Sobre as Olimpíadas

#GONGSHOW volta falando sobre as Olimpíadas do Rio 2016.

Oi amores lindos. Papai tava sumido, mas cheguei pra alegrar sua quarta-feira.

E vamos falar do quê? Do novo CD da Britney? Não, porque eu ainda não escutei nada. Vamos falar sobre a estreia de Justiça? Não, porque eu ainda não vi os episódios. Então a #GONGSHOW vai falar do quê? Bom, se você leu o título da coluna de hoje, vamos falar sobre as Olimpíadas.

Ai, gente, não sei vocês, mas eu já estou sofrendo crise de abstinência por falta das Olimpíadas, sabe. Chegar em casa, ligar a TV e não encontrar nenhuma competição dá um desalento. Mas o bom é que a Olimpíada nos serviu para provar que não temos maturidade pra acompanharmos a luta olímpica.

Outra coisa boa das Olimpíadas é termos dado um tempo nos nossos acessos aos XVideos e afins da vida. Quem é que ia buscar alívios artificiais com aquele bando de corpos nas águas ou nas argolas. Ah, as argolas…

E depois de tantos dias de festas, veio a festa de encerramento. Novamente, a figura de Santos Dumont foi exaltada e adivinha só o que aconteceu? Novo mimimi dos americanos, dizendo que foram eles que inventaram o avião e blá blá blá. Ai, o choro é livre e cada país tem o Lochte que merece.

Bom, dessa vez não tivemos Gisele, mas tivemos Roberta Sá divando como Carmem Miranda. Taí uma fantasia que a gente nunca se cansa. Carnaval? Tá sem opção de fantasia? Compra umas frutas de verdade, gruda tudo num pano de prato com cola-quente e amarra na cabeça. Pronto! Já pode arrasar e ainda servir uma fruta para o crush.

Depois vieram os atletas em um desfile interminável e tia Gloria Maria falando mal das selfies. Por favor, né, Glorinha. A gente te viu lá na Jamaica e agora você quer fazer a dazantiga criticando a modernidade? ~Seje menas~ gata.

E o grito que eu dei quando chegou a loira lá e eu pensei que era a Claudia Leitte? Já tava jogando o controle na parede xingando porque não teve Ivete e nem reuniram as Rouge de novo! Por sorte, percebi que era uma loira genérica com roupa verde de lantejoula.

O primeiro ministro japonês chegou lacrando de Mário. Mas a apresentação de Tóquio foi bem meio médio, tipo pombo. Parecia algo meio Daft Punk em um cenário futurista com música lounge em looping eterno.

E aí a gente teve uma chuva artificial para apagar a tocha olímpica e não é que o negócio não queria apagar? Tenho certeza que só apagou, porque algum técnico cortou o gás da chama. Povo brasileiro é assim: não tem água que apague nosso fogo. E a tocha acabou pegando gosto.

E para encerrar, tivemos aqueles brócolis doidões. Na boa, queria saber o que eles andaram comendo nos bastidores do Maracanã antes de entrarem em cena. Preciso do mesmo que eles comeram para aturar minhas segundas-feiras.

As Olimpíadas se acabaram e fica só aquele gostinho de quero mais. Ai ai… vai fazer falta. Agora podemos voltar a capturar os nosso Pókemons.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER