Sobre a Taylor Swift [2]

#GONGSHOW volta a falar de Taylor Swift e de sua postura “vocês precisam me amar”

Nunca é demais usar esse gif

Olá para você que ficou duas semanas longe de tudo e de todos tentando se recuperar de um término de relacionamento feat. rodopiada na pista por dirigir chorando e vértebra trincada por causa disso. Essa #GONGSHOW é para você e especialmente para a nossa querida editora de colunas, Talita, para quem eu liguei após os fatos acima ocorridos. E a gente começa a coluna assim, mostrando cultura para esse povo:

Já estava com saudades e nada melhor pra gente matar essa vontade louca de descer o pau nos outros do que falar de menina Sulfite. Mais uma vez.

Mas Xico, você sempre diz que não fala mal, apenas faz comentários realísticos sobre os fatos?

E sim, você está certo. Mas hoje, além de tecer comentários pra lá de verdadeiros sobre os fatos, vou falar mal também. Porque garrei um ódio da menina Sulfite que vocês não tem noção. E to pronto para fundamentar minhas observações em fatos.

Taylor parece aquelas pessoas desesperadas distribuindo fofuras só pra todo mundo acreditar que ela é legal. Um exemplo disso é o que ela fez no twitter com Troye Sivan. Fala sério que vocês pensam que ela só fez isso porque gostou do som do rapaz e quis divulgar o trabalho dele? Acorda pra vida, pessoal! Ela só fez isso para se promover! Ou andou ganhando alguns trocados para fazer isso? Nessa vida, nada é de graça.

Além disso, o que foram aquelas participações especiais durante a turnê do “1989”? Lisa Kudrow, Alanis Morissette, Beck, St. Vincent. Gente, é sério. Ninguém sacou nada disso ainda? Tudo o que ela faz é para que você seja amigo dela. Ela se cerca de pessoas legais para dizer a você que ela é legal e te fazer comprar os discos delas e te fazer construir um altar no seu quarto e idolatrá-la.

Vocês acham que “Blank Space” é para um cara? CLARO QUE NÃO. É pra todo mundo que ousa deixar te amá-la. Ouse abandonar a menina Sulfite.

Até porque ela precisa de você quando vier à América Latina. Isso se a mãe dela deixar, né? Porque todo mundo sabe o que a mãe dela pensa sobre a América Latina.

E ainda teve o VMA. Sério. Você confiaria numa pessoa que fala mal da outra e depois canta junta com ela no palco distribuindo abraços fofos e mostrando ao mundo o quanto tudo não passou de um mal entendido? É sério. Tudo isso cheira a uma grande armação para provar ao mundo o quanto é superior.

E no mesmo programa ela “fez” as pazes com o Kanye West para provar que já superou a treta referente ao ano em que ela ganhou da Beyoncé e o rapper subiu ao palco para tirar o prêmio dela. Pra mostrar que é “superior”, Taylor fez o discurso inicial para entregar um prêmio ao futuro presidente dos Estados Unidos e ainda teve a pachorra de ficar de brincadeirinhas com a esposa do cara.

Falsiane? ( ) Sim ( ) Com certeza

E ela ainda levou prêmios de Melhor Videoclipe e Melhores-Qualquer-Coisa. Sim, porque se tratando de Taylor Swift e se tratando de prêmios votados pelo público, qualquer coisa que ela faça vai ganhar o prêmio de melhor. Até porque os fãs dela já estão lobotomizados e fazem tudo o que o seu mestre mandar.

Mas eu não caio mais nessa da Falsiane e deixo aqui o meu manifesto.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER