Supermax 1×03 — Episódio 03

Os confinados de Supermax podem não estar sozinhos.

É lindo, não é? O instante que você percebe que alma está indo embora” — BRUNA.

O clima continua tenso dentro do presídio de segurança máxima no coração da Selva Amazônica no estado do Acre. O lampejo de esperança foi descartado. A produção não apareceu para fazer uma nova prova do líder. E, para piorar a situação, Dante está desaparecido.

Os competidores decidem se dividir em três grupos. Dois deles irão à busca de Dante e o outro ficará na porta da dispensa caso ela abra para que possam pegar o máximo de comida possível.

Essa divisão é muito boa para a dinâmica da narrativa. Lembre-se que o espectador comum verá a série semana a semana na TV aberta. Isso pode causar a sensação de que as coisas demoram em acontecer. Quem acompanhar os episódios todos de uma única vez consegue apreciar melhor essa evolução do enredo.

Alguns pontos começam chamar a atenção. A primeira delas são os pássaros que se chocam contra as paredes do presídio. Desde o segundo episódio isso vem ocorrendo e pode ser encarado como algum indício.

Outro aspecto é o canto que já tinha sido ouvido no segundo episódio, mas que agora seduziu Cecília deixando-a em transe. Sabendo que estão na Floresta Amazônica, pode-se imaginar que essa música pode ser sido entoada pela Iara, que na lenda é uma espécie de sereia e seduz os homens. No entanto, a versão vista por Cecília não é tão dócil quanto às dos livros infantis.

E por falar em Cecília, a mulher começa dar sinais de desequilíbrio. Primeiro ela come o lixo, depois se mostra terrivelmente perturbada dentro de seu quarto. Algo envolvendo seu filho pode explicar seu comportamento, mas é uma personagem a se prestar atenção.

Nos corredores subterrâneos, Bruna e Luisão travam um enfrentamento interessante. O lutador de MMA acabou matando um homem dentro de um ringue. Já a loirinha é uma enfermeira assassina, que enxerga beleza ao ver uma vida deixando o corpo. Ximenes consegue expressar muita verdade em sua atuação.

Quando a fome torna-se generalizada, a porta da dispensa abre e acaba liberando comida para os participantes. Será que a porta foi aberta pela produção ou por um ato falho no sistema?

O fato é que mesmo que os produtores não se manifestem, os participantes percebem que não estão sozinhos. Alguém continua operando as câmeras, por exemplo. O problema é justamente saber quem está por trás de tudo.

Dante reaparece no fim do episódio e sua aparição causa ainda mais dúvidas. O que realmente acontece dentro da Supermax?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER