Spartacus 3×10 — Victory [Series Finale]

O que quer que aconteça com meu povo, acontecerá porque nós assim escolhemos fazer. Nós decidimos nossos destinos. Não você. Não os romanos. Nem mesmo os deuses”. Spartacus

“Então você é quem escolhe o local e o tempo do fim da jornada?”. Crassus

“Melhor morrer por uma espada do que por um chicote de um mestre”. Spartacus

Três anos e quatro temporadas depois (incluindo o prequel), a jornada do trácio Spartacus chegou ao seu ponto final. Como não poderia deixar de ser, tudo foi épico nesse series finale: as batalhas, os diálogos, as reviravoltas, os flashbacks… Tudo funcionou extremamente bem — na hora e local apropriados — e nenhuma ponta ficou solta. Os roteiristas foram tão primorosos, que resgataram elementos do primeiro episódio da saga, o já distante The Red Serpent. Louvável!

Spartacus 3x10 - Victory 1

Antes de mais nada, é preciso lembrar que Spartacus não foi somente sobre uma rebelião de escravos, a mais famosa da República romana. Ao trazer a história desde seu primórdio, antes do ludus de Batiatus, os roteiristas criaram um personagem muito mais complexo e cativante do que um simples líder rebelde.

As razões de sua luta estavam ligadas primeiro à tentativa de resgatar a esposa Sura, depois de vingar sua morte, e só a partir disso passaram a se mesclar com os ideais de liberdade. Interessante fazer uma comparação com a história de Gannicus, o campeão da arena que se tornou homem livre, e se uniu à rebelião por lealdade ao amigo Oenomaus e sentimento de irmandade com Crixus e os demais.

Com tudo isso em mente, vamos ao que interessa: Victory.

Não existe justiça. Não nesse mundo”. Spartacus

“Finalmente, uma coisa em que concordamos”. Crassus (estendendo a mão para cumprimentá-lo)

“Quando nos encontrarmos novamente, eu vou matar você”.

“Não, você vai tentar”.

“Isso é tudo que um homem livre pode fazer.

A temporada não poderia terminar sem um momento frente a frente entre Spartacus e Marcus Crassus. O imperator romano demonstrou, desde o início, um respeito sem igual pelos gladiadores e escravos. Sim, ele era romano e não abria mão de sua superioridade, muito menos de impor à força da República com suas legiões. Mas conhecer seu inimigo, não subestimar suas motivações e ter honra no campo de batalha foram as qualidades de Crassus que fizeram a diferença a seu favor. Um “vilão” honrado, por assim dizer, totalmente o oposto de Glaber…

O embate entre os líderes, tão ou mais emocionante que o diálogo, foi no nível olímpico. O esgotamento físico de Spartacus e a gana de Crassus deixaram os oponentes praticamente no mesmo nível. O melhor foi constatar que um poderia ter morrido pelas mãos do outro!

Spartacus X Crassus

No campo de batalha, as engenhosidades dos rebeldes tiveram a sua vez, com direito a uma vala cheia de estacas de madeira, e um ataque na retaguarda liderado por Gannicus, que virou as catapultas contra os romanos. Bravamente, eles resistiram até o fim. A diferença numérica, porém, era intransponível. Lugo, Castus, Saxa e Naevia foram para o after life na última batalha, todos com o grau de emoção certo: nada de dramalhão mexicano ou mortes insensíveis.

O deus da arena, por sua vez, simbolizou o martírio dos 6 mil escravos crucificados na Via Ápia, que ligava Cápua a Roma. Punição maior e mais dolorosa não poderia existir. Os momentos de agonia final de Gannicus, se recordando das glórias passadas na arena de Cápua, e do amigo Oenomaus (numa participação especial de Peter Mensah) foram incríveis e nostálgicas!

Ao lado de Gannicus, quem também encontrou seu fim foi Kore. Pobre Kore! Depois de saber de toda a verdade sobre Tiberius e sua amada escrava, Crassus não deixou barato: destruiu a máscara mortuária do filho, e crucificou Kore por “ter feito parte da rebelião”.

Spartacus 3x10 - Victory 2

A aparição de Pompeu somente no fim, majestoso numa farda branca, e tomando para si as glórias de ter derrotado Spartacus (como historicamente aconteceu, já que os últimos escravos foram esmagados por suas tropas) simbolizou a “derrota” política de Crassus e Caesar. A deixa final de “um trio que entrará para a história” pode muito bem caracterizar Spartacus como série prequel de Roma, da HBO, que começa justamente durante o Primeiro Triunvirato e vai até o Império de Augusto.

Quanto aos rebeldes sobreviventes, além das mulheres tivemos Agron e Nasir. Lembrando que Agron fora derrotado em batalha com Crixus e crucificado, um descanso final foi mais do que justo para o gêrmanico. Mesmo com destino incerto, a possibilidade de viver livre — fora dos domínios de Roma — foi o melhor desfecho possível para a série.

Spartacus… Esse não é meu nome. Chegou a hora de ouvi-lo novamente pela voz da esposa amada. Não derramem lágrimas…Não há maior vitória que sair desse mundo como um homem livre”. Spartacus

Por fim, os elementos resgatados dos primórdios: a fita de Sura e o verdadeiro nome do trácio (que permanece um mistério). Não é difícil fazer uma boa série, basta ter boas ideias e respeitar a mitologia das temporadas. Feito isso, o sucesso vem na esteira. Aliado a uma trilha sonora épica, de preferência, como aconteceu em Victory. O tema de Sura me faz lembrar muito de Andy Whitfield, outro elemento resgatado para a finale. Magistral!

Falando no “primeiro” Spartacus, não esqueceram de homenageá-lo ao fim dos créditos, depois de relembrarmos todo o grandioso elenco que passou pela série. Spartacus não teria sido como foi sem John Hannah, Lucy Lawless, Peter Mensah, Viva Bianca, Craig Parker, Manu Bennett e tantos outros… Como espectador, só posso agradecer por essa experiência televisiva inesquecível!

Um dia, Roma deve se enfraquecer e desaparecer. No entanto, o nome de Spartacus sempre será lembrado no coração de todos que suspiram por liberdade”. Agron

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

A Fazenda voltou e o que esperamos? Memes! Mas será que os novos memes superam estes??? Clique e assista agora.

Será que você sobreviveria em American Horror Story 1984? Assista ao vídeo e prepare-se para a nova temporada.

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER