescer muito para se firmar. A adição de grandes nomes em nada ajuda se o roteiro e as canções não forem alinhados à trama. Eu ainda acredito que Smash possa se tornar grande nesta temporada. O próximo episódio, The Song os riscos do espetáculo só aumentaram. Fiquem com o promo e Break the leg!

P.S: Substituíram Michael com muita discrição… será que o ator novo vai se envolver na trama?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Será que a Elsa se assumiu lésbica cantando e ninguém percebeu?

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

Viajamos no verdadeiro trem do Harry Potter! Na vira real!!! Veja como foi a experiência neste vídeo.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER