Sobre o cancelamento de Hannibal

Enquanto muita série ruim merece o cancelamento, é Hannibal quem se sacrifica

Olá para você que acordou cedo e ligou seu serviço de música por streaming para acompanhar a playlist criada por uma colega de trabalho com o nome de 90’s Bitch!, mas que tem até música dos anos 80 e dos anos 2000. Ou seja, há um problema de essência nessa playlist. Porém, vale muito a pena escutar mesmo tendo muita música do Aerosmith (três músicas já é muito quando o assunto é Aerosmith!).

A #GONGSHOW de hoje vai pegar pesado e vai falar sobre o cancelamento de Hannibal. Sim, o trauma ainda não foi superado e este colunista que vos escreve assinou a petição online, que consta com mais de 20 mil assinaturas sob a campanha #SaveHannibal. O nosso apelo é muito simples e esperamos lograr êxito.

A televisão mundial está abarrotada de porcaria, principalmente americana. Enquanto muito lixo é mantido no ar por décadas e décadas de duração, produtos refinados e nutritivos são descartados do cardápio. A população está ficando desnutrida.

Se a população está desnutrida, Xico, você continua saboroso!

Analisa só os pratos que são servidos há tantos anos e que já mereciam ter sido riscados:

Supernatural: quem mais ainda acha isso aqui saboroso? Parece miolo de bode com tempero estragado. E é impressionante como todo mundo ainda continua achando isso aqui gostoso. É o maior embuste sustentado na televisão e continua atraindo incautos. Parece aqueles salgadinhos de isopor, sem nenhum valor nutricional, mas que servem para amainar as lombrigas.

Grey’s Anatomy: outro exemplo de bolacha recheada. Um pacotinho vem com três copos de puro açúcar e as pessoas continuam comendo. E não adianta: os criadores tiram o recheio, tiram os ingredientes de qualidade, tiram os principais sabores, e o povo continua consumindo.

The Vampire Diaries: não era um bom prato quando chegou ao mercado há cinco anos e continua não sendo um bom prato até o presente momento. Feito a base de carne flopada, agora não tem mais essa mesma carne, restando apenas um caldo aguado e insípido. O pior é saber que muitos se contentam com essa água de chuca.

The Walking Dead: era um bom prato quando foi lançado. Porém, a popularização fez com quem o capricho fosse deixado de lado e qualquer coisa era colocada na receita só para ter mais produto para ser consumido. Um novo prato está pronto para ser lançado, mas é algo que deveria ter sido riscado logo do cardápio.

The Big Bang Theory: prato feito gourmetizado. Não dá pra encontrar definição melhor para isso. Nem com pedaços de carne humana a coisa melhora. O duro é que é um produto de ingestão rápida e muito barato. É mantido pelo custo benefício em detrimento da qualidade. Se vende, então mantem.

Hannibal é um dos pratos mais sofisticados servido pela TV aberta americana. E esse é justamente o problema. O povão não está acostumado a uma gastronomia mais refinada, mais rebuscada. Curte mesmo o bom e velho fast food.

Resta a esperança de que o bistrô Netflix ampare esse chefe de cozinha chamado Bryan Fuller e ele continue produzindo os mais delicados pratos da culinária japonesa, italiana, francesa…

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER