Stars Dance e o fortalecimento da carreira solo de Selena Gomez

Lançado em 2013, Stars Dance consolidou a carreira de Selena Gomez na indústria musical pop.

Que a Disney é uma fábrica de estrelas teen é fato, mas também não podemos ignorar que grandes estrelas teen se tornaram ícones da indústria musical de uma forma geral (Britney Spears e Christina Aguilera são as provas vivas disso). Dito isso, é fácil entender por qual caminho Selena Gomez resolveu trilhar, ela quer ser a próxima princesa do pop e, bem, nós não podemos culpá-la por tentar, certo?

De certa forma, se analisarmos o início da carreira de Selena, vemos o quanto ela amadureceu. Isso é inegável, qualquer um é capaz de ver. Quem era a Selena Gomez de 2009 que lançou o seu primeiro álbum junto com a banda The Scene? Era uma artista ainda sendo moldada, por isso não vimos muitos lives da Selena durante a era Kiss & Tell, ainda não existia toda a segurança necessária para isso, seus vocais eram fracos e suas músicas não eram das mais atrativas. Porém, quando começou a promover seu segundo álbum, A Year Without Rain, pareceu que ela queria mesmo mudar esse panorama, começaram os lives e as tentativas de performance, suas músicas também estavam mais consistentes, era realmente o melhor momento. A partir daí então ela começou a tentar ser uma performancer, mas somente começamos a ver todo o início do crescimento de Selena Gomez em When The Sun Goes Down.

Em 2013, Selena resolveu sair em carreira solo, mais segura de si, largou a banda The Scene e nos presenteou com Stars Dance, seu melhor trabalho até o momento (sim, esperamos que Revival venha para superar seu trabalho anterior).

SELENA_GOMEZSD

Birthday

Abrindo o álbum temos a mais agitada e bagunçada em elementos sonoros de todas as faixas. Birthday é o prelúdio perfeito para o que está presente no álbum como um todo, uma fusão de batidas diferentes e palminhas dão o clima festivo que a letra conta. “Tell ’em that is my birthday when I party like that!” você vai cantar como se não houvesse amanhã.

Slow Down

A minha preferida e também o último single do álbum. Está procurando por uma música para iniciar uma festa daquelas? Então, meu caro, você acabou de encontrar. A harmonia perfeita acontece com os vocais de Selena e as batidas muito bem escolhidas (The Cataracs, né, meu bem?). Selena consegue nesta faixa criar um smash hit muito mais do que radio friendly, ela consegue de fato ter uma música viciante para chamar de sua.

Stars Dance

Faixa-título, Stars Dance segue a linha que está sendo apresentada no álbum, mas de uma forma muito mais suave e até mesmo poética. O ponto alto da canção, e acredito também que a razão para ela ser escolhida como título do álbum, é justamente a sua composição muito bem estruturada. Apesar da música não ter nenhuma surpresa em sua produção ou twist, ela consegue manter o seu ritmo sem ficar monótona, mas ainda é uma das mais mornas de todo o trabalho.

Like a Champion

A mais ousada em elementos diversos. Selena e seu time de produtores resolveram dar um ar mais étnico e funciona bem se pararmos para pensar que a temática do álbum, assim como sua música sucessora no mesmo, foram ambas trabalhadas em cima de toda essa questão étnica que permeia a vida e as influências de Selena. Apesar disso, a fraca letra e tentativa de “empoderamento” parecem não soar muito bem aos ouvidos e por isso é uma das menos interessantes do álbum.

selena_gomez_cg

Come & Get It

Lead single e sem dúvida alguma um marco na vida artística da cantora (quem não lembra das primeiras performances de Selena cantando enquanto dançava HORRORES? Toma essa Selena de A Year Without Rain que sofria pra cantar live mesmo imóvel). A mais envolvente do álbum, não é por acaso que foi escolhida para abrir o trabalho de divulgação do Cd. Funciona tão bem que é o tipo de canção que você não consegue imaginar sendo cantada por mais ninguém.

Forget Forever

Eu preciso confessar que essa música me pega de um jeito inexplicável. Depois de muito pensar, eu compreendi: a honestidade da sua letra e a perfeita sintonia com suas batidas não podiam gerar outro resultado. Ótima para cantar no chuveiro depois de levar um pé na bunda do amor da sua vida, não é mesmo? E o melhor de tudo é que você vai fazer isso ainda dançando! “Our love was made to rule the woooooorld”.

Save The Day

Só eu sinto uma vibe meio James Bond aqui? Quando você chega nesse ponto do álbum já tem certeza que ele foi feito pra dançar até as suas energias esgotarem. Os vocais de Selena não poderiam estar mais sincronizados, mas a produção musical é um pouco brega em alguns momentos da canção e isso pode provavelmente dificultar uma aceitação num primeiro momento.

B.E.A.T.

Aqui temos uma Selena Gomez flertando fortemente com o eletro hip hop, tem até gritinhos de fundo mesclando com as variadas vozes e estilos de vocais que a cantora nos apresenta (estamos vendo aqui uma garota multifacetada, não é mesmo?). O ponto alto da canção é a sua ponte com uma influência direta do trap music e até uma tentativa de vocal mais cru e gangster.

selenagomez_starsdance

Write Your Name

Como todo um bom álbum de eletro pop, Stars Dance também tem a sua canção mais twist de todas, ou seja, a que mais possui variações de velocidades e mudanças de harmonia. Com uma ponte que me lembra muito o que a Lady Gaga gosta de fazer com suas canções, jogar palavras e falá-las ao invés de cantá-las enquanto as batidas se alteram. Apesar de todas as tentativas, Write Your Name integra o time das menos interessantes por não apresentar muita inovação ou explorar o potencial de Selena, soando como uma canção puramente genérica e sem propósito.

Undercover

Se tivemos anteriormente uma canção quase fria de tão morna, Undercover é completamente o oposto. Fazendo uso de um twist maravilhoso, a canção tem um crescimento muito interessante e a sua produção musical é impecável. A letra também é algo a ser notado, toda trabalhada no sensualismo e com vocais mais agudos em determinados momentos da canção, o que casa perfeitamente com todo o conjunto.

Love Will Remember

E o álbum finaliza de uma forma inesperada, com uma canção mais crua que as anteriores, a letra mais sensível depois de Forget Forever, a única coisa que a mantém no mesmo nível das outras do álbum em questão de harmonia e estilo é a produção musical que como um todo tenta deixar a música mais animada do que ela realmente é. Mais uma das canções de Selena que tem uma ponte impecável, ligando a sua introdução com a finalização de uma forma linda e bem trabalhada.

Nobody Does It Like You

Nobody Does It Like You não traz nada de muito inovador para o trabalho, apenas serve como uma extensão de tudo que já ouvimos.

selenagomez_birthday

Music Feels Better

Aqui temos a música que mais se encaixa no contexto das Bonus Tracks, morna e sem novos elementos, até mesmo a sua letra é uma das mais fracas. Porém, vemos como os vocais de Selena são facilmente adaptáveis.

Lover In Me

Há algo em Lover In Me que me faz voltar a ver a Selena da época da Disney, talvez por causa da sua letra bobinha e produção musical mais leve e não tão saturada no eletrônico.

I Like It That Way

Com uma das composições mais engraçadinhas e despretensiosas, I Like It That Way é a melhor definição de música feita para um filme teen. A produção musical é toda trabalhada no pop dance e a ponte é uma outra brincadeira com os vocais de Selena, ou seja, a canção mais suave e cômica de todo o trabalho, um tiro certeiro.

Sad Serenade

Se eu fosse o responsável por escolher as faixas do álbum, certamente teria acabado na anterior. Sad Serenade não é a pior canção do álbum, mas uma escolha muito ruim para fechá-lo por causa de sua falta de profundidade.

Confira o videoclipe de Selena para Slow Down, último single lançado do CD:

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER